InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 Odeio-te - Capítulo 60 – Fim

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3 ... 9 ... 17  Seguinte
AutorMensagem
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 20 Jun 2008, 10:30

E prontos chegou a minha altura de vos vir chatear -.-
Espero que gostem Very Happy

Personagens

Mariana (eu): Tem 18 anos e é modelo. Gosta de dançar e cantar e tem uma banda com as suas amigas Raquel, Andreia e Rute e a Mary é a agente.
É muito simpática, tímida, super divertida e romântica. É alta, elegante com cabelos castanhos e encaracolados.

Zac: Namorado de Mariana. É alto, loiro e de olhos azuis. Tem 19 anos. É super elegante e tem montes de raparigas atrás dele. É egocêntrico, interesseiro e estúpido. Gosta muito da Mariana, mas não a ama, está com ela única e exclusivamente porque esta é famosa e faz com que ele também o seja. As minhas amigas não gostam dele e ele não gosta delas.

Mary: Uma das melhores amigas da Mariana. São muito parecidas fisicamente o que faz que algumas pessoas achem que são gémeas. Tem 18 anos, é alta, tem cabelo castanho e ondulado. É modelo e tem jeito para o negócio, daí gerir a banda das amigas. É super simpática e extrovertida.

Raquel: “A Gémea” da Mariana. Têm uns cabelos muito parecidos daí dizerem-se gémeas. É outra das melhores amigas da Mariana assim como da Mary. É alta, cabelo castanho e encaracolado, super elegante e sexy. Também é modelo e gosta de tocar guitarra. Não é a favor de relacionamentos a longo prazo, é mais a favor de curtes. Acredita e não acredita no amor, está à espera de ver o que a vida lhe reserva. Tem 18 anos.

Andreia: Simpática, sensível e romântica é mais uma das melhores amigas da Mariana, da Raquel e da Mary. É modelo e toca bateria. Gosta de escrever e modéstia a parte fá-lo muito bem. Tem cabelo preto com madeixas vermelhas e é alta e elegantíssima. Tem 18 anos.

Rute: “A Perfeita” é a última das 4 melhores amigas da Mariana. As cinco formam um grupo inseparável e de muito boas amigas. É alta, cabelo ondulado e castanho. Toca baixo e é modelo. É super elegante e muito bonita. É muito divertida, a fonte de alegria do grupo. Super simpática e conselheira. Tem 18 anos.

Tokio Hotel: dispensam qualquer tipo de apresentações.


Comentem


Última edição por MaRianinhA em Sex 21 Nov 2008, 15:26, editado 57 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 20 Jun 2008, 12:15

bela apresentação.
vou ler a fic.
bem, podes começar*____________*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 20 Jun 2008, 13:51

Porque s4rá que esta fic me parece ser super fantastica?
Não sei não...
va lá estou pronta para voltar a ler esta marivilha!
continua!
te adoro
Voltar ao Topo Ir em baixo
bêatriz'

avatar

Número de Mensagens : 1406
Idade : 23
Localização : Viseu
Tokio Hotel preferido : Georg Listing, I'm Yours
Data de inscrição : 12/12/2007

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 20 Jun 2008, 14:21

Se escreveres tao bem como cantas vai sera melhor fic de sempre Very Happy
Posta o 1º cap bem rapido sim?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 20 Jun 2008, 14:21

Shawn'zinha Listing escreveu:
Se escreveres tao bem como cantas vai sera melhor fic de sempre Very Happy
Posta o 1º cap bem rapido sim?
~
Escrevo mal e a cantar safo-me xD
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 20 Jun 2008, 14:45

Capítulo 1 – O funeral


- Que o Senhor proteja este nosso irmão na vida depois da morte e que desça sobre a sua família para apaziguar a dor que esta sente, Amem! – proclamou o padre.
- Amem. – responderam as pessoas presentes.
Desceram o caixão e começaram a pôr terra por cima dele.
Uma lágrima caiu pelo meu rosto. Olhei para o meu relógio, eram 10 horas. O meu Swatch Mundo Perfeito, sim o meu mundo era perfeito. ERA! Tinha fotos minhas espalhadas por toda a cidade, tinha as melhores amigas que alguma vez existiram à face desta terra, tinha um namorado lindo, uma carreira de sucesso, mas não tinha o mais importante..o meu avô.
Aqui estou eu no funeral dele. Ainda hoje, 3 dias depois de ele ter morrido, não percebo como aconteceu. Só sei que o encontraram sem vida na cama e que mais tarde na autópsia lhe diagnosticaram um cancro no cérebro. Ele era uma pessoa imprescindível na minha vida., era com ele que eu desabafava, confiava mais nele do que no meu próprio namorado, até foi ele que me incentivou a criar uma banda com as raparigas. Ainda me lembro bem desse episódio.

Flashback

- Devias aproveitar esse teu talento, tens uma voz linda que faz inveja a qualquer cantora deste mundo. – disse o meu avô. – Já vos ouvi tocar, são óptimas.
- Sim, avô mas não exagere tanto, a minha voz é normal. Além disso esse não é o meu sonho faço-o simplesmente para me divertir. Cantar não é uma prioridade na minha vida. – respondi decidida.
- Não estou a exagerar, é verdade e tu sabes. – insistiu.
- Está bem avô, eu tento. –abracei-o.

End of Flashback

Por momentos sorri ao relembrar-me, mas depressa voltei ao choro abraçada ao Zac.
As minhas amigas também estavam no cemitério comigo, sempre ali comigo nos momentos em que eu preciso, são o máximo.
Soltei-me do Zac e fui ter com elas.
- Gémea’zona, não chores. Ele estava a sofrer aqui, lá em cima está melhor. – disse a Raquel enquanto me abraçava.
- Sem ele cá, a banda não faz sentido! It’s over. – constatei com tristeza.
- Pois não, a ideia nasceu com ele, morre com ele. – disse triste a Andreia.
Abraçámo-nos todas em conjunto e depois fui novamente ter com o Zac.
Confesso que o facto de eles não se darem bem me entristece profundamente, mas já foram tantas as tentativas de os “juntar” e nenhuma delas fora bem sucedida, simplesmente já não tenho forças para lutar.
O Zac beijou-me e entregou-me as flores que eu lhe tinha pedido para ele guardar. Já não estava ninguém no cemitério apenas nós os seis. O Zac tinha de ir embora porque teve uns problemas em casa dele, despediu-se e seguiu para o seu carro.
Ajoelhei-me perto da campa.
“Aqui dorme em paz o nosso querido irmão António Café (é favor não gozar com o nome xD). Com sentimentos e saudades da família e dos amigos.” Era o que dizia na placa ao lado da foto dele. Estiquei-me de modo a ficar deitada e ajoelhada sobre a campa e chorei, ficava ali uma parte da minha vida. Levantei-me novamente. Raquel, Rute, Mary e Andreia já choravam com aquele “espectáculo” de pura tristeza.
- Vamos embora! – disse enquanto colocava as flores na campa e seguia para a porta do cemitério.

---
Está uma porcariazinha, eu avisei -.-

Beijinhos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
bêatriz'

avatar

Número de Mensagens : 1406
Idade : 23
Localização : Viseu
Tokio Hotel preferido : Georg Listing, I'm Yours
Data de inscrição : 12/12/2007

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 20 Jun 2008, 14:52

Calou Mariana Café :@

TA LINDO *_*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 20 Jun 2008, 14:55

Esta lindo!!
Mais k lindo!!
muito mais k lindo!
continua com esta maravilhazinha sim?
te adoro!
Voltar ao Topo Ir em baixo
kiikaa.

avatar

Número de Mensagens : 526
Idade : 23
Localização : SUMMER PARADISE.
Tokio Hotel preferido : all.
Data de inscrição : 16/04/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 20 Jun 2008, 15:07

Oh sim Mariana Café. :}
Está linda a fic, amiga .
Beijinhos. Adoro-te ! :3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://gunsbetweenstorms.blogspot.com
Líe
Moderadores
Moderadores
avatar

Número de Mensagens : 5265
Idade : 24
Localização : Loures,
Tokio Hotel preferido : Tommi
Data de inscrição : 04/01/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 20 Jun 2008, 15:23

Ansiosa pelo proximo cap Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 20 Jun 2008, 15:27

quero o próximo cap Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sab 21 Jun 2008, 05:53

gostei, gostei! ^^

kero mais!

bjO*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
catapina

avatar

Número de Mensagens : 119
Idade : 23
Localização : Peniche
Tokio Hotel preferido : Tom pk toka guitarra :P
Data de inscrição : 27/03/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sab 21 Jun 2008, 06:51

Kuase xorei asério tipuh o meu bisavo morreu tb e eu era bues ligada a ele identifikei-me mt parabens
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sab 21 Jun 2008, 07:20

A Mariana está contente hoje.
Fez trabalhinho comunitário na piscina e prontos -.-

Vai haver aqui sempre um desabafo meu xD

Este é maior que o outro.
I hope you like it.

Capítulo 2 – O pesadelo

Saímos do cemitério e cada uma foi para sua casa. Elas bem queriam vir comigo mas eu pedi-lhes que fossem para casa delas, eu precisava de estar sozinha.
Cheguei a casa, finalmente. Sentia-me perdida sem o meu avô. Fui em direcção ao meu quarto e vesti um fato de treino da Nike preto e cor-de-rosa, depois deitei-me na cama a ver televisão. Não estava a dar nada de jeito por isso levantei-me para comer qualquer coisa e deitei-me novamente desta vez para dormir um bocado.

**
Acordei depois da hora do jantar, whatever também não tinha fome. Deixei-me estar debaixo dos lençóis a aproveitar o quentinho que estes me proporcionavam mas fui interrompida pelo barulho irritante do meu telemóvel.
- Arg! Quem será agora?
Atendi.
- Estou?
- Olá amor!
- Olá Zac!
- Nem imaginas, tenho a casa toda inundada até tive de vir para um hotel. Podias vir cá ter comigo, bebé.
- Não me apetece muito, Zac. Mas também em casa não fico a fazer nada, ao menos aí estou contigo. Já aí vou ter.
Desliguei.
Não mudei de roupa, dei só um jeito ao cabelo, peguei nas chaves de casa, no telemóvel, na carteira e no casaco e saí em direcção ao hotel.

**
Num hotel, quatro rapazes observavam atentamente um cartaz de publicidade que se encontrava à frente da janela do seu quarto de hotel. Era um poster de uma modelo a fazer publicidade a um batôn. Ela estava deitada, com um dedo na boca e com olhar provocador.
- Oww, que monumento! – constatou um.
- Acredita, meu! – concordou um outro.
- Era uma destas que eu gostava de conhecer, deve ter amigas pouco boas deve! – disse ainda um outro.
- Deixem-se lá disso rapazes. Por aquilo que sei ela é daqui de Portugal, talvez a encontrem por aí numa dessas vossas saídas. – respondeu o manager deles ao ver tanta “baba”.
- Nós hoje à noite vamos sair, pode ser que a encontremos. – disse o ultimo com ar esperançoso.
- Nem pensem, eu hoje não vou sair, mas vão vocês e divirtam-se! – esclareceu um deles.
- Está tudo bem contigo? – perguntaram todos admirados. – Não és de ficar em casa.
- Está tudo bem, estou só cansado. Divirtam-se.Saíram e o tal rapaz deitou-se no sofá a ver tv.

**

- Olá amor! – disse o Zac depois de me beijar.
- Olá. – respondi.
- Como estás? – perguntou-me.
- Bem não estou de certeza como tu deves imaginar. – respondi-lhe friamente ao qual ele ignorou.
- Podíamos ir lá acima ao telhado, tem uma vista linda para a cidade. – respondeu puxando-me para as escadas que davam acesso ao ponto mais elevado do hotel.
Subimos as tais escadas e entrámos para o telhado. Devo ter ficado com cara de parva a olhar para o que estava à minha frente. Era realmente bonito. Montes de casas, todas com pontinhos amarelos e lá no fundo os minúsculos carros andavam depressa.
- É lindo. – disse depois de me passar a admiração.
- Tu és ainda mais. – respondeu o Zac.
Começou a beijar-me e eu deixei-me ir, mas de súbito sinto as mãos dele a entrarem dentro da minha camisola. Afastei-me dele.
- Pára, Zac. Eu não quero. – disse calmamente.
- Mas eu quero, vá lá amor. – respondeu-me ele.
- Pára, Zac. Fo*** o meu avô foi enterrado hoje, eu estou super mal e tu estás a tentar que eu faça uma coisa que eu não quero? PÁRA. – dizia eu já a berrar. Ele continuava a tentar despir-me.
- Temos pena minha cara, morreu, morreu. Já está morto. Eu quero isto por isso tu fazes e não contrarias. – respondeu a berrar também.
Continuou a tentar tirar-me a camisola e lá conseguiu. Passou para as calças mas aí era mais difícil porque eu não parava de me mexer para lhe dificultar a vida e assim acontecia, mas ele tinha força.

**
No quarto de hotel o rapaz já farto de ver televisão desliga-a e vai até à janela.
- Estou farto de estar aqui fechado. Ai, porque é que não fui com eles? Devem estar a divertir-se à brava. Vou até lá acima ao telhado ao menos vejo a vista. Esta é a última noite aqui em Lisboa. – disse.
Pegou nas chaves do quarto e seguiu para o telhado. No caminho ouviu gritos de aflição por isso acelerou o passo. Ainda ia longe de chegar ao sítio dos gritos por isso desatou a correr até lá. Foi então que viu um rapaz loiro a tentar despir uma rapariga à força.
- Ai porco já vais ver. – disse.
Correu para perto de mim e do Zac e meteu-se entre nós.
- Hey amigo acalma-te lá, estás-te a passar ou quê? Não vês que a miúda não quer nada contigo? Baza daqui. – disse ele.
- Mas quem é este atrasado que nem português fala. Go away. – ordenou puxando o rapaz para trás continuando a tentar despir-me
- Eu digo-te o go away panasca. – respondeu o rapaz e espetou um murro ao Zac.
Envolveram-se numa luta corpo a corpo à qual o tal rapaz saíra vencedor. Depois de muito murro e pontapé o Zac desistira. Fez umas quantas ameaças ao rapaz, ele perguntou-lhe se ele queria levar mais, mostrando a mão cerrada e o Zac fugiu.
Eu assistia a tudo perplexa e assustada. Tinha vestido a camisola ao calhas e sentara-me encostada a uma espécie de parece. Puxei os joelhos para mim e abracei-os com os meus braços. Meti a cabeça no meio dos joelhos e chorei. Estava tão assustada quanto enojada, tinha tanta raiva quanto medo. Uma sensação de mistura de sentimentos horrível e única.
- Ora este já está. – disse o tal rapaz para si próprio.
Olhou para mim completamente desfeita em lágrimas e num estado deplorável. Correu para perto de mim, tirou o casaco dele e pô-lo à volta das minhas costas.
- Estás bem? Ele magoou-te? – perguntava ele. Não obteve resposta por isso ele levantou a minha cara com a mão e a sua cara de espanto foi notável. – Tu???

--

Está parvo.
Mas prontos.

Beijinhos, e obrigado pelos coments.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Líe
Moderadores
Moderadores
avatar

Número de Mensagens : 5265
Idade : 24
Localização : Loures,
Tokio Hotel preferido : Tommi
Data de inscrição : 04/01/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sab 21 Jun 2008, 07:29

reconheceu-a do cartaz não foi ? ^^

Mais ! @
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sab 21 Jun 2008, 07:56

Assim mesmo é k é!
Grande Tom!!
E Tom salva o dia!
Continua com esta maravilhosa fic!
Adoro-te!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sab 21 Jun 2008, 09:29

men!

ke Zac mau! ò.ó!

mas felizmente aparece um rapaz a salvar'te!

fixi!

mais!

bjO*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Dom 22 Jun 2008, 06:08

estúpido do Zac, pah!
ele reconheceu-te por causa do cartaz, não foi??
mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Dom 22 Jun 2008, 15:54

Depois de um passeio'zinho a que fui obrigada a dar -.-' vim aqui postar uma capitulo desta coisinha.

Espero que gostem, se for possivel.

Capítulo 3 – Um rapaz simpático

Talvez devido ao facto de estar super assustada não percebi o que ele disse, porque não falara em português e eu não conseguira identificar o idioma do rapaz. Levantei o olhar até chegar aos olhos dele. Um rapaz bonito sem dúvida. Usava roupas bastante largas, uma camisola XXL branca e azul clara, um gorro branco e um boné azul que prendia as suas rastas castanhas alouradas e umas calças de ganga largas. Reparei no pircing que tinha no lábio e que o favorecia bastante.
- Sorry, I don’t understand you. I’m just scared. – disse eu a chorar.
- That’s okay, calme down! I’m german and I don’t talk english very well. – disse ele no seu inglês enferrujado.
Fez-se luz na minha cabeça, deve ter sido mesmo por estar assustada que não tinha percebido o que ele disse, porque eu sei alemão.
- Podes falar em alemão, eu sei falar. – respondi-lhe tentando acalmar-me.
- Ainda bem. Anda embora daqui, está frio e tu precisas de te acalmar. – disse ele levantando-se e dirigindo-se às escadas para o andar de baixo. Não disse nada apenas o segui. Não o conhecia de lado nenhum, é certo, mas ele tinha-me salvo sentia que podia confiar nele. Mas os meus sentimentos já me tinham enganado uma vez quando me fizeram apaixonar pelo Zac.
Dirigimo-nos ao quarto dele, ele mandou-me sentar no sofá e foi buscar um copo de água com açúcar. Eu continuava a chorar e por meio de muitos soluços lá lhe fui contando a história toda, começando por quando conheci o Zac até ao dia onde estávamos, do funeral do meu avô e da minha relação com o Zac. No fim as lágrimas continuavam a cair pelo meu rosto.
- Acalma-te por favor. Uma miúda tão linda não pode chorar. – disse ele. Puxou a minha cara até os nossos olhares se cruzarem. Sorri. – Boa já consegui arrancar um sorriso. Não me chegas-te a dizer o teu nome.
- Mariana e o teu? – perguntei
- O quê, não sabes o meu nome? – perguntou-me admirado.
- Era suposto saber? – perguntei de novo.
- Não, não. Eu sou o Tom, Tom Kaulitz. – respondeu-me.
- Prazer, Tom. – estiquei-lhe a mão para um aperto de mão.
- O prazer é meu mas eu não dou apertos de mão a meninas. Por isso ou dois beijos ou nada. – disse com um sorriso maroto.
Sorri novamente e dei-lhe dois beijinhos.
- Mariana ainda não me disseste, estás bem? Ele chegou a..tu sabes? – perguntou embaraçado.
- Podes dizer Tom, violar-me. Não, não chegou, graças a ti. Não estou bem psicologicamente, mas isso vai demorar. – respondi.
- Pois, eu entendo. Eu fiz aquilo que qualquer pessoa faria, não ia deixar aquele animal fazer-te mal. – disse ele.
- Obrigado, Tom! – abracei-o mas depressa me afastei, senti-me a corar e vi que ele sorria.
- Estás à vontade, um abraço nunca fez mal a ninguém. – disse o Tom abrindo os braços e dando-me um abraço. – Mesmo que não me conheças bem, espero que saibas que podes contar comigo para tudo.
-Obrigado. Bem Tom, tenho de ir para casa este deve ter sido o pior dia da minha vida. – disse-lhe eu.
- Pensa positivo ao menos conheces-te aqui o Tom. – disse ele. – Vá levanta-te que eu levo-te a casa.
- Não é preciso Tom eu ainda sei andar. – respondi-lhe a sorrir e a limpar as lágrimas.
- Não se fala mais no assunto. Vamos?
Percebi que não ia valer a pena insistir para que não me levasse por isso segui-o novamente desta vez até ao carro do que pensei ser o motorista dele. Não percebi o porquê de em plena noite ele ter posto óculos de sol, mas não perguntei.
Chegámos a minha casa, despedi-me, agradeci por tudo, entreguei-lhe o casaco que ele me tinha emprestado para eu não ter frio e entrei em casa.
Sentia-me nojenta por isso fui tomar banho. A água caía sobre o meu corpo e sentei-me no chão do poliban. Tentava essencialmente perceber como é que o meu mundo perfeito desmoronara assim, num ápice e de uma maneira a que eu não conseguisse impedir tal catástrofe. Saí do banho e deitei-me. As lágrimas apareceram de novo no meu rosto, era inevitável, era muito recente não podia controlar. Tinha de tomar uma decisão em relação ao Zac, aquele não era o melhor momento e confesso que da maneira como eu estava não eram as melhores condições. Não conseguia dormir. Levantei-me e fui até à varanda do meu quarto. Sentei-me encostada à parede a olhar para o céu.
- Ai avô, agora é que eu precisava de ti aqui, para me ajudares. Porquê? Porquê?Comecei de novo a chorar e deitei-me no chão onde acabei por adormecer.
Devo ter acordado cerca de uma hora depois, levantei-me e deitei-me agora no conforto e quentinho da minha cama. Ajeitei-me, fechei os olhos e
adormeci num agitado e longo sono.
--

Prontos está aqui.
Não em matem por estar horrivel.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
bêatriz'

avatar

Número de Mensagens : 1406
Idade : 23
Localização : Viseu
Tokio Hotel preferido : Georg Listing, I'm Yours
Data de inscrição : 12/12/2007

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Dom 22 Jun 2008, 16:09

EU NAO TE MATO POR ESTAR HORRIVEL!! MATO-TE POR TERES PARADO!!! *-*

Podias ter feito um cap de 50 paginas Very Happy
Ta tao linda *-*
Maaaais @
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
x Danie' =) Lis' x

avatar

Número de Mensagens : 751
Idade : 24
Localização : Aveiro
Tokio Hotel preferido : Georg Listing
Data de inscrição : 03/03/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Seg 23 Jun 2008, 07:01

está taün lindah !!

Quero mais ..

ps.: desculpa o atraso !!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://daniella.hi5.com
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Seg 23 Jun 2008, 07:02

D a n i e l a escreveu:
está taün lindah !!

Quero mais ..

ps.: desculpa o atraso !!
Não tens de pedir desculpa. Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Seg 23 Jun 2008, 07:06

Horrível?!?!?!
Tá lindo!
Tu não tens noção do que é horrivel.
Mais @
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Seg 23 Jun 2008, 07:35

O Tom é um rapaz super simpatico!
Kero mais!
Sim?
Beijito!
Kuntinua
te adoro!
Voltar ao Topo Ir em baixo
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Seg 23 Jun 2008, 15:23

Capítulo 4 – O fim

Era meio-dia e eu ainda não tinha acordado, pudera tinha dormido tão mal durante a noite que agora não acordava a horas decentes.
Acordei à uma da tarde mas não me levantei, também não havia pressa pois a agência tinha-me dado uns dias de folgas por causa da morte do meu avô. Não podia ligar ás gajas porque elas tinham de trabalhar e ao Zac nem pensar. Tinha passado a noite toda a pensar e decidi que o melhor mesmo era acabar com ele por isso só faltava mesmo dizer-lho. Também não foi difícil, dirigi-me ao telemóvel e vi que tinha uma mensagem do Zac.
“ Precisamos de falar, liga-me quando acordares. De preferência sem tipos que não lavam a cabeça desde que nasceram. Beijo”Até me ri com o raio da mensagem e por momentos tive de largar o telemóvel para não o destruir de tanta raiva.
Peguei novamente nele e respondi à bendita mensagem.
Enganas-te meu caro, não vejo qualquer assunto pendente que tenha interesse mútuo. Se ele lava a cabeça não sei e também não me interessa. Como deves calcular depois do que fizeste ontem não tenho outro remédio se não acabar com a nossa relação. Sim ainda te amo mas violas-te o meu espaço e a minha vontade e eu isso não te admito, nem a ti nem a ninguém. Não me ligues, não me mandes mensagens e não ameaces ninguém por causa da minha decisão. Obrigado e até nunca”Senti-me aliviada depois deste confronto via telemóvel. É certo que ainda o amava, também não se esquece uma pessoa assim de um dia para o outro independentemente do mal que ela tenha feito. Precisava de contar aquilo a alguém então lembrei-me, o Tom. Nunca mais lhe tinha dito nada, também só passara um dia, mas sentia-me na obrigação de lhe contar visto que foi ele que me salvou. Saí de casa e dirigi-me ao hotel, era a única coisa que sabia dele além do nome. Que estava no Hotel Pestana Palace no quarto 483. Entrei no hotel e dirigi-me à recepção.
- Boa tarde, eu queria falar com o Sr. Tom Kaulitz se fosse possível. Ele está hospedado no quarto 483.
- Esse hóspede já não se encontra nas nossas instalações, partiu hoje bem cedo com os acompanhantes dele. – informou-me o recepcionista.
- Bem, é pena. Obrigado na mesma e bom tarde. – respondi.
Calma, agora eu não percebi. Então disse-me podes contar comigo para tudo mas no dia a seguir vai-se embora. Deve-se ter esquecido de dizer, é pena eu gostava de ter ficado com um contacto dele, afinal ele evitou que eu fosse violada. Whatever, time to go. Não ia ficar ali na porta do hotel feita estúpida a divagar por isso fui caminhando até casa. Próximo passo era contar as novidades às raparigas, já sabia que ia ouvir coisas do tipo “nós avisámos-te que ele não era gajo para ti”, “Ele é um canalha”. Eu até sei que elas têm razão, mas eu ainda gosto dele e custa-me a ouvir isto.
Cheguei a casa e preparei tudo para o jantar, não estava com muita cabeça por isso mandei vir umas pizzas. Ajeitei a casa para as visitas e sentei-me à espera delas.

**

Passaram-se 40 minutos e a campainha tocou.
- Hey meninas, era só um jantar comigo não eram precisos 40 minutos para se arranjarem. – gozei eu.
- Sempre lindas, minha cara. – respondeu a Rute.
- Conta lá as novidades! – pediu a Raquel.
- Informo-as já que não são boas. – respondi.
- Ui, Zac? – perguntou a Mary
- Sim, também. – respondi novamente.
- Estou curiosa. – disse a Andreia.
- Sentem-se. – pedi. Elas sentaram-se e eu comecei a contar. – Ontem o Zac pediu-me para ir ter com ele a um hotel porque teve um problema na casa dele. Eu fui e já quando lá estávamos ele levou-me ao telhado e aí.. tentou violar-me. – fui interrompida.
- O quê? – perguntou a Raquel.
- Aquele cab****! – disse a Rute.
- Gott, como é que te safaste? – perguntou a Andreia.
- Ele chegou a fazer-te mal? – perguntou a Mary.
- Calma, calma. Deixem-me continuar. Eu estava já sem camisola quando apareceu um rapaz que me ajudou. Deu um murro ao Zac e defendeu-me e depois levou-me para o quarto dele para eu me acalmar. – relatei.
- Era bom ao menos? – perguntou a Raquel. – Hey, estou a brincar.
- Por acaso era bem bom. Chama-se Tom, Tom Kaulitz. – disse eu.
- O quê? – perguntou a Raquel.
- Que foi, conheces? – perguntou a Andreia.
- Sim, Tom Kaulitz, o famoso guitarrista da boysband Tokio Hotel. É alemão e um dos rapazes mais cobiçados em todo o mundo. – explicou ela.
- Uhuh, a Mariana esteve com uma estrela internacional. – gozou a Rute.
- Agora percebo a admiração dele quando lhe perguntei o nome. Ficou com uma cara, pudera também. – respondi eu.
- Então e o Zac? – perguntou a Mary.
- Mandou-me uma mensagem ao qual eu respondi e acabei com ele.
- Nós avisámos-te, dissemos-te que ele não era de confiança. – disse a Andreia.
- Vá lá meninas, não batam mais no ceguinho, a ultima coisa que eu preciso agora é ouvir sermões. – respondi.
- Sim o que tu precisas agora é festa e da grande. Que tal logo à noite irmos para uma discoteca? – perguntou a Rute.
- Eu não estou com muita disposição. – respondi.
- Não há cá coisas minha menina, vamos todas e ponto final. – disse a Andreia.

--

Oh coiso, já sabem o que eu acho de todos os cap's. xD

Comentem.
beijinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Odeio-te - Capítulo 60 – Fim
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 17Ir à página : 1, 2, 3 ... 9 ... 17  Seguinte
 Tópicos similares
-
» A Maldição Da Bruxa Dorothy Jackie (Capítulo 2 postado!)
» Bloody Kiss {atualização 121214} Capítulo XI.
» A outra face - Tom - ÚLTIMO capítulo on!!!
» FASHION S.l.a.v.e (3° Capítulo-Nova Estagiária...)
» I'll Be Your Eyes - 3ºCapítulo -Pág. 10

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Português dos Tokio Hotel :: Acabadas-
Ir para: