InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2  Seguinte
AutorMensagem
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 12 Ago 2008, 09:50

Oláa : )
Bem eu acho que já tinha dito a algumas pessoas que ia postá-la xD
So cá está ela Razz
Continuando.

Isto é suposto ser uma mini fic, tem 7 capítulos, ou seja é bastante pequenina.
Só vou poder postar o primeiro quando a Cheeks ler : )
Ahm também queria agradecer à Raquel e à Andreia que leram isto tudo antes de eu a postar e prontos ^^.

Já está escrita até ao final e quando o escrevi deu-me alto ataque de choro (porque sou parva)

E para mal dos vossos pecados eu estou a pensar numa porra de uma continuação

Deixemo-nos de coisinhas e passêmos ao que têm de ser.


Anne Sanders (personagem principal): 14 anos, cabelo castanho, escadeado e ondulado. Olhos azuis, da cor do céu, alta e elegante. Simpática e divertida mas com uma ponta de timidez. Anne gosta de dançar e dá muita importância à família e aos seus amigos. Quando não está a dançar toca viola acompanhado pelo seu único irmão. Acabou agora o oitavo ano.

Simon Sanders: Irmão mais velho de Anne. Tem 16 anos, um cabelo castanho claro e uns olhos azuis lindos que juntamente com a sua pele morena, o seu corpo escultural e a sua altura elevada deixam as raparigas loucas. Raramente está sem companhia feminina, gosta de aproveitar a vida. Gosta de cantar e tocar com a irmã nos seus tempos livres. Vai frequentar o 11º ano. É simpático, divertido e super atrevido. Tem uma grande ligação com os pais e com a irmã.

Francisca e Jon Sanders: Pais de Anne e Simon. Francisca é portuguesa mas esteve alguns anos na Alemanha e foi ai que conhece Jon. Casaram e tiveram dois lindos filhos. Têm a bela capacidade de os pôr à vontade com situações menos confortáveis. Francisca tem o cabelo castanho alourado e olhos castanhos e Jon tem olhos azuis e cabelos castanhos. São um casal unido e com força para enfrentar todos os problemas.

Tokio Hotel: São as mesmas pessoas, com as idades Bill e Tom (15), Gustav (16) e Georg (17) mas não são famosos. (Talvez os venha a pôr famosos, mas isso não vai acontecer nesta idade e não como na realidade aconteceu.)


Introdução: Anne vai com a família passar férias a um país desconhecido. Aos poucos e poucos vai conhecendo pessoas e fazendo amigos. Mas algo de extraordinário vai acontecer e Anne vai viver uma aventura durante a estadia em Cuba. Um amor de verão entre dois jovens que torna as férias nas melhores de sempre em todos os sentidos. Mas tudo o que é bom acaba e as férias também, levando com ela tudo o que de bom e de mau se passou. Será que os dois jovens vão deixar isso acontecer?


Comentem sim?

Beijo.


Última edição por MaRianinhA em Dom 24 Ago 2008, 08:05, editado 7 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
bêatriz'

avatar

Número de Mensagens : 1406
Idade : 23
Localização : Viseu
Tokio Hotel preferido : Georg Listing, I'm Yours
Data de inscrição : 12/12/2007

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 12 Ago 2008, 10:03

QUEM É A CHEEKS?!
QUANDO É QUE ELA VEM?!
CHEEKS!!!
Vem depressa!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
JoanaDaCena

avatar

Número de Mensagens : 3486
Idade : 25
Localização : Porto : )
Data de inscrição : 02/01/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 12 Ago 2008, 10:38

Sim +.+ qero mais
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
cat

avatar

Número de Mensagens : 2743
Idade : 22
Tokio Hotel preferido : everyone
Data de inscrição : 11/12/2007

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 12 Ago 2008, 11:15

Citação :
QUEM É A CHEEKS?!
QUANDO É QUE ELA VEM?!
CHEEKS!!!
Vem depressa!!!

JÁ SOMOS DUASS!
VEM DEPRESSA
Nao me deixes

QUEROO MAISSS
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 12 Ago 2008, 11:16

Cat escreveu:
Citação :
QUEM É A CHEEKS?!
QUANDO É QUE ELA VEM?!
CHEEKS!!!
Vem depressa!!!

JÁ SOMOS DUASS!
VEM DEPRESSA
Nao me deixes

QUEROO MAISSS


She comes tomorrow :*.*:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 12 Ago 2008, 12:35

ai!
tou ansiosa para ler a tua fic!
bjO*!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 12 Ago 2008, 12:41

Quero depressa!!!
Beijinhos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Qua 13 Ago 2008, 07:48

Aqui vai o primeirinho.

Gosh estou tão emocionada, eu devia fazer agradecimentos individuais, prometo que a paritr de agora faço. : )


Passemos ao capitulo.

Primeiro Capitulo.


Current listening: In die Nacht – Tokio Hotel


Este ano, pela primeira vez desde que me lembro vou passar férias para fora de Portugal. Até hoje só fiz uma única viagem de avião, quando vim viver da Alemanha para cá. Depois do 11 de Setembro a minha mãe meteu na cabeça que não queria andar mas de avião porque não eram seguros mas este ano eu, o meu pai e o meu irmão juntámo-nos e convencemos a fera a viajar até Cuba.
E essa bendita viagem aconteceu hoje. O meu irmão sentou-se ao pé de mim no avião, deixando a mãe ficar ao lado do pai. Ao princípio estava entusiasmada com a ideia de passar 10 dias em Cuba mas depois comecei a pensar que ficar por lá “sozinha” não ia ter muita piada. Sim, porque o meu irmão ia andar a engatar cubanas e os meus pais em passeiozinhos parvos nos quais eu não fazia tensão de participar.
Tínhamos acabado de chegar ao hotel. Só a entrada agradou-me, montes e montes de palmeiras e a fachada era com cores exóticas. Entrámos para fazer o check in e enquanto os meus pais estavam a tentar comunicar com os cubanos eu e o meu irmão estávamos esparramados nos sofás que existiam em frente à recepção.
- Isto é enorme, já viste? Eu nem quero imaginar o meu quarto. – balbuciou Simon.
Desta vez a mãe tinha-nos deixado alugar cada um o seu quarto porque já tínhamos idade. Isto foi uma óptima notícia para o Simon tendo em conta que assim podia levar para o quarto muitas, mas muitas cubanas.
- Sim já vi. Mas eu queria mesmo era ir para a praia. – resmunguei.
- Esquece a praia hoje, no máximo vais à piscina e mesmo assim. – o meu irmão tem de estragar sempre os meus planos.
- Meninos, já temos as chaves dos vossos quartos. – a mãe chegou-se a nós e deu-me uma a mim e uma ao Simon. Um grupo de jovens barulhento passou no wall. – Mal educados. Continuando, vão lá acima por as vossas malas e depois podem fazer o que quiserem até à hora de jantar. Simon, vê se andas com a tua irmã, não a quero sozinha até se ambientar.
- Está bem. Vamos Anne. – disse o Simon. – Em que andar é o teu?
- Quinto e o teu?
– tentei dar uma espreitadela à chave dele mas não consegui.
- Também, o dos pais é no sexto. Vi a chave da mãe. Vamos lá pôr as coisas e depois vamos passear e descobrir o hotel.Subimos de elevador até ao quinto andar e procurámos os nossos quartos. O meu era 504 e o do Simon 519. Ficavam um bocado longe um do outro mas também não havia problema. Entrei no meu quarto e fiquei maravilhada, era enorme. Paredes brancas onde haviam alguns quadros e um espelho. A cama de casal encontrava-se mesmo no centro do quarto entre duas mesinhas de cabeceira. Havia também um roupeiro grande e a casa de banho. Pousei as malas dentro do guarda-fatos, passei uma vista de olhos à casa de banho e saí de novo para o corredor.
- Tanto tempo mana. – Simon aproximou-se de mim. – E que tal irmos dar um mergulho à piscina?
- E não podias ter dito isso antes de termos saído dos quartos?
– resmunguei.
- Não me lembrei, vá vai lá vestir o teu biquíni que temos pouco tempo até à hora de jantar. – empurrou-me para a porta do meu quarto. – Estou à tua espera à frente dos elevadores.
- Okay.
– entrei no quarto e vesti o meu biquíni branco com partes azuis e vermelhas. Tirei uma toalha, calcei os chinelos e arrumei a minha roupa dentro da mala. Fui ao encontro do Simon. – Vamos?
Descemos no elevador e seguimos para a piscina. Tal como todas as coisas naquele hotel a piscina era enorme. Pousei as minhas coisas numa espreguiçadeira e meti um pé na água, estava tão boa. Mergulhei.
- Então Simon não, vens à água? – perguntei já dentro da piscina enquanto mexia no cabelo.
- Vou, vou. – mergulhou também. – Ainda sabes nadar pirralha?
- Safo-me.
– respondi-lhe ajeitando o biquíni.
- Que tal uma partidinha? – propôs enquanto me despenteava.
- Tu és feliz, tens saúde e amigos, porque é que procuras a infelicidade maninho? – gozei. – Vamos lá a isso, looser. - Fuck off. – disse ele a brincar.
Saímos da piscina pelas escadas de ferro e posicionámo-nos na borda.
- Quando eu disser três saltamos. – disse ele.
- Está bem.
- Preparar, um, dois, três.
– disse ele intervalando os números.
Saltamos para dentro de água e começámos a nadar. O meu irmão e eu temos sempre a mania de fazer destas coisas e eu costumo ganhar, porque em pequenita o meu pai levava-me à piscina e o Simon recusava-se a ir. E como acontece sempre eu ganhei.
- Eu disse-te. – gozei.
- Tu deves andar a tomar alguma coisa. – respondeu ele. – Olha não são a mãe e o pai que estão ali a chamar-nos?
- Sim são.
– acenei-lhes e eles vieram ter connosco. – Então o que é que estão aqui a fazer?
- Afinal o jantar é mais cedo. Vocês sabem que aquilo é self-service por isso convém irmos cedo. – explicou a mãe.
- Okay então vamos lá. – disse eu. – – brincou.
Podemos só ir tomar banho e mudar de roupa mãe?
- Claro, ou querias ir para lá de biquíni?

- Não. – dei-lhe um beijo na cara e arrastei o Simon para o elevador.
Assim que chegámos ao nosso piso fomos cada um para seu lado. Entrei no meu quarto e meti-me no banho.
- O que é que eu vou vestir? – pensei eu. – Simon.Sempre que tinha um problema em decidir o que vestir recorria ao meu irmão. Saí do banho com a toalha envolta no corpo e dirigi-me ao telefone. Marquei o número do quarto do meu irmão e esperei.
- Estou? – ouvi do outro lado.
- Simon, ajuda-me. – guinchei.
- Anny leva um vestido de verão e uns chinelos mas não me chateies. – resmungou.
- Sabe-se lá o que é que tu estavas a fazer. Lava bem as mãos porque vamos jantar. – gozei.
- Cala-te parva. Despacha-te que eu estou quase pronto.
- Okay.

Vesti um vestido preto que eu tinha comprado no ano passado. Não gostava de me ver com ele mas também íamos só jantar. Saí do quarto e o Simon já estava à porta.
- Oh miss só vamos jantar, não era preciso tanto tempo. – resmungou.
- Não sabia o que é que havia de vestir. Vê-se mesmo que és rapaz, vamos mas é para baixo que eu estou esfomeada.Descemos para a sala de jantar, já haviam muitas mesas ocupadas por várias famílias. Procurámos a mesa onde estavam os meus pais.
- Vão servir-se. Olha Anne estão ai daqueles San Jacobs que tu tanto gostas, e olha que são dos bons. – disse o pai.
- Boa, estou cheia de fome. – apressei-me a ir buscar um prato e a servir-me. Batatas fritas, san jacobs, salada, uma febra e ketchup. O prato do meu irmão estava praticamente igual ao meu. Sentámo-nos na mesa e começámos a comer.
- Então o que acham dos quartos? – perguntou a mãe.
- São enormes e o meu tem uma vista linda para a praia. – disse o Simon.
- Sim a praia não fica longe daqui, eu e a tua mãe fomos tentar encontrar um caminho para lá. São uns 10 minutos a pé. – esclareceu o pai.
- Fixe, amanha vamos cedo para lá. Temos de aproveitar. – sugeri.
- Claro. – respondeu a mãe.
A sala de jantar foi invadida por 4 rapazes muito animados que faziam demasiado barulho.
- Aquela rapariga ali é gira. – disse o Simon.
- Não se vê logo que é um rapaz Simon? Francamente. – gozou a mãe.
- Andas assim tão desesperado filho? – perguntou o meu pai.
- Desculpem lá, mas parecia mesmo uma rapariga.
- Mas não é.
– respondi.
Nesse dia não saímos para passear por Cuba. Estávamos todos estafados da viajem por isso subimos para os nossos quartos e fomos descansar.

___

Para quem não sabe San Jacobs são umas cenad fritas recheadas com queijo e fiambre Very Happy

Beijinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Qua 13 Ago 2008, 08:00

A 'rapariga' era o Bill??

Mais!

Beijinhos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
bêatriz'

avatar

Número de Mensagens : 1406
Idade : 23
Localização : Viseu
Tokio Hotel preferido : Georg Listing, I'm Yours
Data de inscrição : 12/12/2007

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Qua 13 Ago 2008, 11:21

Podes postar mais hoje? :'$

MAIS MAIS MAAAAAAAAIS *-* <33
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
cat

avatar

Número de Mensagens : 2743
Idade : 22
Tokio Hotel preferido : everyone
Data de inscrição : 11/12/2007

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Qua 13 Ago 2008, 13:51

ERAM OS TH NÉ?
LALALA

QUEROO MAISS
Nao me deixes
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Qui 14 Ago 2008, 07:41

pois....
barulhentos....
akeles 4...vai lá vai....
maiz!~
bjO*!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Sex 15 Ago 2008, 06:09

A Sô Dona Cheeks/ R'Schäfer já leu isto quase tudo, so já posso postar mais, embora ache que não vou postar todos os dias.

Wtv.
Aqui está o segundo.

Segundo Capítulo.

Current Listening - Thema nr 1 - Tokio Hotel

A mãe avisou-nos no dia anterior que às 10 tínhamos de estar lá em baixo para tomar o pequeno almoço, por isso pus o meu despertador para as 9.30. Levantei-me, tomei um duche rápido, vesti o biquíni branco com caveiras verdes que o Simon me tinha oferecido, e depois vesti uma mini saia e uma camisola por cima. Antes de sair liguei para o quarto do meu irmão.
- Acorda peste. – gritei assim que ele atendeu.
- Estou a ir, estou a ir. – respondeu ainda ensonado.
Juro que nunca percebi como é que os rapazes conseguem ser tão despachados. Mas eles não tomam banho ou assim? Não querem andar bem arranjados? Passado 5 minutos de eu ter chegado à sala de refeições o Simon já lá estava e atrás dele vinham os rapazes do dia anterior.
- Hey Simon olha a tua amiga ali. – gozei-o.
Fez-me um gesto menos apropriado com o dedo, mas de maneira a que os meus pais não pudessem ver. Deitei-lhe a língua de fora e ele riu-se. Comemos pouca coisa para podermos ir para a água cedo, sim eu e ele ligamos muito à digestão, mesmo sendo água quentinha. Fomos com os pais pelo caminho que eles tinham descoberto. A praia era linda, tal e qual como eu imaginava uma praia de cuba, mar muito azul, areia branca amarelada, algumas pessoas. Enquanto o pai meti-a o chapéu e a mãe estendia as toalhas eu aproveitei para ir ver como estava a água. Quente. Voltei para o chapéu e puxei a minha toalha para o sol, já que a minha mãe ma tinha metido à sombra. O chapéu estava bem perto do sítio onde a areia começa a ficar molhada devido às diferenças de maré.
- Nós vamos dar um passeio, alguém quer vir? – acenámos com a cabeça e a mãe percebeu. – Ok, anda Jon.
- Não posso ficar aqui a ler o jornal? – perguntou ele.
- Anda Jon, precisas de tirar essa barriga homem. – desatámos os quatro a rir e o pai lá se levantou e foi com ela.
Quando olhei para o nosso lado até fiquei parva, mas eles deviam andar a perseguir-nos. Ao lado do nosso chapéu estavam nem mais nem menos que os quatro rapazes do hotel. Apercebi-me de que falavam alemão e sorri. À tanto tempo que não falava alemão. Fiquei a bronzear-me, queria sair de cuba quase preta, mas acabo sempre por não resistir e me pôr à sombra.

**
- Anda Anne já podemos ir à água. – disse o Simon.
- Não quero ir já, vai andando tu. – respondi-lhe.
Ele lá foi. Este montes de tempo na agua e até esteve a falar com umas raparigas para aí durante meia hora. Eu continuava deitadinha na minha toalhinha a apanhar sol e a ser incomodada pelo barulho dos rapazes que estavam ao nosso lado. Fechei os olhos para tentar descansar quando sinto alguém a pegar-me ao colo e a correr. Abri logo os olhos e vejo que estava ao colo do Simon e ele estava a correr para a água. Comecei a gritar e ouvia o riso das pessoas à nossa volta. Senti a água nos meus pés e depois o Simon atirou-me para o mar. Quando me ia a levantar veio uma onde e caí.
- Seu parvalhão, anda cá que já vais ver. – gritei ao meu irmão.
Ele correu para a areia, apanhei-o e caímos os dois começando a rebolar pela areia. Depois de muito rebolanço e estarmos completamente cheios de areia demos mais um mergulho e ficamos sentados a olhar o mar. Estava tudo tão calmo, até os rapazes do lado se tinham acalmado. Reparei bem no rapaz que o meu irmão confundira com uma rapariga. Ele era realmente muito bonito, olhos castanhos, alto, cabelo preto liso, unhas pintadas de preto, e branquinho e magro. Ele reparou que eu o observava e sorriu-me, senti-me a corar e desviei a cara. Concentrei-me de novo no mar, mas algo perturbava a calma e beleza de à segundos atrás. Uma menina agitava excessivamente os braços no ar dentro de água. Percebi que se estava a afogar. Olhei para a cabine do nadador-salvador, ninguém. Já toda a gente tinha dado conta da menina, mas ninguém parecia conseguir mover-se. Num acto irreflectido levantei-me e olhei-a de novo.
- Fuck. – disse baixinho. Comecei a correr em direcção ao sítio onde ela estava e assim que entrei dentro de água nadei. Nadei bem mais rápido do que quando nado contra o Simon, nadei porque tinha de salvar a menina. Não sou grande nadadora mas era o suficiente para pelo menos tirar a menina da água. Assim que cheguei junto dela vi que estava inconsciente. Linda maneira de estrear a praia ahm? Peguei nela e arrastei-a dentro de agua até à areia. As pessoas começaram a aproximar-se, sufocando-me a mim e à menina.
- Stay back, she needs air. – disse o Simon.
- Simon, liga para o 112, rápido. – pedi.
Os pais da menina encontravam-se ao meu lado, a única opção seria respiração boca a boca. Eu nunca tinha feito aquilo, só tinha visto nos filmes. Tentei imitar o melhor que sabia. Tapei o nariz da pequena menina com os dedos, inclinei-me sobre ela, abri a sua boca e expeli o meu ar para dentro dela, uma e outra vez até ela respirar por ela própria e ter deitado fora toda a água que tinha engolido. A ambulância chegou entretanto e levou a menina e os pais, que antes me agradeceram por tudo. As pessoas foram dispersando ficando apenas no mesmo sítio eu, o Simon e os quatro rapazes.
- Great job. – felicitou o tal rapaz dos cabelos pretos.
- Danke. – respondi.
Ele fez uma cara confusa por eu ter respondido em alemão, mas eu sorri e vim embora para a toalha com o Simon.
- O que é que se passou aqui? – perguntou a minha mãe assim que chegou ao chapéu. – Ouvimos dizer que uma menina se tinha afogado.
- E afogou, mas aqui a Anne salvou-a.
– disse o Simon.
- A sério? És mesmo um anjo. – o pai deu-me um beijo na cabeça.
Fiquei incomodada com aquilo, na verdade não gosto de ser o centro das atenções e depois não gosto que pensem que faço as coisas para me armar. Não. Mas se não fosse eu a ter ido ajudar a pobre criança, estou certa de que quem iria lá era o meu irmão. Pedi aos meus pais para virmos embora da praia, porque eu precisava de um banho. O meu irmão pegou-me às cavalitas e levou-me o caminho todo lá.
Hotel. Finalmente. Deitei-me na banheira a relaxar, sim era isso que eu precisava, relaxar. Não pude demorar muito tempo porque tinha de ir almoçar, por isso depois de 10 minutos de banheira saí, vesti uns calções e um top e fui ter com os meus pais.
Desta vez eles já estavam a almoçar, e avistei ao longe os rapazes lá da praia. Peguei no prato para ir buscar batatas fritas, mas não haviam. Tive de esperar lá para depois ser rápida e ir comer, estava esfomeada. Ao meu lado estava o rapaz com quem tinha falado na praia, mas e estava tão distraída que só dei conta quando me vim embora.

**
- Então Bill, essas batatas estavam demoradas. – gozou Georg.
- Mas olha que aproveitas-te o tempo bem, estava lá a menina salvadora da praia. – continuou Gustav.
- Parem lá com isso que eu nem falei com ela. – resmungou.
- Mas partilhaste o tempo de espera das batatas com ela. Já estão a partilhar Bill, não é maravilhoso? – perguntou Tom.
- São tão parvinhos vocês.
**
Depois do almoço subi para o meu quarto para descansar.
- Vamos à praia ou à piscina à tarde? – perguntei antes de subir.
- À piscina, já tiveste o teu momento de praia por hoje. – brincou a minha mãe.
Deitei-me na cama assim que entrei no quarto e só me levantei quando o meu irmão me acordou por volta das 5 horas.
- Estou a bater aqui há séculos. Estás pronta? – perguntou.
- Deixa-me só vestir o biquíni, não demora nada. – respondi, peguei num biquíni preto e meti-me na casa de banho. Saí passados 3 minutos. – Já estou.
Como no dia anterior a água estava óptima, dei um mergulho e deitei-me na espreguiçadeira. O Simon chamou-me para a água. Fui ter com ele e no caminho passei pelo rapaz, outra vez. Sorri para ele o que fez com que os seus amiguinhos se começassem a rir, ignorei. Mergulhei para junto do Simon e começámos à porrada. É sempre assim quando estamos numa piscina juntos, tirando quando estamos a fazer corridas. Qual não foi o meu espanto quando senti uma mão tocar-me no ombro.
- Hey. – disse ele. Era o rapaz.
- Hallo. – respondi, mas será que ele ainda não tinha percebido que eu falava alemão?
- Falas alemão?
- Falo.
– ele sorriu.
- Sou o Bill. – apresentou-se ele.
- Anne.
- Eu sei que nem perguntas-te o meu nome, também com uma miúda destas ao pé quem é que quer saber do irmão mais velho dela?
– gozou Simon. – Sou o Simon.
- Simon! – respondi-lhe escandalizada.
- Desculpa aí. Pensei que fosses o namorado dela. – disse Bill envergonhado.
- É, eu e a fedelha damo-nos muito bem, mas é minha irmã. Eu vou para a toalha, foi um prazer Bill. – Simon nadou até à borda e saiu da água deixando montes de raparigas a olhar para ele. Típico.
Ficámos um bocado em silêncio até que ele começou a falar.
- Foi muito fixe o que fizeste hoje lá na praia.
- Fiz o que qualquer pessoa tinha feito, era uma miúda.
– respondi-lhe.
- Pois. Se calhar é melhor eu ir embora, deves ter algo melhor para fazer. – começou a ir embora.
- Não. Bill. Podes ficar é na boa. Olha e que tal irmos ali ao café e comermos um gelado? – perguntei.
- Vamos lá então. Deixa-me só ir ali aos meus amigos dizer onde vou. – disse ele.
- Se quiseres diz-lhes para virem também. Ando a precisar de treinar o meu alemão. – brinquei.
- Okay. Vai andado que eu já lá vou ter. – pediu.
Saí da água com ele e depois fui ter com o Simon e o Bill com os amigos dele. Disse ao Simon que ia comer um gelado com o Bill, ele começou logo a gozar mas eu ignorei, dei-lhe um beijo na cara e fui sentar-me numa mesa do café da piscina.

___

Aqui está a segunda coisinha.

Beijo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
cat

avatar

Número de Mensagens : 2743
Idade : 22
Tokio Hotel preferido : everyone
Data de inscrição : 11/12/2007

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Sex 15 Ago 2008, 10:38

Citação :
- Mas partilhaste o tempo de espera das batatas com ela. Já estão a partilhar Bill, não é maravilhoso? – perguntou Tom.

Ó MEINE GOTT, que moca Tom!
XDDD

QUEROO MAISSS Ò.Ó
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Sex 15 Ago 2008, 11:57

Quero mais!!!

Tá linda a fic!

Beijinhos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Dom 17 Ago 2008, 10:41

Terceiro Capítulo.

Current Listening: Monsoon – Mariana’s Version

Entretive-me a olhar para a piscina e ainda me ri de algumas situações caricatas, mas os meus pensamentos foram interrompidos com a chegada do Bill.
- Eles não quiseram vir. – informou ele.
- Não faz mal. – levantei a mão para chamar o empregado. Falei em português. – Se faz favor. – ele aproximou-se. – Eu queria um Magnum Double Caramelo. Bill o que é que queres?
- O mesmo.
– respondeu.
O empregado afastou-se e passado uns segundos voltou com os gelados.
- Também falas português? – perguntou o Bill.
- Eu vivo em Portugal. – respondi-lhe.
- Então como é que falas tão bem alemão, lá ensinam nas escolas? É que tu nem tens sotaque nem nada. – disse ele.
- Eu sou alemã, mas mudei-me muito cedo para Portugal. O meu pai é alemão, então nunca perdemos contacto com a língua, dai não ter sotaque. – expliquei.
- Eu gostava de saber falar português. As raparigas portuguesas são lindas. – elogiou ele.
- Eu posso ensinar-te se quiseres, comparado com o alemão dizem que é difícil, mas eu ensino-te umas palavras. – disse-lhe.
- Isso era muito fixe. Então e que idade tens?
- 14 e tu?
- 14, quase 15.
– respondeu-me. – Vivo na Alemanha.
- Eu gostava de ainda viver lá, embora não me lembre de quase nada, era muito pequena quando vim.
– lamentei.
- Podemos trocar, tu vais para lá e eu vou para Portugal. – riu-se.
- Pode ser. – ri-me também.
Os amigos dele chegaram.
- Bill temos de ir tomar banho, depois temos de te aturar porque estás com fome. – disse um de rastas.
- Vá deixa lá a menina. – continuou um de cabelos castanhos escuros.
- Anne estes são o palhaço do Tom, meu irmão gémeo, o Georg e o Gustav. Gente estúpida, esta é a Anne. – disse o Bill.
- Irmão gémeo? – olhei atentamente para o Tom. – Tens a certeza Bill?
- É eu também acho que ele foi adoptado ou assim, eu sou bem mais bonito que ele.
– disse o Tom.
- Oh e também és modesto. – brinquei. – Prazer, Tom.
- O prazer é meu, mas nós temos de levar aqui o Billocas.
– disse ele.
- Oh claro. Vai então, não te preocupes com o gelado, fica por minha conta. – disse eu ao Bill.
- Nem penses eu pago. Aguentem aí um bocadinho, marias. – dirigiu-se ao balcão e pagou. – Prontos já está, abéculas. Adeus Anne. Vemo-nos por aí. – despediu-se de mim com dois beijinhos.
- Adeus Bill. Adeus meninos. – fiquei a vê-los afastarem-se e depois regressei junto do Simon.
- Então a conversa com o Bill correu bem? – perguntou Simon encostando-se mais na espreguiçadeira.
- Sim, ele é muito simpático. E pagou-me um gelado. – contei. – Um dia destes podíamos sair com eles.
- Eles? Eles quem?
- O Bill, o irmão gémeo dele e os amigos.

- Por mim tudo bem, desde que não se atirem a nenhuma das cubanas que eu quero. Vá vamos lá embora que temos de ir tomar banho e depois jantar.

Subimos para o quarto. É isto que me irrita nas férias, sempre a mesma coisa. Ir à piscina, subir para o quarto, descer para jantar, secante. Mas prontos, fiquei entusiasmada por ter falado com o Bill e só queria vê-lo novamente e falar com ele. Ele é tão lindo, tão simpático, tão, sei lá. Só sei que quero falar com ele novamente. Talvez hoje. Liguei mais uma vez para o quarto da Simon para lhe pedir opinião sobre roupa, ele resmungou, mas lá me ajudou. Vesti uns calções, nem muito curtos nem muito compridos, justos, e um top preto, calcei os chinelos e pronto. Desta vez tive de ser eu a esperar pelo meu irmão, mas valeu a pena porque ele estava mesmo lindo. Tinha uma camisola verde, uns calções pretos e uns chinelos nos dois tons. Aquelas cores assentavam perfeitamente com o seu cabelo e com o seu tom de pele.
- Uau, isso é tudo para as cubanas? – perguntei.
- Claro. Mas hoje não há cubanas. Quer dizer eu estava a pensar, só eu e tu, na piscina com as violas que me dizes? – abracei-o.
- Claro que sim.
Os pais estavam à nossa espera à porta da sala de refeições.
- Então desaparecidos, que andaram a fazer? – perguntou o pai.
- Piscina. – respondi. – Está ali uma mesa vazia.
- Vamos para lá então.

Só quando lá chegámos é que reparei que o Bill e os amigos estavam na mesa em frente. Levantei-me, fui buscar a minha comida com a minha mãe e o meu irmão enquanto o pai ficou na mesa a guardar o lugar. Voltámos e foi a vez do meu pai ir buscar comida.
- Aqueles rapazes não param de olhar para aqui. – comentou a minha mãe.
- Ah, a Anne conhece-os. – respondeu o Simon.
- Ai sim? – perguntou a mãe de súbito interessada.
- Sim, eles estavam na praia no hoje. – respondi meio envergonhada.

**
- Olha Bill, ela está-se a levantar. – gozou o Tom.
Desde que tinham chegado da piscina que as boquinhas sobre o assunto Anne não tinham parado.
- Parem lá com isso. – pediu Bill, já farto da conversa.
- Oh vá lá Bill, estás mortinho para que ela venha aqui falar contigo. – insistiu Georg.
- E se estiver? Não se ponham com ideias, eu nem conheço a miúda, só falei com ela hoje à tarde. – respondeu.
- Pois, e ela também tem o namorado. – lembrou Gustav.
- Não é namorado, é irmão. Chama-se Simon e é muito porreiro. – esclareceu Bill.
- Ah até já conheces o maninho dela, Bill isso vai dar molho. – continuou Tom.
- Cala-te parvo.
Nesse momento Anne aproximou-se deles e dirigiu-lhes um “Boa noite rapazes, bom jantar.”. E o pobre Bill foi mais uma vez alvo de provocações.

**
Depois de ter ido buscar a minha sobremesa e ter cumprimentado os rapazes voltei para a mesa e sentei-me a comer.
- Então já foste cumprimentar os teus amiguinhos?
- Para com isso parvo. Só fui desejar um bom jantar, para todos.
– frisei bem esta ultima parte.
- Okay, okay. – disse ele. – Olha já acabei. E tu?
- Acabei mesmo agora.
– disse enfiando o ultimo bocado de pudim todo na boca.
- Então eu vou lá acima buscar as violas e tu vais para junto da piscina. Mas vê lá se passas sem ninguém te ver, aquilo está fechado durante a noite.
- Don’t worry.


___
Tcharan.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
cat

avatar

Número de Mensagens : 2743
Idade : 22
Tokio Hotel preferido : everyone
Data de inscrição : 11/12/2007

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Dom 17 Ago 2008, 13:11

QUEROOOOO MAISSSSS *-*
As tuas fic's são viciantesss
x)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Seg 18 Ago 2008, 05:42

viciante, viciante, viciante!
e kero maiz!
bjO*!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
bêatriz'

avatar

Número de Mensagens : 1406
Idade : 23
Localização : Viseu
Tokio Hotel preferido : Georg Listing, I'm Yours
Data de inscrição : 12/12/2007

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Seg 18 Ago 2008, 06:05

Uuuh, ida a piscina proibidaaa. Ok é só o teu irmao. Mas é todo bom nao? x')

Mais Marianaaaa Vizinha :'D
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Angel*Taty

avatar

Número de Mensagens : 45
Idade : 21
Localização : Aveiro sity
Tokio Hotel preferido : billy pooww
Data de inscrição : 17/08/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Seg 18 Ago 2008, 07:55

Bitteeee
Fic Viciante começada a ler hoje!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Ainda vim a tempo....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 19 Ago 2008, 07:10

Boas!!!
A Marianinha está toda feliz porque hoje vai ter uma malinha dos Tokio : )
A Claire's rula tanto \m/
Capítulo 5 é o meu preferido : )
Agora ponho o 4 Razz

Quarto Capitulo

Current Listening: When I grow up – Pussycat Dolls

Levantei-me e segui para o pátio por onde tínhamos de passar para chegar à piscina. Passei pelo bar tendo em atenção se ninguém olhava para mim e entrei na zona da piscina. Sentei-me numa das espreguiçadeiras mas levantei-me logo a seguir para ver como estava a água. Óptima. Deu-me uma vontade de ir lá para dentro, mas não podia, o Simon devia estar a chegar. E estava mesmo, apareceu no meio do escuro com duas violas na mão.
- Já tinha saudades de tocar contigo, parvo. – disse assim que ele me entregou a viola.
- Tu sabes, agora que vais para a minha escola vamos ter mais tempo juntos.
- Sim, o 9º ano espera-me.

- Vá lá, não é assim tão mau, e ainda tens a academia lá na escola.
Ao menos isso.
– respondi-lhe.
Começámos a tocar uma música que o Simon tinha composto e agora estava a cantá-la. Eu cantava também baixinho fazendo os coros. Um barulho interrompeu-nos e parámos de tocar. Do sítio onde tinha surgido o Simon, surgiam agora Bill, Tom, Gustav e Georg.
- Bela música. – disse o Tom.
- Obra do Mr. Simon. – respondi. – Tom, Gustav e Georg, este é o Simon, Simon estes são o Tom, Gustav e Georg.
- A música é excelente. Nós também tocamos, às vezes juntamo-nos e fazemos qualquer coisa.
– disse Gustav.
- Andam todos em anos diferentes? – perguntou Simon.
- Sim.
- Eu vou este ano a escola do Simon.
- Sim, mas aqui a maninha também vai andar lá na academia de dança do liceu. Este ano a escola teve a belíssima ideia de abrir uma academia para o pessoal.

- Isso é altamente. A escola também tem uma cena parecida. – disse o Bill. – Mas toquem mais um bocadinho.
Tocámos mais um bocado e depois demos as violas ao Georg e ao Tom para eles tocarem uma das suas músicas. Eles tinham imenso jeito, sem dúvida que depois dos cursos iam ficar ainda melhores.
Estivemos horas naquilo, até que parámos um bocado.
- Alguém a fim de um mergulhinho? – perguntei.
- Não temos fatos de banho. – lembrou o Tom
- Roupa interior serve. – respondi. Eles fizeram umas caras esquisitas. – Oh eu vou.
Tirei o top e os calções e atirei os chinelos para trás. Aproximei-me da piscina e mergulhei. Senti a água invadir a minha pele e sorri, adoro esta sensação. Submergi e acenei aos rapazes.
- Venham lá para a água, está tão boa. – pedi.
- Não, Anne, está vento.
- Oh boa, então vou sair daqui também.
– saí da água e comecei a vestir a minha roupa. – Merda, agora fico toda molhada.
- Ninguém te mandou ir para a água. Mas vá eu sou simpático por isso vamos para cima.
– disse o meu irmão. – Amanha não querem vir à piscina connosco rapazes?
- Pode ser, de manha ou de tarde?
– perguntou o Gustav.
- De manha. – respondi.
- Okay, até amanha. – disse o Bill. Despediram-se de mim e do Simon e depois fomos cada um para o seu quarto.


**
Acordei com algum engraçadinho que não parava de bater na minha porta. Só podia ser o Simon. Levantei-me e abri a porta de repente.
- Oh seu grande parvo. – olhei para a figura que se encontrava à minha frente. Olhava para mim super corado. – Oh Bill desculpa, pensei que era o meu irmão. Entra.
Desviei-me para ele puder entrar.
- Como é que soubeste qual era o meu quarto? - perguntei.
- Encontrámos o Simon e depois eles insistiram para eu te vir chamar. – respondeu.
“Benditos rapazes” pensei. A verdade é que andava com uma enorme vontade de estar e falar com o Bill. Não sei, mas acho que me sinto atraída por ele, mas não vou fazer nada porque não sei se sou correspondida e como só vou estar 10 dias.
- Senta-te que eu vou só vestir o biquíni à casa de banho. Põe-te à vontade Bill. – pedi. Agarrei num biquíni à pressa, entrei na casa de banho e vesti-o também à pressa e saí. – Estou pronta.
- És rápida.
– disse ele.
- Não te queria deixar à espera. – ele olhou para mim de uma maneira profunda e querida. Estivemos assim durante alguns segundos, mas depois ambos quebrámos o contacto visual. – É melhor irmos indo.
Juntámo-nos aos outros e seguimos para a piscina. Assim que lá chegámos mandámo-nos todos para dentro de água à excepção do Bill. Saí de água e sentei-me junto dele.
- Então Bill, não vens?
- Tu vais achar-me um tonto, mas..
– fez uma pausa. – Eu não sei nadar, Anne.
- Não te acho tonto por isso. Anda, eu vou contigo para a parte onde tenhas pé.
- Obrigado.
- Logo à tarde queres que eu vá contigo para a praia? Posso ensinar-te a nadar.
– propus.
- Eu queria muito. – disse sorrindo.
- Está combinado então. – respondi.
Fomos os dois para uma parte onde ele tinha pé e depois os outros juntaram-se a nós.
- Vamos fazer uma batalha de pares. – propôs o Tom.
- Bora aí. Vá, eu faço equipa aqui com o Tom. – disse o Simon.
- Boa, boa. Gustav anda cá que vamos dar cabo deles. – disse o Georg.
- Oh Bill só espero que não me aches muito pesada porque vais ter de carregar comigo.
- Vai ser um prazer.

Quem ganhou foram o Tom e o Simon, que ficaram super contentes. Pelo que deu para perceber eles eram bastante parecidos no que tocava ao sexo feminino por isso ficaram grandes amigos.

**
Eram 5 da tarde e eu estava sentada nas escadas do hotel assim como tinha combinado com o Bill.
- Desculpa o atraso. – ouvi uma voz atrás de mim.
- Não faz mal. Vamos?
- Claro.
– respondeu ele.
Foi um pouco calado durante todo o caminho, provavelmente porque estava nervoso quanto ao facto de ir nadar, tentei pô-lo à vontade mas estava difícil. Chegámos à praia, poisámos as coisas e fomos para a água.

___

Aqui está ele : )

Beijinho Meninas
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Laura @

avatar

Número de Mensagens : 894
Idade : 23
Localização : Viseu :3
Tokio Hotel preferido : Every single one :'D
Data de inscrição : 18/03/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 19 Ago 2008, 07:46

Tá muito fixe =)
O Tom e o Simon são iguais pah xD
Qero mais!
Beijos!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://lafaespesoma.hi5.com
JoanaDaCena

avatar

Número de Mensagens : 3486
Idade : 25
Localização : Porto : )
Data de inscrição : 02/01/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 19 Ago 2008, 08:00

Estive a ler *o*
e escreves muito bem Mariana +.+ really

O tom e o Simon, em relacao ao sexo feminino? Cool
Tadinho o Bill nao sabe nadar *__* qe qeridoooooooooooo

Mais Very Happy
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 19 Ago 2008, 09:43

tadinho do Bill.
a Anne ensina-o! Cool
maiz!
bjO*!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
cat

avatar

Número de Mensagens : 2743
Idade : 22
Tokio Hotel preferido : everyone
Data de inscrição : 11/12/2007

MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   Ter 19 Ago 2008, 14:24

AULAS DE NATAÇÃO COM SEXOS OPOSTOS Cool

QUEROOO MAISS *-*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Summer Love - Sétimo Capítulo - FIM
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 2Ir à página : 1, 2  Seguinte
 Tópicos similares
-
» A Maldição Da Bruxa Dorothy Jackie (Capítulo 2 postado!)
» Crise no Paraíso +18 - Capítulo 9
» Show me Love (Capítulo final postado!Acabou-se o que era doce)
» A outra face - Tom - ÚLTIMO capítulo on!!!
» Bloody Kiss {atualização 121214} Capítulo XI.

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Português dos Tokio Hotel :: Acabadas-
Ir para: