InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 Odeio-te - Capítulo 60 – Fim

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16, 17  Seguinte
AutorMensagem
x Danie' =) Lis' x

avatar

Número de Mensagens : 751
Idade : 24
Localização : Aveiro
Tokio Hotel preferido : Georg Listing
Data de inscrição : 03/03/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sab 18 Out 2008, 16:50

O Bill de pensar antes de falar...
O Tom tá memo apaixonadinho pela Raquel! *.*

Posta, Posta! Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://daniella.hi5.com
Ŧ jOjUH ♥

avatar

Número de Mensagens : 150
Idade : 21
Localização : Terrinha k odeio e numa casa de doidos (casa do terror, xD)
Tokio Hotel preferido : Gustav
Data de inscrição : 04/09/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Dom 19 Out 2008, 10:35

Lindooo
Lindooo
Lindoooo
Kiss
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-pt.twilight-vampire.com/
mary anne.
Moderadores
Moderadores
avatar

Número de Mensagens : 2606
Idade : 23
Localização : under ur bed
Tokio Hotel preferido : music. ♥
Data de inscrição : 08/03/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qua 22 Out 2008, 07:57

Necessito de uma dose desta bela droga. ^-^
{sim, eu sei que sou chata. --'}
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://popthatglock.blogspot.com
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qua 22 Out 2008, 08:26

para a Mary : )

no fim do capitulo estao as roupas que as raparigas usaram

Capítulo 54 – Aniversário.

Já tinha saído da prisão há alguns dias e andava agora a preparar o plano para separar Bill de Mariana. Não o fazia porque gostava dela mas sim porque queria vingança.
Quanto a Kya, tinha sido ainda mais fácil do que pensava. Ela estava ainda mais entusiasmada do que ele e estava nesse momento à espera dela para combinarem os últimos pormenores. A campainha tocou.
- Olá Kya. Entra. – disse sorridente. Cumprimentou-a com dois beijinhos.
Tentava sempre mostrar o máximo de simpatia para a rapariga.
- Olá Zac.
- Pronta para amanha?
- Sim. Só não percebo porque não apanhamos o Bill hoje, tinha muito mais impacto e parecia mais realista.
– disse Kya.
- Porque hoje ele vai estar atulhado de seguranças Kya. Ia ser dificílimo.
- Zac tens competências suficientes para te fazeres passar por segurança, mas okay. Então amanha montamos vigia à casa dos Kaulitz, certo?
- Sim. Depois é só levar o Bill para o tal sítio que já vimos e tirar as fotos.
- Okay. Vamos a isso então.

**

Hoje era o dia de anos dos gémeos. Andava tudo num alvoroço enorme lá em casa, porque o Bill e o Tom queriam que jantássemos com a mãe e o padrasto deles e eu estava totalmente em pânico. A Raquel não estava melhor, não parava quieta só a roer as unhas e o Tom só se ria.
- Já te disse que a minha mãe não morde ninguém. – disse ele a rir.
Ela olhou para ele e continuou a andar deixando o Tom a rir às gargalhadas.
Eu andava preocupada, mas nada de exagerado, porque afinal a Dona Simone devia ser parecida com os gémeos e eles são bastante simpáticos e hospitaleiros.
Estava no meu quarto a tentar escolher o que vestir nessa noite no jantar e na festa. Acabei por me decidir, alisei o cabelo e fiz um penteado diferente.
**
Estava na hora de irmos para casa dos gémeos, quer dizer eles é que vinham ter connosco e depois íamos todos. Eu tinha comprado outra coisa ao Bill, uma coisa só minha, só nossa. Já tinha visto os vestidos que as raparigas iam usar, mas nenhuma tinha visto o meu, talvez por ser relativamente novo. Demorei um pouco mais por causa do cabelo e do penteado que decidi fazer e só conseguia ouvir resmungos do pessoal que me esperava na sala. Peguei na minha mala e saí do quarto. Os 9 pares de olhos vidraram-se em mim e eu senti-me incomodada.
- Eu sabia que o raio do vestido era exagerado. Esperem só mais um bocado que eu mudo para outro mais discreto. – disse eu.
- Cala-te, vais mudar para quê? Estás.. – disse a Rute.
- Podre de boa. – continuou o Tom. – Se eu não tivesse namorada e tu não fosses namorada do meu irmão ias ver ias. Mas esclarecemos aqui e já que por muito bonitas que estejam todas a minha namorada vai ser sempre a mais bonita.
Rimo-nos todos e ele passou o braço pela cintura da Raquel.
- Com isto tudo nem vos dei os parabéns. – dirigi-me ao Tom e abracei-o e depois dei um beijo ao Bill.
- Obrigado.
- Só vejo uma coisa má nesse vestido Sis’.
– disse o Tom. – É difícil de tirar. Desejo-te sorte Bill.
- Tom!
– berrei super corada.
O meu vestido era preto de um tecido estranho que parecia borracha, tinha calçados uns tacões igualmente pretos. A Andreia tinha um vestido branco muito simples mas que se sobressaía bastante na pele morena dela e uns saltos altos brancos também. O vestido da Rute era preto com riscas brancas, bastante moderno e tinha umas botas até ao tornozelo pretas. A Mary ia de azul, com um vestido curto assim como as outras e com uns sapatos de salto dourados.
Depois de tudo pronto seguimos para a limusina que nos esperava para nos levar.
- A tua mãe vai achar-me uma desavergonhada. – sussurrei para o Bill que ia sentado ao meu lado.
- A minha mãe vai achar que tu enches as medidas do filho dela. – brincou Bill.
- Segundo o teu irmão encho as tuas e do teus amigos todos. Olha que coisa linda. – resmunguei,
- Coisa linda és tu, amor. – riu-se. – A minha mãe sabe tudo sobre nós meu anjo, ela nunca te conheceu mas sempre demonstrou bastante agrado pela nossa relação. Eu sou capaz de jurar que ela te vai perguntar onde compraste o vestido.
- Eu só quero é que ela goste de mim.
– disse.
- E ela vai adorar-te porque para além de seres a pessoa fantástica que és, és a minha alma gémea. – disse ele.
- Oh Bill, nunca me tinhas dito isso. – beijei-o.– Tu também és a minha.Fomos para casa dos gémeos e a Simone e o Gordon já estavam lá.
- Mãe, já chegámos. – disse o Bill.
Simone e Gordon apareceram na sala com grandes sorrisos. Foram feitas as devidas apresentações e depois fomos jantar.
- Mariana gosto imenso do teu vestido, compraste-o onde? – perguntou Simone.
O Bill desmanchou-se a rir e eu corei.
- Estás tão corada porquê? – perguntou Gordon
- A Mariana pensava que a mãe a ia achar uma desavergonhada por causa do vestido. – disse Bill ainda a rir.
- Oh minha querida, não tens de ter esses problemas comigo. O que é bom é para se ver. – disse Simone provocando uma risada geral.
- Obrigado Dona Simone. – respondi.
- Oh trata-nos por tu, Mariana. – pediu Gordon.
O jantar correu muito bem depois daquela risada e quando estava quase na hora de irmos os rapazes foram mudar de roupas. O Tom dentro do seu estilo apareceu bastante bonito, em tons de branco e o Bill em tons de preto dentro do seu estilo também. Assim que eles ficaram prontos fomos todos, incluindo a Simone e o Gordon na limusina para o bar do Andreas.
___

Mariana
Spoiler:
 

Raquel
Spoiler:
 

Andreia
Spoiler:
 

Mary
Spoiler:
 

Rute
Spoiler:
 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
- PinkCookieMonster.

avatar

Número de Mensagens : 976
Idade : 21
Localização : Pegões(terra n popular)
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz <3
Data de inscrição : 09/07/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qua 22 Out 2008, 08:43

Eu vou.me ao Zac e 'a Kya! Ò.ó
Eu não quero que a Mariana e o Bill se zanguem T_T

OMG!!! O.O
Adoro o vestido da Mariana e da Rute! +.+

O Tom sai 'a Simone!
Atrevido u.u
Citação :
- Podre de boa. – continuou o Tom. – Se eu não tivesse namorada e tu não fosses namorada do meu irmão ias ver ias. Mas esclarecemos aqui e já que por muito bonitas que estejam todas a minha namorada vai ser sempre a mais bonita.

O que vale é que ele gosta muito da Rute! +.+
E eu ainda não me esqueci da conversa do casamento! Cool

O Bill continua aquele namorado que toda a gente quer!Don't kill me x'D

Resumindo e concluindo...odeio esta expressão -.-' Quero mais! :3
Beijo*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://akelaines.hi5.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qua 22 Out 2008, 09:11

Citação :
- Só vejo uma coisa má nesse vestido Sis’. – disse o Tom. – É difícil de tirar. Desejo-te sorte Bill.

Tens noção do que eu me escangalhei a rir com esta frase ?!
É que ... Enfim ...
Oh gott !
regressando ao pricipio u.u
Ai daquele Zac e daquela peg* da Kya que façam alguma coisa òó
Eu vou lá e enforco-os :N

mais *-*
Beijinhoo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
mary anne.
Moderadores
Moderadores
avatar

Número de Mensagens : 2606
Idade : 23
Localização : under ur bed
Tokio Hotel preferido : music. &#9829;
Data de inscrição : 08/03/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qua 22 Out 2008, 09:29

*w*
És um anjo, sabias?


{agora era aquela parte em que eu cantava os parabéns, mas fica para o próximo. (aa)}


Citação :
- Sim. Depois é só levar o Bill para o tal sítio que já vimos e tirar as fotos.
Posso decapitar, desmembrar e queimar cada pedaço do corpo do Zac? ^-^
eunãotenhotendênciasassassínas.


Citação :
A Raquel não estava melhor, não parava quieta só a roer as unhas e o Tom só se ria.
Olha, outra que deu cabo das unhas por causa do nervosismo. ;-;

Citação :
- Já te disse que a minha mãe não morde ninguém. – disse ele a rir.
Sabes lá se ela não é uma vampira! Cool

Citação :
Os 9 pares de olhos vidraram-se em mim e eu senti-me incomodada.
& agora fica aquele silêncio cortante, olhos esbugalhados, queixo caido, até que se ouve um daqueles assobios de grandeza. E vai tudo a correr para perto da Mariana (imagina uma moche) para admirar de perto a sua beleza e coscuvelhar feitos putos. 8D
{asério, não ligues aos meus descuidos. x_x}


Citação :
- Podre de boa. – continuou o Tom. – Se eu não tivesse namorada e tu não fosses namorada do meu irmão ias ver ias. Mas esclarecemos aqui e já que por muito bonitas que estejam todas a minha namorada vai ser sempre a mais bonita.
Isto só podia vir do Mr. Tom. 8D
Ó Rute, és uma mulher sortuda.


Citação :
- Com isto tudo nem vos dei os parabéns. – dirigi-me ao Tom e abracei-o e depois dei um beijo ao Bill.
PARABÉNS A VOCÊ, (...)
*cof cof*


Citação :
- Só vejo uma coisa má nesse vestido Sis’. – disse o Tom. – É difícil de tirar. Desejo-te sorte Bill.
Outra coisa que só podia vir do Tom. Ele é perito em deixar as pessoas tremendamente embaraçadas. ^-^
O Bill tem unhas, filho. Não servem só para arranhar. 8D


Citação :
Simone e Gordon apareceram na sala com grandes sorrisos. Foram feitas as devidas apresentações e depois fomos jantar.
CARLISLE&ESME. *O*
A Sô Dona Simone deve ser tão simpática. {:
E não me importava nada de conhecer o Gordon, amante de música. *-*


Citação :
Assim que eles ficaram prontos fomos todos, incluindo a Simone e o Gordon na limusina para o bar do Andreas.
And then, the real party begins. PARTY! *-*

Estou demasiado ansiosa para saber o que vai acontecer na festa.
& obrigada por postares. *w*
Gostei tanto deste capítulo!
moremoremore.

heart. (
L'
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://popthatglock.blogspot.com
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qui 23 Out 2008, 15:55

Boas noiteees.
Deixo aqui o Sr. 55 : )

Capítulo 55 – Sala privada.

A noite já ia avançada. Quando chegámos à entrada da discoteca havia montes e montes de fotógrafos já para não falar de fãs dos Tokio Hotel. Eles foram como sempre bastante cordiais e simpáticos e distribuíram alguns autógrafos e depois vieram ter connosco dentro do edifício. Agora já andávamos todos mais animados.
Eu estava à conversa com a Simone enquanto observava o Bill que me olhava e brincava com o pircing. Sorri-lhe.
- Achas não achas minhas querida? – perguntou Simone.
- Acho sim. Eu vou ali ter com o Bill, até já Simone. – despedi-me dela e fui andando em direcção ao Bill.
Ele andava também na minha direcção com um sorriso bastante provocador.
- Estava com saudades tuas. – disse para o meu pescoço enquanto o beijava.
- E por isso agarraste-te à garrafa de vodka. – gozei.
- Ela é boa, mas nada que chega aos teus calcanhares. – gozou também.
O Gustav fez-me sinal, queria dizer então que iam começar a dar as prendas aos gémeos.
Eles dirigiram-se para uma mesa onde tinha todos os presentes e foram abrindo e mostrando.
O Tom fartou-se de receber embalagens de preservativos.
- Vê pelo lado positivo Raquel, nos próximos meses podem gastar o stock à vontade que ele ainda vai durar imenso. – gozou a Rute.
Rimo-nos todas.
Chegou à altura de lhes darmos a nossa prenda. Obrigámos os gémeos a sentarem-se numas cadeiras viradas para uma tela onde iam ser projectadas as imagens do filme que fizemos. A primeira coisa que apareceu no filme fomos nós, que saímos do chão do palco e começámos a dançar. Ouviram-se logo uns assobios.
- Hey então, elas são comprometidas. – resmungou o Tom fazendo toda a gente rir.
Depois do filme da dança começou a tocar a In die Nacht cantada por mim, enquanto passavam umas fotografias e os tais desenhos que fizemos sobre as nossas vidas com os gémeos. Estava toda a gente embevecida a olhar para aquilo e eu vi o Tom a começar a chorar. Ele estava realmente com uma carinha super fofa e comovida a olhar para a tela. Quando acabou eles levantaram-se das cadeiras e enquanto as pessoas batiam palmas demos um enorme abraço de grupo, e aí sim o Bill e o Tom estavam a chorar.
- Se vocês se lembrarem de contar a alguém que me fizeram chorar, juro-vos que não ficam cá para o repetir. – avisou o Tom.
Dei novamente os parabéns aos gémeos e depois o Bill ficou comigo.
- Há aqui algum sitio mais calmo? Tenho uma coisa para te dar. – disse ao ouvido dele.
Ele sorriu-me e pegou-me pela mão e levou-me para uma espécie de sala privada. Entrámos e ele trancou a porta para não sermos interrompidos. Assim que metemos um pé dentro da sala o Bill agarrou-me por trás e começou a beijar-me o pescoço e a zona perto dos ouvidos.
- Foi o melhor presente que já me deram. – disse.
- Como se eu ainda nem te dei o meu presente? – perguntei carregando no meu.
Ele olhou-me com uma cara estranha e eu peguei na minha bolsa e tirei de lá uma caixinha. Entreguei-lha.
- É uma mariquice eu sei, mas eu não sabia bem o que te dar e achei que algo que se identificasse com os dois era perfeito. Espero é ter acertado na escolha.
Era um colar que tinha um B e o M, com alguns símbolos nossos, como um ursinho que simbolizava as gomas, um chocolate que simbolizava o pircing do Bill e um coração que simbolizava tudo aquilo que nos unia.
- Não podias ter escolhido melhor amor. – assim que disse isto beijou-me carinhosamente e pegou-me ao colo deitando-me sobre um sofá que lá havia. Deitou-se em cima de mim e continuou a beijar-me mais fogosamente. – Que me dizes a darmos uma verdadeira utilização a este sofá e estrear a salinha ahm?
- Excelente ideia. – respondi.
Ele riu-se e beijou-me novamente. Tentou tirar-me o vestido e não conseguiu.
- O Tom tinha razão, esta merda é dificílima de tirar. – resmungou.
Eu ri-me e levantei-me para tirar o vestido e deitei-me por cima dele depois. As peças de roupa foram desaparecendo, muito rapidamente, visto o estado de ansiedade em que nos encontrávamos. Digamos que com a quantidade de álcool que tínhamos no sangue, fomos um pouco menos desinibidos e mais perversos, mas não deixou de ser mais uma vez a nossa união perfeita.
O Bill deitou-se exausto ao meu lado e abraçou-me, nunca deixando de me beijar os ombros.
- Já nem amo-te chega para dizer aquilo que sinto por ti. – disse ele.
- Bill. – suspirei
- Mariana, a partir de amanha, se quiseres claro, toda a gente deste mundo vai saber que tu és a minha namorada. Não faz mais sentido isto, não depois de tudo o que já vivemos juntos. Não quero esconder a minha felicidade de ninguém.
- Acho que agora já é uma boa altura para contarmos.

A festa continuou até bastante tarde e deviam ser umas 6 da manha quando chegámos ao estúdio dos Tokio. Assim que entrámos, deitámo-nos de qualquer maneira em cima dos sofás e lá ficámos até acordar novamente.
___

5!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
catz.
Moderadores
Moderadores
avatar

Número de Mensagens : 4511
Idade : 22
Localização : candyland.
Tokio Hotel preferido : georg e tom.
Data de inscrição : 20/08/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qui 23 Out 2008, 15:57

Que flofy *-*
Ai Mariana , esta mesmo bonito *-*
Bonito nao, perfeito!

Quero mais rapidinho!!
Tou viciada Very Happy

Beijinhoooo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 24 Out 2008, 12:15

E o Tom chorou !
Ai qe emoção *-*
mais mais *-*
Beijinhoo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
cat

avatar

Número de Mensagens : 2743
Idade : 22
Tokio Hotel preferido : everyone
Data de inscrição : 11/12/2007

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 24 Out 2008, 13:45

Desculpa o atraso $:

Gostei dos capitulos todos que me faltavam x]
Bem, neste capitulo a coisa aqueçeu, e bemm Cool adoreii <3

Queroo mais @
Tipo, tá quase a acabar? T_T que pena, a fic está mesmo perfeita possas x]

Mais, já òó
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mary anne.
Moderadores
Moderadores
avatar

Número de Mensagens : 2606
Idade : 23
Localização : under ur bed
Tokio Hotel preferido : music. &#9829;
Data de inscrição : 08/03/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 24 Out 2008, 15:14

Desculpa. ;-;
Eu ontem não comentei porque esqueci-me que tinha um trabalho de inglês para fazer. Embarassed

E aqui vai:
PARABÉNS A VOCÊ, NESTA DATA QUERIDA. MUITAS FELICIDADES, MUITOS ANOS DE VIDA. (...)
O resto já vocês sabem. (a)

Citação :
Agora já andávamos todos mais animados.
Animados? Alegres? Vocês não perdem tempo. 8D

Citação :
Eu estava à conversa com a Simone enquanto observava o Bill que me olhava e brincava com o pircing.
O Bill é como o Edward. {UM LEÃO. *w*} They both dazzle people. And they don't know about that. u.u

Prova A:
Citação :
Ele andava também na minha direcção com um sorriso bastante provocador.
Sorriso, olhos, dentes, cabelo, nariz, tronco, membros, {traseiro&pila. (aa)}... todo o corpo do Bill é provocante. Cool

Prova B:
Citação :
- Estava com saudades tuas. – disse para o meu pescoço enquanto o beijava.
Tens um pescoço apetecível. *w*

Citação :
- E por isso agarraste-te à garrafa de vodka. – gozei.
VODKA. *w* Dá a mim,. {baba}

Citação :
O Tom fartou-se de receber embalagens de preservativos.
Conhecem tão bem o Tom. (a)

Citação :
Estava toda a gente embevecida a olhar para aquilo e eu vi o Tom a começar a chorar.
Para fazerem o Tom chorar, o Sr. Insensível, quer dizer que a prenda estava magnífica. :')

Citação :
Quando acabou eles levantaram-se das cadeiras e enquanto as pessoas batiam palmas demos um enorme abraço de grupo, e aí sim o Bill e o Tom estavam a chorar.
Outro que se juntou. *o* But he's a lil' diva, so... okay. 8D
GROUP HUG {MOCHEEEE}!

Citação :
- Se vocês se lembrarem de contar a alguém que me fizeram chorar, juro-vos que não ficam cá para o repetir. – avisou o Tom.
Eu vou contar a toda a gente. O grande Tom Kaulitz a chorar. 8DD
Ó, espera, o Bill já fez isso. --'

Citação :
Assim que metemos um pé dentro da sala o Bill agarrou-me por trás e começou a beijar-me o pescoço e a zona perto dos ouvidos.
exctingexcitingexciting. (8

Citação :
Era um colar que tinha um B e o M, com alguns símbolos nossos, como um ursinho que simbolizava as gomas, um chocolate que simbolizava o pircing do Bill e um coração que simbolizava tudo aquilo que nos unia.
A Mariana é uma pessoa tão querida. *-*

Citação :
Deitou-se em cima de mim e continuou a beijar-me mais fogosamente.
Olha a Prova C. 8D
Além de deslumbrante e provocante, é excitante. u.u
{yó, eu já disse isto. ^^'}

Citação :
– Que me dizes a darmos uma verdadeira utilização a este sofá e estrear a salinha ahm?
Olha o Kaulitz Jr. a assemelhar-se mais ao irmão. *-*

Citação :
- O Tom tinha razão, esta merda é dificílima de tirar. – resmungou.
Bah! Homens. --' E eu que te defendi. oO


Citação :
Eu ri-me e levantei-me para tirar o vestido e deitei-me por cima dele depois. As peças de roupa foram desaparecendo, muito rapidamente, visto o estado de ansiedade em que nos encontrávamos. Digamos que com a quantidade de álcool que tínhamos no sangue, fomos um pouco menos desinibidos e mais perversos, mas não deixou de ser mais uma vez a nossa união perfeita.
O Bill deitou-se exausto ao meu lado e abraçou-me, nunca deixando de me beijar os ombros.
E assim nasceram {mais} dois sexholics. *O*

Citação :
A festa continuou até bastante tarde e deviam ser umas 6 da manha quando chegámos ao estúdio dos Tokio.
Agora só faltava um directa repleta de body shot's, alcool, strip poker & strip matrequilhos. 8D
eutambémnãosoutaradanemnadaquesepareça. ^-^

Não é preciso dizer que estou terrivelmente ansiosa pelo próximo, pois não?
& peço desculpa pelo comentário de merda.

<3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://popthatglock.blogspot.com
megan.

avatar

Número de Mensagens : 19
Idade : 23
Localização : montije.
Tokio Hotel preferido : Tom ♥
Data de inscrição : 10/06/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Dom 26 Out 2008, 08:07

Eu ando a acompanhar esta FANFIC, num outro forum :]
E esta simplesmente perfeita +.+
Gosh, posta mais, Marianinha :']
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
x Danie' =) Lis' x

avatar

Número de Mensagens : 751
Idade : 24
Localização : Aveiro
Tokio Hotel preferido : Georg Listing
Data de inscrição : 03/03/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Dom 26 Out 2008, 11:02

OMG isto tá excelente!!
Bá.. maisss
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://daniella.hi5.com
Sathi Kaulitz

avatar

Número de Mensagens : 217
Idade : 23
Localização : Na escola...com o Bill!!
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 08/02/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Ter 28 Out 2008, 11:48

Demorei 2 dias a ler a fic todinha mas consegui =D

Tá tao lindaaaaa.

Gostava de ver o Tom a chorar Cool

POSTA MAISSSSSSSS =D
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
- PinkCookieMonster.

avatar

Número de Mensagens : 976
Idade : 21
Localização : Pegões(terra n popular)
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz <3
Data de inscrição : 09/07/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qua 29 Out 2008, 09:57

Quem me dera ter visto o Tom a chorar! x'D
Caixas de preservas?...O Tom gostou! Cool
A Mariana tem bom gosto! Chocolate! *baba*
A união perfeita +.+ Que fofinhos!
Quero mais! :'3

Beijo**
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://akelaines.hi5.com
cat

avatar

Número de Mensagens : 2743
Idade : 22
Tokio Hotel preferido : everyone
Data de inscrição : 11/12/2007

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qui 30 Out 2008, 11:12

Quero mais ;_;
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mary anne.
Moderadores
Moderadores
avatar

Número de Mensagens : 2606
Idade : 23
Localização : under ur bed
Tokio Hotel preferido : music. &#9829;
Data de inscrição : 08/03/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qui 30 Out 2008, 16:35

Quando é que postas? ._.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://popthatglock.blogspot.com
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qui 30 Out 2008, 16:36

Mary Ann. escreveu:
Quando é que postas? ._.

Daki a nada.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
mary anne.
Moderadores
Moderadores
avatar

Número de Mensagens : 2606
Idade : 23
Localização : under ur bed
Tokio Hotel preferido : music. &#9829;
Data de inscrição : 08/03/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qui 30 Out 2008, 16:42

MaRianinhA escreveu:
Mary Ann. escreveu:
Quando é que postas? ._.

Daki a nada.
super. {:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://popthatglock.blogspot.com
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qui 30 Out 2008, 17:08

Aqui está ele.

Capítulo 56 – Rapto.

Acordou cheio de dores de cabeça e demorou cerca de dois minutos a habituar-se à luz do sol que entrava pelas janelas.
- Preciso de um cigarro. – disse para ninguém, já que todos daquela sala dormiam.
Pegou num cigarro de um dos maços que se encontrava em cima da mesa e saiu de casa.
Puxava o fumo e libertava-o lentamente, acabou o cigarro tão depressa quanto o começou e levantou-se para entrar dentro do estúdio mas algo o impediu. Um intenso cheiro fez-se sentir e não tardaram 10 segundos a inalar o tal produto para desmaiar.
Kya sorriu, o primeiro objectivo do seu plano com Zac estava comprido.
Tinha o Bill Kaulitz inanimado nos seus braços e só precisava de o levar para o esconderijo onde o companheiro a esperava.
Arrastou o corpo magro pela rua e enfiou-o dentro da mala da carrinha. Assim que se desfez do seu peso, bufou de cansaço. Podia parecer magrinho mas Bill era mais pesado do que aparentava ser.
Dirigiu-se ao lugar do condutor e ligou o carro, guiando-o até ao local combinado.
Não demorou muito tempo a lá chegar e assim que chegou chamou Zac para ele carregar Bill para dentro do edifício.
- Bom trabalho Kya. Agora só temos de esperar até amanha para chamar cá a rapariga das fotos. -congratulou Zac.
- Só amanha? Assim vão dar pela falta dele Zac. – resmungou Kya.
- E têm de dar, para desconfiarem de que se passou alguma coisa. Não stresses, tenho tudo controlado.
- Okay.


**

Acordei e reparei que ainda ninguém tinha acordado, Bill também não estava na sala. Dei a volta à casa e ele não estava em lado nenhum, nem dentro nem fora. Sentia um desconforto na barriga, mas pensei ser da ressaca com que estava.
Aos poucos e poucos todos foram acordando e todos perguntavam por Bill. Começava a achar estranho aquele desaparecimento repentino, ligámos para o telemóvel dele, mas ninguém atendia. Sentia já Tom bastante desconfortável com a situação e pedi a Deus que não se passasse nada.
Tom e Georg saíram do estúdio para ir a casa dos rapazes para ver se Bill se encontrava lá e eu liguei para Simone. Ninguém sabia dele.
Passámos o dia todo a tentar falar com o Bill, a tentar contactá-lo, mas ele nada dizia, não respondia a nada.
Retirei-me da sala, onde todos tentávamos perceber onde raio o rapaz se tinha metido e fui para a sala de gravações.
- Mas onde é que tu andas amor? – perguntei enquanto olhava pela janela.
- Ele vai aparecer. – disse Andreas.
- Estou com um mau pressentimento. – respondi-lhe.
- O Tom foi telefonar para a policia, mesmo não tendo acontecendo nada de mal, o Bill é uma estrela, não pode andar por aí assim. – explicou tentando não me assustar.
Em menos de dez minutos a policia estava por nossa casa, tentando perceber algum tipo de coisa sobre o desaparecimento de Bill. Eu olhava também para todos os lados em busca de uma pista, um sinal de que algo estava mal, que me pudesse dizer onde estava Bill. Reparei numa coisa.
- Um cigarro. – apontei para o chão. – É dos do Bill.
Um agente veio logo com uma luva apanhar o cigarro.
- Leva isso para o laboratório e depois manda-me os resultados. – ordenou um dos policias.
- Senhor guarda o Bill nunca deixa os cigarros no chão, ele é contra a poluição. – explicitou Tom. – Daí o facto de estar um cigarro aí ser estranho.
- Isso é capaz de nos ajudar.

**

Estávamos todos em casa com os polícias lá quando um deles recebe um telefonema.
- Pois era o que eu temia. – disse ele depois de lhe terem transmitido algo. – Tragam todo o material, provavelmente vamos ser contactados em breve.
Desligou a chamada a fitou-nos com um olhar sério.
- Passa-se alguma coisa? – perguntou Gustav.
- Presumo que sim e nada boa. – fez uma pausa. – Bem, tenho fortes suspeitas de que o Bill tenha sido raptado. Para além do cigarro que encontrámos no chão e que pelos vistos é estranho da parte do Bill encontrámos ainda um liquido no chão, depois das análises concluímos que é um liquido que faz com que as pessoas adormeçam rapidamente depois de cheirarem o produto.
O Tom caiu de imediato no sofá, sem reacção. Estava muito branco e as lágrimas começaram a escorrer pela cara dele.
- Porque é que ainda não fomos contactados? – perguntou.
- Penso que o raptor estará a dar tempo, mas vai de certo fazê-lo. Por isso se me derem autorização, vamos montar aqui o equipamento necessário para se for efectuada alguma chama ser reconhecida e ouvida por especialistas. Preciso que me dêem autorização também para ficar com alguns homens aqui em casa, visto que não sabemos quando nos vão contactar. – olhou-nos com os olhos revoltados. – Mas suponho que seja melhor dizer-vos que não tenho 100% de certezas de que nos vão telefonar a pedir um resgate, porque pode acontecer que o Bill seja mesmo aquilo que querem.
- Obrigado pela sinceridade.
– respondi ironicamente. Sentei-me junto de Tom e abracei-o. – Ele está bem, não está Tom?
- Não consigo sentir Mariana. Estou em choque, mas suponho que se algo de mal lhe tivesse acontecido eu sentiria independentemente do estado de pavor em que me encontrasse.
- Só nos resta esperar.


**
Estavam sentados numas cadeiras que haviam no armazém, Zac lia uma revista e Kya mirava Bill.
- Como é que vamos fazer quando ele acordar? Quer dizer se ele nos vir vai saber que isto é uma emboscada e vai contar a verdade quando o libertarmos. – lembrou Kya.
- Eu vou dar-lhe umas cenas leves para ele só acordar daqui a umas valentes horas. - Levantou-se e implantou em Bill um liquido através de uma seringa. – Assim vai ser mais fácil.
____

4!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
- PinkCookieMonster.

avatar

Número de Mensagens : 976
Idade : 21
Localização : Pegões(terra n popular)
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz <3
Data de inscrição : 09/07/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qui 30 Out 2008, 17:22

Começou o plano! T_T
Eles têm de salvar o Bill1 =D

4 CAPS? O.O
Não! T_T
Esta fic NÃO PODE ACABAR! T_T
Eu amo isto! +.+

Masposta lá o próximo! :3
Beijo*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://akelaines.hi5.com
x Danie' =) Lis' x

avatar

Número de Mensagens : 751
Idade : 24
Localização : Aveiro
Tokio Hotel preferido : Georg Listing
Data de inscrição : 03/03/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Qui 30 Out 2008, 18:10

Aiii
O.o
O pano tá em marcha!!
Mas bai tudo sair ao lado!
Eu sei que bai!
4? Nein!
Posta maissss
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://daniella.hi5.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Sex 31 Out 2008, 08:08

Mén's O.O
Coitado do Bill ! O.O'
Mais «3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   Dom 02 Nov 2008, 06:24

Capítulo 57 – Notícias

Mal dormi nesse dia, estava extremamente angustiada pelo facto de não haver qualquer tipo de notícia em relação a Bill. Pior que saber que ele não estava ali era saber que quem o tinha não parecia querer pedir qualquer tipo de coisa em troca para o devolver. Relembrei todos aqueles filmes estúpidos que tinha visto, agora de nada me serviam, sentia-me totalmente incapacitada, como um pássaro que não pode voar, uma criança que não pode correr, pior de tudo senti que me tinham tirado mais de metade da minha vida. Pensava também na quantidade de fãs excessivamente malucas por eles, que podiam ter descoberto a minha relação com ele e que agora o quisessem tirar de mim, mesmo que à força. Todos os meus pensamentos tinha uma coisa em comum, eu. Por qualquer que fosse a razão desaparecimento do Bill eu sabia que era por minha causa.
As lágrimas que até aí tinham ficado retidas nos olhos caiam agora rapidamente, nem chegando a atravessar a minha face, caiam directamente nas minhas mãos.
Estava silêncio, ouvia-se apenas o barulho do teclado quando pressionado pelo agente que estava atrás do monitor do computador. O silencio foi interrompido pelo meu telemóvel. Corri para o atender.
- É o Bill! – guinchei.
- Não atenda já, espero só um bocadinho. – o agente carregou num botão. – Ninguém faça barulho. Atenda agora.
- Bill? Bill, tu estás bem?
– perguntei logo.
- Hello gorgeous, e daqui não fala propriamente o Bill. – disse uma voz.
Todos ouvíamos naquela sala o telefonema em voz alta.
- Zac. Como é que eu não imaginei logo? – perguntei secamente.
- Talvez porque tenhas acreditado no Zac arrependido que foste visitar à prisão, és tão ingénua babe.
- Não testes a minha paciência. O que queres do Bill, onde é que ele está e o que queres e troca para o trazer imediatamente para o sitio de onde o levaste?
- Calma, calma. Estás demasiado nervosa. Uma perguntinha de cada vez. – gozou.
- Como está o Bill?
- A dormir, por agora.
- O que queres para o trazer de volta? – perguntei.
- Nada, espero bem que percebas desde já que não está aqui nada negociável, não vais ter o Bill novamente. Certamente esperavas que eu te dissesse que o devolveria se tu voltasses para mim mas já não despertas qualquer tipo de interesse em mim. E agora tu perguntas porque é que eu estou a fazer isto.
- Já que estamos numa de confissões. – ironizei.
- Já que nunca consegui acabar aquilo que queria contigo agora vou fazer-te sofrer. Não iria conseguir magoar-te a ti própria porque andas sempre cheia de gente perto de ti, então porque não acabar com aquilo que te é mais precioso agora. Eu vou matá-lo, única e exclusivamente para te ver sofrer.
- Sacana. Zac, pensa bem, eu faço qualquer coisa. - Não. Se te portares bem ainda te deixo vê-lo, amanha. Mas nada de policia minha querida se não o Bill vai morrer ainda mais lenta e sofredoramente do que aquilo que imaginei.
- Como quiseres.
- Voltarás a ter noticia minhas.
Desligou.
Atirei com o telemóvel para cima do sofá e chorei ainda mais histericamente do que à minutos atrás.
- Cabrão. – gritou o Tom. – Vocês têm de fazer alguma coisa, ele é perigosíssimo.
Acabámos por contar todo o passado que tínhamos com o Zac, eles anotaram tudo e telefonaram para a esquadra tentando falar com o agente que ficou responsável pelo caso de tentativa de violação de que Zac fora acusado. O tal agente foi posto ocorrente de toda a situação e agora vinha também juntar-se a nós.
Chorei e chorei, gritei vezes sem conta que a culpa de tudo aquilo era minha, que o Bill estava nas mãos daquele louco porque eu me tinha metido no meio da vida dele. Desejei estar eu a sofrer no ligar de Bill e ele com uma namorada que não lhe arranjasse este tipo de conflitos.

**
Tinha acabado de chegar ao armazém mas ao ouvir Zac falar aquietou-se atrás de um bloco de cimento para o poder ouvir sem ser vista.
Ouviu toda a conversa que ele teve, provavelmente com Mariana, percebeu agora que tinha sido enganada, que ele queria só matar o Bill, nunca existira nenhuma rapariga que iria tirar a foto para incriminar Bill, tudo um plano, uma encenação, uma farsa da pessoa que julgava agora a mais terrível à face da terra. Tentou pensar rapidamente assim que se apercebeu que o telefonema estava prestes a acabar, não iria compactuar com este plano maléfico para matar o seu ídolo, não era isso que queria, nunca foi. Apercebeu-se que tinha sido egoísta ao querer separar Bill de Mariana e que a culpa era dela também. Armou um plano nos escassos minutos que lhe foram dados para tal, não era perfeito, mas era tão atabalhoado que poderia resultar. Espero alguns minutos até ao final do telefonema e deu finalmente ar de si, mostrando a sua presença com um clarear de voz.
- Olá Zac, como está o nosso adormecido? – perguntou contente, teria de conseguir representar muito bem e ultrapassar a vontade que tinha de bater em Zac.
- Está tu bem, consegues pôr-lhe um pouco mais daquele liquido que lhe pus ontem? Vou precisar que fique a dormir mais tempo para ir buscar a modelo.
- Claro. – virou costas e pegou na seringa que estava ao lado da cama onde Bill se encontrava. Preparava-se para administrar o liquido na colcha, pois precisaria de Bill acordado, mas foi agarrada e amarrada. – Hey, estás-te a passar?
- Não, mas a partir de agora vais ficar quietinha. Passa para cá o telemóvel.
– ordenou.
Deu-lhe o telemóvel algo contrariada e tentou por um rosto de curiosidade para que Zac pensasse que ela não sabia de nada.
- O que é que se passa aqui?
- Mais cedo ou mais tarde vais perceber.
– garantiu. Depois saiu pela porta.
____
3!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Odeio-te - Capítulo 60 – Fim   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Odeio-te - Capítulo 60 – Fim
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 15 de 17Ir à página : Anterior  1 ... 9 ... 14, 15, 16, 17  Seguinte
 Tópicos similares
-
» A Maldição Da Bruxa Dorothy Jackie (Capítulo 2 postado!)
» Bloody Kiss {atualização 121214} Capítulo XI.
» A outra face - Tom - ÚLTIMO capítulo on!!!
» FASHION S.l.a.v.e (3° Capítulo-Nova Estagiária...)
» I'll Be Your Eyes - 3ºCapítulo -Pág. 10

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Português dos Tokio Hotel :: Acabadas-
Ir para: