InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 Like an Angel - 15º Capítulo # Último #

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
AutorMensagem
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Ter 15 Jul 2008, 10:57

A fic:


Titulo: Like an Angel
Autor: KaulitXinha
Género: Magia/Romance

Pequena introdução:



Tudo começou no dia do seu aniversário, quando comemorava os seus 16 anos, e lhe foi oferecido um fio com uma Lua Crescente azul. Ao início, aquele fio é-lhe familiar, mas depois, descobre de onde o conhece. É uma rapariga diferente das outras: tem os olhos roxos! Já perguntou á sua mãe o porquê daquela anormalidade, mas a mãe nunca lhe disse. Vai viver muitas aventuras ao lado dos seus melhores amigos Tom e Bill, que se conhecem desde a infância. Vai tornar-se muito amiga de uma gata chamada Star.

KaulitXinha diz:


“Bom…como já viram e muito bem, esta fic vai ser diferente daquilo que eu tenho escrito: vai ser de magia. Um dia, estava eu a ver uns desenhos animados na televisão com o meu irmão, e deu-me assim um vaipe para escrever destas coisas! Também tive alguma inspiração de uma música que adoro: Angels da Within Temptation. Bom…resta-me pedir para que leiam (se gostarem de magia) a minha fic…beijos! ^^”

_______________

agora só espero ter leitores...
se tiver um numero de leitores suficiente posto as personagens...
se não tiver logo se vê...
mas eu acredito que sim...que há gente que quieira ler...
ou não...
bjO*


Última edição por Kat Sii ! em Ter 09 Set 2008, 05:32, editado 17 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Qua 16 Jul 2008, 12:02

Olá!
Aqui ficam as personagens! ^^
bjO*


As Personagens:

Nome: Cátia
Sobre ela: psicologicamente: é uma menina sossegada, boa aluna, amiga dos amigos, sociável, muito sonhadora, imaginativa…
Característica especial: tem os olhos roxos.
O seu papel na história: vai ajudar a gata Star a procurar a Princesa da Lua.



Nome: Tom Kaulitz
Sobre ele: ham…acho que escusa de apresentações não?
O seu papel na história: é amigo de infância de Cátia e vai ser um papel fundamental na história! xD


Nome: Bill Kaulitz
Sobre ele: ham…acho que também escusa de apresentações não?
O seu papel na história: também é amigo de infância de Cátia e também vai ter um papel fundamental e muito importante na história.


Nome: gata Star
Sobre ela: é uma gata preta com uma estrela de 5 bicos na testa.
Característica especial: tem uma estrela de 5 bicos na testa e fala!
O seu papel na história: anda á procura da Princesa da Lua, e vai conseguir com a ajuda de Cátia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
crazy for *KAULITZ*

avatar

Número de Mensagens : 490
Idade : 22
Localização : lisboa! *i no vosso koraxao*
Tokio Hotel preferido : BILL KAULITZ *sem duvida alguma!*
Data de inscrição : 02/09/2007

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Qui 17 Jul 2008, 09:18

FORXA NISSO MIUDA! TOU MORTINHA PARA LER A TUA FIC!!!!!!!

*-*

WOOOOOOOOOOOW
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Sab 19 Jul 2008, 07:55

bem, podes começar!

beijinho¨*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
abnóTOM

avatar

Número de Mensagens : 1370
Idade : 24
Localização : Zimmer 483 ( quarto dos Kaulitz )
Tokio Hotel preferido : Tom kaulitz ( Sexo )
Data de inscrição : 13/12/2007

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Sab 19 Jul 2008, 08:11

Aii que bom +.+
tenho a certeza que vou amar +.+
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
x Danie' =) Lis' x

avatar

Número de Mensagens : 751
Idade : 24
Localização : Aveiro
Tokio Hotel preferido : Georg Listing
Data de inscrição : 03/03/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Sab 19 Jul 2008, 13:01

Posta lá depressinha o primeiro capitulo !!

Va láaaaa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://daniella.hi5.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Seg 21 Jul 2008, 03:49

1º Capítulo: O aniversário


Estou no caminho para casa depois de mais um dia de aulas. Comigo, vêem os meus dois melhores amigos de infância: Bill e Tom. Estes dois…! Ao que me estou a aperceber, vêem a discutir sobre alguma coisa que me fez despertar dos meus sonhos…
Bill: não. Desculpa. O meu é que foi melhor!
Tom: não foi o meu!
Bill: foi o meu!
Tom: não, o meu!
Bill: o meu!
Tom: o meu!
Cátia: hey, hey! Mas qual é o motivo de discussão agora? Posso saber?
Tom: o teste de história…
Cátia: oh meu deus! Mas vocês não tiveram a mesma nota?
Bill: sim…tivemos os dois “Bom”, mas o meu foi mais alto!
Tom: não foi o meu.
Bill: foi o meu!
Tom: não foi o meu!
Cátia: CHEGA! – disse gritando e metendo-me no meio dos dois - chega. Será que nem hoje eu tenha descanso das vossas discussões?
Tom: ah…pois é…desculpa. Nós não discutimos mais. Bill, a tua nota foi melhor…
Bill: não…foi a tua.
Tom: não a tua!
Bill: não a tua!
Cátia: hello! Onde é que está a parte de “não discutimos mais?”
Tom/Bill: desculpa… -.-‘
Não discutiram mais. Entrei novamente no mundo dos meus sonhos e quando dei por mim, já tínhamos chegado a minha casa. Estava tudo escuro e parecia não estar ninguém em casa, quando…
Todos: SURPRESA! – gritaram em coro e acendendo as luzes.
Pousei a mochila no chão e fui e correr para os braços dos meus pais.
Mãe/pai: parabéns Cátia! ^^
Cátia: obrigada! ^^
Tom/Bill: parabéns! ^^
Cátia: obrigada pessoal! Obrigada mesmo!
Em minha casa já estavam os meus familiares quase todos. Festejámos o dia do meu aniversário a comer e a beber. Chegou a altura de cantar os parabéns. Cantaram todos em coro, e depois apaguei as velas.
Bill: morde a vela e pede um desejo!
Assim fiz. Peguei na vela, mordi-a e pedi um desejo. “Desejo…que os meus amigos não se separem de mim!” pedido o desejo! Aqueles olhos roxos brilhavam de alegria e felicidade.
Mãe: agora o momento pelo que tu esperas. A tua prenda!
Cátia: ^^
A minha mãe pega numa pequena caixinha e dá-me. Aquela caixinha permanecia nas minhas mãos e eu optei por abri-la. Lá dentro da caixinha, estava um fio com uma Lua Crescente azul. Tirei-a e fiquei a mira-la. Aquela lua era tão bela! Aquele fio…já o tinha visto nalgum lugar, mas onde? Parecia que já o conhecia há muito tempo e a comemoração dos meus 16 anos era talvez a minha resposta. Hei-de descobrir de onde o conheço!
Mãe: então? Não o pões? Dá cá que eu meto – assim o fez. Tirou-me o fio das mãos e pôs-me ao pescoço. Porque é que me sentia tão bem com aquele fio no pescoço? Porque é que me sentia segura com aquele fio? Este fio tem…parece ter magia! Mas isso é impossível! Pelo menos parece! – Então, gostas?
Cátia: sim! Muito! Vou mostrar ao Bill e ao Tom! Bill! Tom! Gostam do meu fio?
Bill: gosto! É muito giro!
Tom: eu também gosto! Fica-te muito bem!
Cátia: obrigada… – corei um pouco.
Bill: bem…nós temos que ir…adeus.
Cátia: oh…já vão? Fiquem mais um pouco…vá lá…
Bill: desculpa mas temos mesmo de ir…já é tarde…amanhã passamos pela tua casa para irmos juntos para a escola tá?
Cátia: ok…
Bill: então adeus. Até amanhã…
Cátia: adeus…
Tom: adeus Cátia…
Cátia: adeus Tom…
Saíram os dois. Sentei-me num canto do sofá a admirar o fio. As horas passaram e eu continuava a olhar para o fio. Era como se estivesse hipnotizada pelo fio! Porque é que a minha prenda foi algo assim? Invulgar? Bem, mas gostei e é o que interessa! Já é tarde e já tenho sono. Despeço-me dos meus familiares e subo para o meu quarto. Quando lá cheguei, era a lua cheia que iluminava o meu quarto. Era único este momento! Fechei a porta do meu quarto e sentei-me no parapeito da janela a mirar a lua. Era mesmo bela aquela lua! Branca como uma folha de papel…tiro o meu fio do pescoço. Pus-me novamente a olhar para a minha lua crescente azul. Será que tem alguma coisa a ver com a lua branca que nasce com a noite? O melhor é deixar-me de coisas. Pouso o fio em cima da mesinha de cabeceira e fecho a janela do quarto, fechando também as cortinas. Apenas um feixe de luz branca atravessava as cortinas. Visto o pijama e deito-me na minha cama macia. Rapidamente me deixo dormir…


Última edição por KaulitXinha em Qua 23 Jul 2008, 11:33, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
abnóTOM

avatar

Número de Mensagens : 1370
Idade : 24
Localização : Zimmer 483 ( quarto dos Kaulitz )
Tokio Hotel preferido : Tom kaulitz ( Sexo )
Data de inscrição : 13/12/2007

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Seg 21 Jul 2008, 04:00

Aii que o tom até se passa a ler uma fic destas : D
Continua meu amô

+.+
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Scabbia

avatar

Número de Mensagens : 370
Idade : 27
Localização : Lisboa
Tokio Hotel preferido : Bill*Gustav
Data de inscrição : 14/05/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Seg 21 Jul 2008, 05:03

Fic diferente^^

Estou à espera do proximo capitulo vá!!! Corre!!!xD

Beijoca*****
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
- PinkCookieMonster.

avatar

Número de Mensagens : 976
Idade : 21
Localização : Pegões(terra n popular)
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz <3
Data de inscrição : 09/07/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Seg 21 Jul 2008, 06:35

Estou a adorar a fic...

Ta' linda...

Magia...Diferente, mas interessante!!! Very Happy

Tou 'a espera do pro'ximo capitulo...

_________________________________________

Für immer!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://akelaines.hi5.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Seg 21 Jul 2008, 11:31

chegará amanhã! ^^

bjO*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Seg 21 Jul 2008, 14:17

ou melhor!
chega hoje que eu amanhã não estou cá para o postar!
cá vai:


2º Capítulo: O Gato e Estrela dos 5 bicos


Acordo. Ai…estava a ter um sonho tão bom! Estava a sonhar que tinha umas enormes asas brancas e que me havia transformado num anjo! Levanto-me, visto-me e ponho o fio que me haviam dado no meu aniversário. Desço e tomo o pequeno-almoço. No fim de um tempo tocam á campainha. Era o Bill e o Tom claro!
Cátia: bom dia meninos!
Tom/Bill: bom dia! ^^
Cátia: vou só buscar a mala.
Tom: ok…
Fui buscar a mala e fomos os 3 para a escola. Íamos todos animados a falar quando começamos a ouvir um gato a miar! Mas não era um miar normal! Era um miar de sofrimento!
Tom: o que é isto?
Cátia: é um gato e parece estar perto! Vamos ver onde está! – disse eu determinada a encontrar o gato.
Depois de caminhar-mos mais um pouco para a frente, encontramos o gato! Mas estavam a fazer-lhe mal! Eram uns miúdos que lhe puxavam o rabo, as pernas, a cabeça…estavam a torturá-lo! Decidi logo intervir.
Cátia: parem! Não façam mal ao pobre do gato! Deixem-no!
As crianças começaram a fugir. O gato ficou estendido no chão.
Cátia: ai meu deus! Querem ver que mataram o gato!?
O gato, subitamente, levanta-se e fica a olha-me nos olhos. Arrepiei-me toda com aquilo! Parecia que queria fazer-me mal!
Tom: Cátia, não te aproximes! O gato pode arranhar-te!
Bill: o Tom tem razão, anda.
Cátia: esperem! Ele tem qualquer coisa na cabeça, deixa ver o que é! Lindo bichaninho…deixa-me ver o que tens aí… - estava um pouco com medo, mas consegui aproximar-me do gato sem que ele me arranhasse. Era um penso em forma de cruz. Tirei-lho. Quando lhe destapo a ferida, fico surpreendida quando no meio da testa do gato estava uma estrela de 5 bicos de ouro!
Cátia: uma estrela! – Disse surpreendida.
Tom: Cátia vamos! Já está a tocar! Ainda chegamos atrasados!
Cátia: está bem, está bem…vou já.
Levanto-me do chão e vou para a beira dos gémeos. Ao ir embora, ainda olho uma última vez para o gato que nos via desaparecer na rua. Que gato mais estranho! Onde é que já se viu, um gato com uma estrela de 5 bicos de ouro? Devo andar a ter alucinações! Mas depois pensei, “será que tem alguma coisa a ver com a Lua Crescente que tenho ao pescoço?” tenho que descobrir! Tocou e entrámos na sala. Abstrai-me completamente da aula e pus-me a pensar no gato que tinha visto antes. De repente lembrei-me numa característica muito invulgar em mim: os meus olhos. Porque é que eu tinha uma cor de olhos única? Porque fui eu nascer com os olhos roxos? São perguntas que á muito me pergunto e não obtenho resposta! Já perguntei á minha mãe uma vez, mas ela não me diz! Hoje vou novamente perguntar-lhe! E hei-de saber a verdade!

As aulas haviam passado rapidamente, até que chegou a hora de sair. Despedi-me do Bill e do Tom e dirigi-me a casa. Pelo caminho, só ia a pensar no gato. Aquele gato não me saía da cabeça! Que raiva! Passo pela rua onde tinha encontrado o gato. Já lá não estava. Caminho novamente para casa, mas algo não está bem! Algo me segue, mas o quê? Olho para trás mas não vejo nada nem ninguém! Deve ser impressão minha…volto a caminhar novamente para casa. Chego, pouso a mochila no chão e dirijo-me á cozinha, mas não estava ninguém! Procuro por toda a casa e também não estava ninguém! Definitivamente, não estava ninguém em casa! Subo para o meu quarto e quando abro a porta, algo me esperava em cima da cama.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
abnóTOM

avatar

Número de Mensagens : 1370
Idade : 24
Localização : Zimmer 483 ( quarto dos Kaulitz )
Tokio Hotel preferido : Tom kaulitz ( Sexo )
Data de inscrição : 13/12/2007

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Seg 21 Jul 2008, 14:31

O Bichano
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Scabbia

avatar

Número de Mensagens : 370
Idade : 27
Localização : Lisboa
Tokio Hotel preferido : Bill*Gustav
Data de inscrição : 14/05/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Seg 21 Jul 2008, 14:42

É o gato???

É???

Beijos***posta depressa
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Ter 22 Jul 2008, 10:12

É o gato não é???
É não é??
mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Qua 23 Jul 2008, 11:54

3º Capítulo: A Pergunta


Em cima da cama, esperava-me sentado com ar majestoso e a sua estrela de ouro, o gato que anteriormente tinha salvo!
Cátia: mas…como é que o gato entrou? O que está ele aqui a fazer? – disse sem saber o que dizer e o que pensar.
Gato: finalmente encontrei-te! – Falou o gato
Cátia: AAAAAAAAAHHHHHHHHHHHH! COMO É QUE TU FALASTE GATO!? – Gritei eu assustada.
Gato: falando! Eu sou como tu! Mas em forma transformada!
Cátia: por acaso não tens um gravador atrás de ti pois não? – Vou na direcção do gato e olho para a sua traseira. Não havia gravador.
Gato: mas qual gravador, qual quê!? Eu falo com a minha boca!
Cátia: hum…falas mesmo? – Disse desconfiada
Gato: sim, falo!
Cátia: e…tens nome?
Gato: sim! Sou a Star! E ando á procura da Princesa da Lua!
Cátia: da Princesa da Lua!? – Disse eu confusa e desatei a rir á fartasana!
Star: porque é que te estás a rir!? – Disse o gato a olhar para mim. Correcção, a gata!
Cátia: Princesa da Lua!? Já não existem princesas dessas!
Star: aí é que tu te enganas! Existem sim! Mas nem todos as podemos ver…
Cátia: ai não? Ham…está bem…e eu posso? – Perguntei curiosa.
Star: tu? Tu podes…
Cátia: ai que bom! E quando conheço uma?
Star: não sei…
Cátia: boa…! Então e porque é que só eu é que posso ver?
Star: porque TU vais-me ajudar a encontrar essa rapriga! Por isso é que só tu podes ver… – disse o gato feliz da vida
Cátia: eu? Mas porquê eu?
Star: porque tens um coração puro! E pertences ao bem! Eu consigo ver isso!
Cátia: ah! E diz-me Star, tu…consegues descobrir porque tenho eu os olhos roxos?
Star: não…infelizmente não…mas porque é que não perguntas á tua mãe? Ela deve saber…
Cátia: eu já lhe perguntei…mas ela não me responde… - disse eu um pouco triste.
Star: deixa lá…ainda vais descobrir…
Cátia: mas ainda há uma coisa que me está a fazer confusão!
Star: diz…
Cátia: se eu te vou ajudar a encontrar essa rapariga, não tenho que ter puderes? Para te ajudar…
Star: hum…talvez não seja necessário…
Cátia: ok…
Ficámos as duas no quarto a conversar. A Star contou-me que ela também tem uma forma humana, mas para encontrar a Princesa da Lua, tem que estar na forma de gata. A nossa harmonia é interrompida com o barulho da porta da rua a fechar. Era a minha mãe que acabou de chegar. Deixei a Star no quarto, para a minha mãe não descobrir, e fui ter com ela. Cumprimentei-a e segui-a até á cozinha.
Cátia: mãe, posso perguntar-te uma coisa?
Mãe: se me vens perguntar se trouxe alguma coisa para ti do supermercado, esquece!
Cátia: não, não é isso…
Mãe: então o que é?
Cátia: é uma coisa que anda cá na minha cabeça á muito tempo a fazer-me confusão…
Mãe: diz, vá…
Cátia: porque é que eu nasci com os olhos roxos!?
Mãe: outra vez a mesma pergunta…vou dizer-te. Não quero que fiques com essa pergunta para sempre na tua cabeça…
Cátia: sim…
Mãe: quando tu nasceste, os teus olhos nasceram com uma deficiência. Eram roxos. Mas os médicos não sabiam o porquê de tu teres nascido assim. Então, mandaram-me fazer uns exames, mas nunca conseguiram descobrir o que era! Por isso é que tu tens os olhos dessa cor. Esclarecida agora?
Cátia: sim…obrigada por me teres contado! – dei um beijo á minha mãe e subi novamente para o quarto. A Star ainda lá estava.
Star: então?
Cátia: ela disse-me que é uma deficiência que nasceu comigo…mas não sei porquê mas o que ela me disse não…parece ser a verdadeira resposta…não sei porquê…
Star: mas se calhar até é isso! Quem sabe…
Cátia: talvez seja… - tocam á campainha – deve ser o Bill e o Tom! Vou abrir. – desço e abro a porta – olá! ^^
Tom/Bill: olá!
Cátia: entrem! – eles entram – bora lá para cima!
Subimos e entrámos no meu quarto.
Tom: o que é que o gato está aqui a fazer? – disse o Tom surpreendido
Cátia: ham…seguiu-me até casa…e eu fiquei com ele!
Bill: fixe! O gato é tão querido! Já lhe puseste nome?
Cátia: já. Chama-se Star! – disse mentindo. – o que é que querem fazer? Jogar ás cartas…um jogo qualquer…sei lá… - disse eu desviando o assunto.
Ambos concordaram em fazer um jogo. Optamos por jogar á Bisca. Fui buscar as cartas á gaveta e acomodámo-nos no chão em cima de uma manta.
Cátia: ganhei! Ah ah! – disse eu contente
Bill: quero a desforra! E aí eu vou ganhar!
Cátia: veremos! Mas não hoje. Estou farta de estar em casa, vamos dar um passeio?
Tom: concordo…
Bill: bora lá!
Saímos de casa. Sussurrei a Star “não saias daqui!”, ela piscou-me o olho apenas. Estava a ficar muito frio e havia um vento congelador. Parecia que se aproximava uma grande tempestade!
Cátia: men! Está a ficar mesmo frio! – Disse abraçando-me aos meus braços.
Tom: toma, veste o meu casaco… - disse entregando-me o seu (enorme) casaco. Cruzámos um olhar que me fez arrepiar de certo modo! Quebrámos aquele olhar corando e olhando em direcções opostas sem saber para onde olhar, e eu visto o casaco.
Cátia: obrigada… - agradeci sorrindo timidamente.
Tom: não tens que agradecer…
Sorrimos os dois. Quando olhamos para o Bill, vemos que ele está especado a olhar para cima com os olhos mais redondos que dói berlindes!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
Scabbia

avatar

Número de Mensagens : 370
Idade : 27
Localização : Lisboa
Tokio Hotel preferido : Bill*Gustav
Data de inscrição : 14/05/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Qui 24 Jul 2008, 13:55

Awwwww ^^

Beijinhos****

Posta mais
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
- PinkCookieMonster.

avatar

Número de Mensagens : 976
Idade : 21
Localização : Pegões(terra n popular)
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz <3
Data de inscrição : 09/07/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Sex 25 Jul 2008, 11:00

O que e' que o Bill via?

Formas de pessoas nas nuvens?

A lua esquesita?

Posta mais rapidamente!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://akelaines.hi5.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Sab 26 Jul 2008, 11:21

4º Capítulo: A Tempestade


Tom: Bill! Bill! O que é que se passa!? – Disse Tom abanando-o por todos os lados.
Ele simplesmente nos aponta para uma nuvem negra que se aproxima da cidade. Aquela nuvem parecia trazer neve, chuva, trovoada…tudo isto parecia estar misturado naquela nuvem! Viu-se um enorme relâmpago que iluminou o céu cinzento.
Tom: temos que nos abrigar. A tempestade vai ser grande! – ao dizer isto, puxa-me a mim e ao Bill pelos braços e arrasta-nos até ao edifício que estava mais próximo: a biblioteca. Depois de algum tempo de termos lá entrado, começa a chover torrencialmente. O meu telemóvel toca.
Cátia: sim mãe. Não, nós estamos bem, não, não fomos apanhados pela chuva. Estamos na biblioteca. Está bem, nós temos cuidado…xau, beijinhos – desligo.
Tom: venham, vamos para a sala da televisão.
Lá fomos. Não estava lá ninguém, aliás, havia pouca gente na biblioteca. Também, com o dia como está hoje, não admira! Espreito pela fisga da janela a tempestade. Mas que tempestade forte! Nunca tinha visto nada assim!
Bill: bora ler um filme?
Cátia: sim! ^^
Tom: escolhe tu… - disse virando-se para mim.
Cátia: ok! Hoje vamos ver um filme…de…magia!
Tom: os teus favoritos…vai lá buscar…
Assim fiz. Saio da sala onde estava a televisão e vou á sala onde estavam os DVD’s. Procuro um filme de magia. Procuro…procuro…encontrei! Pego no DVD e regresso á sala da televisão. Quando abro a porta, os dois irmãos estavam a falar sobre algo.
Bill: AH! O meu maninho está… - calou-se.
Cátia: o que se passa aqui? – perguntei.
Bill: passa-se que aqui o nosso Tom… - Tom mete-lhe a mão na boca.
Tom: já vais abrir de mais a boca, não é?
Bill: eu ia a dizer que estavas entusiasmado com o filme!
Cátia: não seja por isso! – meto o DVD e carrego na tecla PLAY.
Sentei-me no sofá que dava perfeitamente para os três. Fiquei no meio dos gémeos, no caso de haver discussão a meio do filme! Quando íamos a meio do filme…
Bill: vou a casa de banho, já volto… - disse e saiu.
Ainda continuava a chover torrencialmente, a fazerem trovões e o vento assobiava! Faz um trovão enorme e apagam-se as luzes!
Cátia: AI! – Gritei assustada
Tom: calma…não tenhas medo… - disse-me pondo o seu braço á minha volta – eu estou aqui…
Cátia: obrigada… – sorri-lhe no escuro apesar de saber perfeitamente que ele não via e encostei a minha cabeça ao seu ombro. O seu respirar não era normal. Parecia nervoso! Mas não sei com o quê! E o seu coração batia velozmente – oh rapaz vê lá se controlas esse coração que está mais acelerado que sei lá o quê!
Tom: sheisse! – disse baixinho.
Cátia: isso foi para quê?
Tom: nada, nada…
Ali ficámos os dois, a ouvir aqueles trovões enormes. Novamente dá um trovão enorme e a luz volta! Com isto o Bill aparece.
Tom: finalmente! Estava a ver que tinhas ido pela sanita abaixo! – diz a gozar.
Bill: ah ah ah! Que engraçadinho! Até parece! Encontrei uns colegas nossos pelo caminho e fiquei a falar com eles. Então esse filme?
Cátia: houve o apagão e o filme ficou a meio…
Bill: pois… - sentou-se no sofá e ligou a televisão e pôs novamente o filme.
Levantei-me do sofá e fui á janela ver a tempestade que parecia ter acalmado. Chego á janela…e sim! Já não chovia, não faziam aqueles trovões enormes e nem havia vento nenhum! Apenas brilhava o sol e o arco-íris majestoso. Abri a janela para contemplar melhor aquele fenómeno.
Cátia: que coisa mais estranha! – disse olhando para o céu limpo.
Bill: pois é! É como se algo mágico tivesse acontecido… - disse chegando a minha beira e observando também o céu.
Tom: mágico? Poupa-me Bill…
Cátia: porquê não? Não acreditas em magia Tom?
Tom: mais ou menos…é assim um bocado…sei lá… - não sabia o que havia de responder, por isso calou-se.
Bill: bora lá para fora… - disse saindo.
Cátia: sim…vamos. Obrigada pelo casaco – despi o casaco e entreguei-o ao Tom.
Tom: de nada… - pega no casaco e veste-o
Os 3 saimos da biblioteca e fomos para um parque que ficava em frente á biblioteca. Ainda estava tudo molhado, por isso não nos atrevemos a sentar nos bancos do jardim.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
Scabbia

avatar

Número de Mensagens : 370
Idade : 27
Localização : Lisboa
Tokio Hotel preferido : Bill*Gustav
Data de inscrição : 14/05/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Seg 28 Jul 2008, 08:40

O Tom gota dela^^

Beijinhos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Seg 28 Jul 2008, 08:54

Cá pra mim o Tom gosta da Cátia.
Mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Ter 29 Jul 2008, 09:16

olá!!!!^^
obrigada Nee Chee e [M@ri@n@] por lerem a minha fic!
agradeco-vos muito , mesmo!
hoje deixo cá o 5º capítulo!
espro que gostem...
tem musica! ^^
bjO*
Linkin Park - Piano Instrumentals - Numb.mp3 -


5º Capítulo: A História do Passado


Olhámos para aquela paisagem molhada. Parecia que estávamos dentro de um quadro surrealista! O sol fazia com que as gotas de água brilhassem, o que fazia delas autênticos diamantes. Fomos pelo jardim adiante e fomos olhando para aquela paisagem. Era tudo tão belo e delicado! Continuámos a caminhar por aquele jardim fora, até que chegámos ao fim do percurso. Olhámos uma última vez para aquela paisagem. Era tão hipnotizante que não conseguíamos sair dali.
Bill: meu… – disse sem saber o que dizer.
Tom suspira.
Cátia: que suspiro foi esse Tom?
Tom: suspiro de…conforto…
Cátia: pois, pois. “Me engana que eu gosto!”. Suspiras-te assim por causa da tal Mariana do 10º C não é? – Disse a gozar com ele.
Tom: ham? Não. Claro que não!
Cátia: estava a gozar…
Demos costas para o jardim. Para espanto meu, íamos todos calados. Parecia que íamos a rezar o terço! Comecei a murmurar:
Cátia: ave-maria, cheia de graça…
Tom: o que estás a fazer? – Disse com cara de WTF.
Cátia: a rezar…
Tom: porquê?
Cátia: porque parece que vamos aqui os 3 a rezar o terço! Vá lá, contem-me, o que é que se passa? Eu conheço-vos, e vocês estão muito estranhos! – Estava um bocado chateada…
Bill: desculpa…mas há coisas que eu prefiro guardar…só para mim…tenta compreender-me…por favor… – havia um certo mistério naquelas palavras o que me deixou a pensar. Bill avança até mim e abraça-me. Um abraço de irmão. Aquele abraço foi especial…único…
Cátia: eu compreendo. Vamos esquecer este assunto… – continuámos a caminhar e arranjámos motivo de conversa.
Bill: eu quero a desforra!
Cátia: por mim tudo bem. Mas vais perder na mesma…
Bill: veremos, veremos…
Tom: hey, oh pessoal, amanhã é sexta-feira, logo é dia de sair á noite, bora?
Cátia: yah!
Tom: mas há um extra… – disse com um sorriso quase perverso.
Cátia: o que é que tu andas a tramar? Vê lá o que fazes!
Tom: eu tive a brilhante ideia…
Bill: boa, o Tom teve uma ideia! – Disse interrompendo o irmão.
Tom: não me interrompas! Eu tive a brilhante ideia de amanhã á noite fazer-mos uma aventura pela Floresta do Equilibro! – Disse com os olhos bem abertos.
Bill: Floresta do Equilíbrio? Na arrepiante Floresta do Equilíbrio!? – Disse incrédulo.
Tom: sim Bill, o que foi estás com medo?
Bill: eu? Medo? Não!
Cátia: eu não sei…vou pensar…amanhã digo-vos.
Tom: ok, pensa. Amanhã diz-me.
Cátia: está bem…
Cada um foi para casa. Subo para o meu quarto e algo lá brilha. Espreito pela fisga da porta e fico espantada quando vejo a estrela da Star a brilhar!
Star: entra Cátia. Não fiques aí á porta – eu assim fiz. Senti-me um bocado envergonhada por ter feito aquilo – preciso de falar contigo…é urgente!
Cátia: o que é que se passa?
Star: aquilo que eu mais temia chegou!
Cátia: é assim tão grave? – Perguntei preocupada.
Star: gravíssimo! O Negaverso chegou! – Disse finalmente.
Cátia: o Negaverso? O que é isso?
Star: o Negaverso é uma força que destruiu o Reino da Lua, mais propriamente o Milénio de Prata.
Cátia: WOW! Então o Reino da Lua chama-se Milénio de Prata?
Star: sim. Foi essa força que destruiu o reino da minha rainha, força essa que era e é comandada pela malvada rainha Delugna! Mas eu vou-te contar a dolorosa história do Milénio de Prata.

*flashback*

Á muito tempo atrás, no Milénio de Prata, comemorava-se o 16º aniversário da Princesa Stepheny, a Princesa da Lua.
Foram convidados todos os reis, rainhas, principies e princesas dos reinos vizinhos. Incluindo o Príncipe da Terra, o Príncipe Kidrill. Nessa noite, Kidrill e Stepheny dançaram juntos na festa e Kidrill avisou a Princesa que o mal se aproximava, e que esta deveria proteger-se. Também nessa mesma noite, na varanda da Sala Real, trocaram o primeiro beijo. Kidrill e Stepheny estavam apaixonados, mas a terrível Rainha do Negaverso, Delugna, estava também apaixonada pelo Príncipe.
Ao saber que Kidrill, o seu grande amor, estava apaixonado por Stepheny, ataca o Reino da Lua, destruindo-o por completo. E destruindo também o amor entre Stepheny e Kidrill. Matara-os. A Rainha Serenity, mãe de Stepheny e portadora do Cristal de Prata, para salvar o seu reino das trevas e as almas eternas da Princesa, do Príncipe e das portadoras dos talismãs da Galáxia, usa todo o poder do Cristal de Prata. A Rainha cai num sono eterno, e o Cristal de Prata transporta-os para o futuro, onde se encontram agora, apesar da sua vida antes desta ter sido completamente apagada. Incluindo a da Princesa e do Príncipe.


*End of flashback*

Star: é esta a terrível história…
Cátia: e que história! É um bocadinho triste…a Princesa morreu…e está agora no futuro…perdeu a memória…coitada…
Star: ela está bem…
Cátia: espero que sim…e o que aconteceu com o Cristal de Prata?
Star: dividiu-se em dois. Uma parte foi confiada a mim, a outra está com a Princesa.
Cátia: ui…e sabe-se lá onde é que a Princesa está…
Star: é por isso que vou precisar muito da tua ajuda! Temos que proteger esta cidade da Delugna e dos seus aliados!
Cátia: então mas…isso quer dizer que ela está cá? A Princesa?
Star: sim…e a Delugna sabe disso!
Cátia: O.O
Star: e com isto tudo sou obrigada a fazer uma coisa.
Cátia: o quê?
Star: vou-te confiar o bastão que contêm toda a energia da minha parte do Cristal de Prata.
Cátia: eu? Mas…isso é uma grande responsabilidade Star, eu não sei se sou capaz…
Star: és capaz sim! Eu sei que és! Consigo vê-lo no brilho dos teus olhos… – disse fixando-se nos meus olhos. Algo entristeceu a Star.
Cátia: o que tens Star?
Star: o brilho dos teus olhos faz-me lembrar a Princesa…a sua alegria…o seu sorriso…que saudades… – cai uma lágrima dos olhos da Star.
Cátia: não te preocupes Star…a Princesa vai aparecer…
Star: só espero que sim… – Recompõe-se – agora vamos ao que interessa! Põe-te de pé – eu pus-me de pé – agora fecha os olhos e estica as tuas mãos.
Cátia: está bem… – assim fiz. Fechei os olhos e estiquei as mãos.
Star: Crisis Power! – Gritou a Star. Fiz um esforço enorme para não abrir os olhos, mas consegui mantê-los fechados. – Podes abrir…
Eu abri os meus olhos. Nas minhas mãos, brilhava o mais lindo cristal que eu já vi em toda a minha vida: a metade do Cristal de Prata. Aquele cristal era único. Apesar de ser só metade, era lindo!
Star: agora só falta uma coisa: guardá-lo no sítio certo. Moon Crisis Power! - Voltou a gritar. E apareceu uma caixinha com o formato de uma Lua. O Cristal meteu-se sozinho dentro da caixinha.
Cátia: achas mesmo que vou ser capaz? – Perguntei.
Star: claro que sim! Eu vou-te ensinar tudo o que sei, para depois combateres contra as forças do Negaverso!
Cátia: onde meto eu isto agora?
Star: saberás onde o guardar…
Agora percebi tudo! Começou…

______________

devem achar os capitulos pequenos...
mas eu tento compensar nos próximos ok?
bjO*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
Scabbia

avatar

Número de Mensagens : 370
Idade : 27
Localização : Lisboa
Tokio Hotel preferido : Bill*Gustav
Data de inscrição : 14/05/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Qua 30 Jul 2008, 12:54

Acho bem que compenses^^

Beijinhos***

Nao tens que agradecer Wink
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Sab 02 Ago 2008, 09:49

6º Capítulo: O Primeiro Ataque


O dia amanheceu solarengo. Com algumas nuvens aqui e acolá, mas nada que previsse chuva. Mais um dia de aulas e aqui vou eu a caminho delas com a minha habitual companhia.
Tom: então, já decidiste se vens logo á noite para a tal aventura?
Cátia: já…
Tom: e…
Cátia: vou, claro! – Disse sorrindo-lhe.
Tom: fixe! O meu irmão também vai, por isso vai ser uma aventura na Floresta e peras! – Disse esfregando as mãos.
Cátia: lol…
Chegamos á escola. Num instante se passaram as aulas e o toque da campainha anunciou o seu fim.
Tom: logo á noite em minha casa!
Cátia: lá estarei!
Seguimos em caminhos opostos. Chego a casa e a minha mãe espera-me na sala.
Cátia: olá mãe… – disse acenando.
Mãe: olá…
Cátia: o que é que se passa estás cá com uma cara…
Mãe: posso saber o que é que aquele gato que está no teu quarto está cá em casa!? – Disse muito zangada.
Cátia: ham…o gato…é uma gata!
Mãe: não me interessa!
Cátia: aquela gatinha agora é minha!
Mãe: TUA!? Desde quando?
Cátia: desde o dia que me seguiu até casa! Sou eu que trato dela!
Mãe: e desde quando é que ela cá está?
Cátia: desde…quarta…
Mãe: quero aquela gata daqui para fora, AGORA!
Cátia: não!
Mãe: vais sim! Senão eu meto-a fora de casa!
Cátia: deixa-me ficar com a gatinha, vá lá mãe!
Mãe: já disse que não!
Cátia: mãe…eu nunca tive um animal de estimação…vá lá… – pedi com os olhinhos a brilhar.
Mãe: só se me prometeres que cuidas tu dele!
Cátia: eu prometo! – Disse contente.
Mãe: acho bem…agora vou continuar o jantar que hoje vem cá um primo teu…
Cátia: primo!? Qual primo?
Mãe: talvez já não o conheças…o teu primo Georg…
Cátia: O GEORG!? O primo que me cortava os cabelos ás bonecas!? – Disse com os olhos bem abertos.
Mãe: sim, esse. Pelos vistos ainda te lembras dele!
Cátia: é uma má recordação…estúpido! Estragava-me as bonecas todas!

*flashback*

Tinha completado os meus 7 anos de vida e os meus pais tinham-me oferecido uma boneca com uns cabelos lindíssimos negros e de olhos verdes. Eu venerava aquela boneca! Para que ninguém lhe mexesse, fui guarda-la no meu quarto para ficar em “segurança” das mãos do meu primo. Mas acontece que o estúpido estava escondido debaixo da minha cama e apanhou-me a boneca! Mais tarde, quando fui brincar com a boneca, os seus cabelos estavam cortados! Não restava nada dos cabelos da pobre da boneca! Fiquei tão triste, que os meus pais compraram-me outra. Mas não se comparava aquela.

*End of flashback*

Cátia: não me esqueço!
Subo para cima e a Star está lá.
Star: olá!
Cátia: olá Star!
Star: a tua mãe apanhou-me aqui no quarto, apanhou um susto…coitada…
Cátia: ela contou-me…queria-te por para fora de casa mas eu não deixei…
Star: obrigada! Bom, como eu te tinha dito ontem, vou ensinar-te uns truques para usares a minha parte do Cristal de Prata, preparada?
Cátia: acho que sim… – disse um pouco com medo.
Star: não é “achas”, é estás ou não estás!
Cátia: estou! – Disse decidida.
Star: então cá vamos nós: 1º lição: a invocação do Cristal de Prata. Para o invocares, basta dizeres Crisis Power. Agora repete.
Cátia: Crisis Power! – O Cristal de Prata surgiu nas minhas mãos como antes tinha aparecido – consegui!
Star: 2º lição: fazer aparecer o bastão. Para isso basta dizeres Moon Power. Repete. É preciso concentração.
Cátia: *fechei os olhos e concentrei-me* Moon Power! – Aparece um bastão em forma de Lua Crescente onde tinha um sítio para pôr a metade do Cristal de Prata.
Star: coloca-o aí. - Eu coloco-o no sítio – agora, 3º lição: usar o seu poder: para utilizares o poder do Cristal, basta dizeres Moon Cristal Power. Repete…
Concentrei-me mais uma vez no que tinha de fazer e disse as palavras Moon Cristal Power. Senti-me completamente sincronizada com aquele Cristal, iríamos trabalhar perfeitamente os dois! O Cristal começa a irradiar um brilho ainda mais forte, o que iluminou o meu quarto por completo. Parou.
Star: muito bem! Estás a ver? Saíste-te muito bem! – Disse sorrindo-me.
Cátia: nunca pensei que fosse capaz – disse pondo-me de joelhos no chão.
Star: ficaste cansada?
Cátia: um pouco… – disse olhando-a.
Star: depois habituas-te…agora só te peço uma coisa. Anda sempre com o Cristal contigo. Pode aparecer algum aliado da Delugna e pode tentar fazer-te mal ou a alguém que desconfies que tenha Coração Puro…e já que vais para a Floresta do Equilíbrio…tem muito cuidado por lá!
Cátia: vou ter…
Star: se acontecer alguma coisa já sabes…usa o poder do Cristal!
Cátia: está bem Star.
Sentei-me na cama para descansar um pouco. O tempo voou e chegou a hora de jantar. O meu primo devia estar aí a chegar. Por isso desci do quarto e fui para a sala. Pouco depois de me ter sentado no sofá, tocam á campainha. É ele de certeza! Vou até á porta e abro-a. Sim, era ele.
Georg: olha a pirralha! – Disse olhando-me – estás crescida miúda! – Entra e fecha a porta atrás de si.
Cátia: pirralha!? SEU PIRRALHO!!!!!! Mad
Georg: ok…pelos vistos ainda não te esqueceste da boneca…
Cátia: pois não, não esqueci! Mad
Georg: ai, isso são coisas do passado! Esquece lá isso miúda…
Cátia: pois, pois…
Mãe: olá Georg! – Disse chegando-se á beira dele e cumprimentando-o.
Georg: olá tia! Está tudo bem? – Disse pousando as suas malas no chão.
Mãe: sim…e tu rapaz?
Georg: está tudo óptimo…
Mãe: isso é que se quer…entra, fica á vontade aqui na sala…
Georg senta-se no sofá e eu também.
Cátia: então priminho querido da minha alma, que vieste para cá para Munique fazer?
Georg: passar férias…estamos no verão e eu tenho que descansar da faculdade…
Cátia: descansar…sim, sim…conta-me dessas…
Georg: é verdade! Vais ter que me aturar umas semaninhas cá em casa… - disse a rir-se.
Cátia: ah! Nem penses! Não estou para te aturar…
Georg: és tão má Cátia… Exclamation
Cátia: obrigada… – disse com um sorriso provocador.
Georg: ah! Já me esquecia. Tenho ali uma prenda para ti – levanta-se e vai a uma das malas.
Cátia: uma prenda vinda de ti deve ser coisa esperta deve…
Georg: toma. – Disse com um embrulho nas mãos – espero que gostes…é a tua prenda de aniversário.
Cátia: obrigada…não era preciso… - abro a prenda. Era uma medalha com o meu nome. Até era gira! Teve bom gosto para admirar – obrigada! É muita gira! Very Happy
Georg: gostaste mesmo a sério?
Cátia: claro que gostei!
Georg: ainda bem!
Mãe: meninos venham jantar! – Disse a minha mãe da cozinha.
Nós levantamo-nos do sofá e fomos jantar. O jantar foi bastante divertido! O Georg falou-nos sobre a sua faculdade em Portugal, disse que era um pais lindo! Eram quase 9 horas e eu tinha que ir ter com os gémeos. Despeço-me dos meus pais e do Georg, e saio de casa. Chego á casa dos Kaulitz e bato á porta. É o Tom que me abre a porta.
Cátia: vamos?
Tom: o meu irmão está lá em cima a arranjar umas coisas para levar para a nossa aventura…
Cátia: este Bill…
Tom: senta-te…
Sentamo-nos no sofá os dois. O Tom parecia nervoso com qualquer coisa, se calhar era com a aventura pela Floresta…
Tom: Cátia…eu preciso de te dizer uma coisa…
Cátia: diz…
Tom: eu…ham…eu…
Bill: VAMOS!? Estou pronto!
Tom: Ahm…claro, vamos!
Cátia: o que é que ias a dizer Tom?
Tom: nada, esquece…depois digo-te.
Cátia: ok! Vamos lá para a nossa aventura!
Saímos de casa e partimos para a nossa aventura pela Floresta do Equilíbrio. Depois de caminhar-mos um pouco e de ir-mos a divertir pelo caminho com as piadas que ia-mos contando, chegamos á entrada da Floresta.
Tom: WOW! Shocked por qual lado vamos? – Disse olhando para um lado escuro e para um lado claro.
Bill: vamos pelo lado claro…temos mais luz… – disse com um pouco de medo na voz.
Tom: ok, então vamos pelo lado escuro… – e começou a caminhar na direcção da escuridão.
Bill: mas eu disse claro! – Disse zangado.
Tom: por isso mesmo, vamos pelo escuro! – Disse do escuro.
Cátia: anda lá Bill, não nos vai acontecer nada de mal!
Agarrei num dos braços do Bill e arrastei-o até ao Tom. Ia-mos os três muito bem a caminhar pelo escuro e o Bill a tremer que nem varas verdes, quando começo a sentir algo atrás de nós. Olho para trás mas com a densidade do escuro, não consigo ver nada. Continuo em frente.
Tom: mas isto nunca mais acaba? Onde é que este caminho irá dar? – perguntou olhando para todos os lados.
Cátia: não sei… - ia sempre com uma coisa na ideia, alguma coisa usa o Cristal, não há que ter medo de nada! Mas eles não podiam saber que eu tinha “poderes”! O que iriam pensar? Senti novamente algo atrás de nós. Olho para trás e não consigo ver nada – pessoal, não estão a sentir nada atrás de nós? – eles não me respondiam – pessoal? – oh não! Estou sozinha! Um medo enorme apoderou-se de mim e comecei a olhar apavorada para todos os lados mas não conseguia ver nada devido ao escuro serrado! Ai meu deus, o que é que eu faço agora? Estou perdida! Comecei a chamar pelos nomes dos gémeos – Tom! Bill! Onde é que vocês estão!? Tom! Tom! Onde é que estás? Bill, apareçam rapazes! – Esperei um pouco para ver se eles respondiam, mas nada. Como é que eu me fui perde deles!? Começo a ouvir barulhos estranhos que pareciam vir na minha direcção. Oh meu deus o que é isto? Seja o que for vem na minha direcção. Começo a ver uns olhos vermelhos, e fico completamente bloqueada por aqueles olhos. Não me conseguia mexer. Num acto involuntário, já com aquela “coisa” muito perto de mim, ergo as minhas mãos no ar em forma de concha – Crisis Power! – gritei com as minhas forças todas! O Cristal apareceu, eu sei o que estou a fazer, coragem! Fecho os olhos na tentativa de me concentrar – Moon Power! – aparece o bastão com a Lua Crescente e eu coloco o Cristal no lugar. Seguiu-se o momento pelo qual me salvaria daqueles olhos – MOON CRISTAL POWER!!! – O Cristal começou a irradiar o seu intenso brilho. Ergo o bastão na direcção daqueles olhos que se multiplicavam e ele ilumina o lugar onde eu estava acabando com os diversos olhos que começavam a aparecer diante de mim. Foi um pouco desgastante, mas consegui acabar com aqueles seres monstruosos. Caio no chão quase sem forças. O bastão desaparece. Pouco depois de tudo isto ter acontecido, começo a ouvir alguém a chamar o meu nome. Devem ser…os Kaulitz…estava ainda muito fraca, só consegui emitir um pequeno som que não se ouvia nem a dois metros. Depois de mais umas tentativas de me chamarem, encontram-me no chão completamente inanimada.
Tom: BILL, BILL, ELA ESTÁ QUI, ESTÁ DESMAIADA!
Bill: temos que levá-la daqui! É perigoso estar-mos aqui durante muito mais tempo! – disse com preocupação.
Tom: perigoso porquê? – disse confuso.
Bill: sei do que falo! Agora pega-lhe e trá-la para fora deste lugar horrível!
Tom não fez mais perguntas, mas que estava confuso, estava. Pegou em mim e levou-me para o outro lado da Floresta, o lado claro. Como não encontraram a saída, o primeiro sitio onde havia luz, foi para onde foram. Pousou-me na erva macia. Perto daquela erva, havia um lago com água fresca e pura.
Bill: vai buscar um pouco de água Tom, RÁPIDO!
Tom: está bem, está bem… - corre e vai até aquela água fresca . Quando ia para tirar água daquela fonte de água fresca, algo o impede de mexer na água...
Tom: mas... Shocked
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
Scabbia

avatar

Número de Mensagens : 370
Idade : 27
Localização : Lisboa
Tokio Hotel preferido : Bill*Gustav
Data de inscrição : 14/05/2008

MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   Dom 03 Ago 2008, 07:32

Com que entao o Georg é o primo mau que corta os cabelos às bonecas xD hehehe

Beijinhos***
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Like an Angel - 15º Capítulo # Último #   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Like an Angel - 15º Capítulo # Último #
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 3Ir à página : 1, 2, 3  Seguinte
 Tópicos similares
-
» A Maldição Da Bruxa Dorothy Jackie (Capítulo 2 postado!)
» A outra face - Tom - ÚLTIMO capítulo on!!!
» Mini Fic: 30 maneiras de irritar Tom Kaulitz! \ Último Capítulo!/
» Cidade dos Anjos - Último capítulo!
» [FF] Humanoide [ÚLTIMO CAPÍTULO !!!]

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Português dos Tokio Hotel :: Acabadas-
Ir para: