InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 After Summer Everything Is Different *| 13 |*

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5
AutorMensagem
x Danie' =) Lis' x

avatar

Número de Mensagens : 751
Idade : 24
Localização : Aveiro
Tokio Hotel preferido : Georg Listing
Data de inscrição : 03/03/2008

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Sab 27 Dez 2008, 12:02

beijinhooo *-*

Opah.. a ida embora foi pouco oportuna!!

maissssss
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://daniella.hi5.com
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Qui 08 Jan 2009, 13:43

Matem-me porque eu sou uma má pessoa, porque já tenho o capitulo há bastante tempo e mesmo assim não o postei por duas razões:
*Preguiça :$
*Andava a tentar adiantar capitulos

Bem voces ja devem ter percebido que isto anda mau para estes lados, eu inclusivé já vos tinha pedido ajuda e ideias e felizmente houve gente que se disponibilizou para me ajudar o que é optimo.
O entusiasmo já não é muito mas eu não sou miuda de desistir de fics por isso eu vou continuar com a After Summer, mas e acho que isto é importante, voces têm que me dar razões para eu estar motivada e achar que vale a pena postar. COmo? Comentando *.* xDDD
Sou uma parva mas coiso. Agora fica aqui o capitulo.
Lembram-se de eu vos ter dito que talvez nao fossem gostar do rumo da historia?
Pois é bem possivel.~
Mas falamos sobre isso no fim de eu postar.

12º Capítulo

Haviam passado 4 dias desde a noite na discoteca. No dia a seguir nós ligámos para a Verónica e ela arranjou-nos um casting, que por acaso era hoje depois das aulas, com a própria Lil’ Mama. Ficámos de dançar a mesma música que dançámos na discoteca porque não tínhamos mais nenhuma e tinha sido muito em cima da hora. Quanto ao Bill, bem eu andava a ser um bocado idiota. Era suposto aquilo não interferir em nada na nossa relação mas interferiu. Eu evitava-o. Ele ligava-me várias vezes e eu não atendia, ele já cá tinha vindo a casa e eu fingia não estar e na escola fazia sempre por passar pelos sítios onde ele não estava. Sabia que não estava a ser correcta com ela mas estava envergonhada. O meu irmão já me tinha repreendido muitas vezes, dizendo que eu estava a ser totalmente infantil e que tinha de resolver o assunto de uma vez por todas. Estava decidida a fazê-lo, não tinha era data para tal.
Fui para a escola sozinha porque tinha adormecido. Ultimamente andava a dormir bastante mal e tinha um pequeno palpite do porquê deste acontecimento. Quando estacionei o carro reparei que já não haviam muitos alunos cá fora, olhei o relógio. Estava mais que atrasada. Corri para a sala, pedi licença par entrar e sentei-me no meu lugar ansiando o final da aula.

**


Saí da sala na companhia da Katrin.
- O que é que te aconteceu? – perguntou-me.
- Adormeci outra vez. – respondi aborrecidamente.
- Tens mesmo de resolver o problema com o Bill se queres chegar às aulas a horas. – brincou.
- Sim, e coragem? – perguntei.
- Hás de arranjá-la. – respondeu-me.
Foi quando passámos pela porta da casa-de-banho dos rapazes que fui puxada para dentro da mesma. Gritei baixinho com o susto, mas depois de ver de quem se tratava o medo desapareceu.
- O que tu me obrigas a fazer para falar contigo. Achas bem? – perguntou a rir.
- Ahm, pois. Quanto a isso Bill… - calei-me quando vi que haviam mais rapazes na casa de banho. Tapei logo os olhos com a mão. – Podias ter-me poupado a isto.
- Esqueci-me. Anda.
– foi-me empurrando e quando abri novamente os olhos estava num dos cubículos da casa de banho. – Estamos mais à vontade agora.
- Sem dúvida.
– respondi revirando os olhos.
- Vais deixar-me falar? – perguntou baixinho para que ninguém nos ouvisse.
- Vou, mas primeiro… - respondi, ele interrompeu-me.
- Primeiro nada, deixa-me falar. – disse divertido. – Ora, okay isto é um assunto estranho mas nós temos que ultrapassar isto Anne. Quer dizer, está a interferir na nossa relação de amizade e isso eu não vou deixar que aconteça. Já não é a primeira vez que nos beijamos, acho que devíamos reagir melhor a este tipo de situação visto que não nos é totalmente estranha. – olhou-me. – O que é que tu achas disto tudo?
- Acho que não devia ter acontecido. Não me leves a mal mas reencontrámo-nos há pouquíssimo tempo, eu sinto que ainda nem te conheço em condições. E acho que temos de perceber essencialmente que já não somos miúdos como há quatro anos atrás, não nos devemos deixar levar por atracções e impulsos, coisas do momento ficam no momento e ponto final.
– respondi. Olhei-o com medo, tinha medo de o ter magoado mas era isso que eu achava.
- Ao menos estamos de acordo. Pensei seriamente na melhor maneira de falar contigo, de te abordar, mas foi fácil. – sorriu-me. – Talvez seja é melhor sairmos daqui não?
- Sim, a vossa casa de banho tem um pivete que não se aguenta.
– lamentei-me.
- Por acaso.
Saímos do cubículo ignorando os olhares confusos que os rapazes nos lançavam. O Bill passou a minha frente abrindo-me a porta e aí deparámo-nos com uma cena altamente cómica. O Tom tentava a todo o custo evitar que a Kat entrasse na casa de banho dos rapazes para onde eu tinha sido puxada. Assim que me viu deixou de espernear e gritar nos braços de Tom que a agarrava por um braço para que ela não fugisse.
- Vês? Eu disse-te que ela estava bem, não era preciso invadires a casa de banho. – resmungou Tom.
- Não te atrevas a falar comigo. – ela resmungou de volta. – Estúpido. Tu agarraste-me.
- O Bill pediu-me.
– disse levando as mãos à cabeça.
- Pedi? Eu não me lembro de ter mencionado para agarrares a Katrin. – provocou o Bill.
- Bill, olha que tu comes com um murro se não desmentes já isso. – ameaçou o Tom.
- Admite querido, só querias agarrar a Kat. – provoquei também.
- Anne, não pensava que me desejasses tanto mal. – gozou a Katrin.
- Vão todos para o inferno seus parvos. – atirou Tom irritado. Depois de se pronunciar foi embora para perto do Simon.
- Oh Tom espera aí. – gritou o Bill. – É melhor eu ir com ele. – olhou para mim. – Vemo-nos logo?
- Sim.
– ele inclinou-se e deu-me um beijo na cara.
- Até logo então.

**


Quando saímos da aula, que passou extremamente depressa, o Bill e o Tom estavam à nossa espera.
- Que vão fazer agora? – perguntou o Tom.
- Vamos para a audição, a Lia e a Nat já devem lá estar. Querem vir? Eu esqueci-me completamente de vos dizer. – perguntei.
- Ahm, nós temos ensaio com o pessoal. – disse o Bill.
- Oh então fica para depois. – disse eu. – Nós temos mesmo de ir.
O Bill agarrou-me pela mão e puxou-me para me fazer olhar para ele.
- Vai lá ter a casa mais logo. – pediu.
- Eu vou. – sorri e fui embora com a Kat.
Sai da escola com a Kat e seguimos no meu carro até ao edifício que nos tinha sido indicado pela Victória.
- Estás nervosa? – perguntou-me.
- Um bocadinho e tu?
- Tenho cara de quem me preocupa?
– perguntou a rir. – Mas vai ser lindo ver a Lil’Mama.
- Claro.
– respondi. – Aposto que o Tom também ia gostar de a ver.
Não foi por acaso que puxei o assunto Tom, eu sabia que ela lhe achava piada mas insistia em embirrar com ele e verdade seja dita o Tom não ajudava à festa.
- Não me fales nessa besta. – resmungou. – Aquela coisa sem actividade capilar activa e com a mania que é bom.
- Como se ele não tivesse razão para ser convencido.
– gozei.
- Sanders, e eu a pensar que estavas virada para o irmão da besta. – gozou. Tirei uma das mãos do volante e bati-lhe na perna
- Confessa Kat, tu achas piada ao Tom. – insisti.
- Okay eu até lhe acho uma certa piada, mas isso não impede que ele continue a ser um cabrão que come todas. “Tudo o que vem à rede é peixe”, por Tom Kaulitz.
- Correcção Kat, “Tudo o que vem à rede com mamas e altas pernas é peixe”. – gozei.
- Como é que acabaram por ficar as coisas com o Bill? Não me chegaste a dizer. – perguntou ainda a rir.
- Bem nós acordámos que tinha sido uma coisa do momento. – fiz uma pausa e olhei-a. – Não olhes para mim com essa cara Kat.
- Queres que olhe como Anne? Está na cara que vocês se querem comer e quando começam algo parecido com isso recuam com medo.
– argumentou.
- Não é uma questão de ter medo Kat, a questão é eu já não ser uma miúda e andar aos beijos com o primeiro gajo que me aparece à frente não é a minha onda.
- O Bill não te é propriamente desconhecido.
– lembrou.
- Sim, mas pouco conheço dele. Sei lá preciso de tempo, depois logo se vê. – avistei o edifício ao longe, estacionei e desliguei o carro. – Vamos embora que é já ali à frente.
Era um edifício grande e parecia bastante animado pois fugia ao padrão de todos os que o rodeavam. Era em tons de amarelo claro, bastante iluminado pelo sol o que o tornava bastante inovador. Segui com a Katrin até à porta e assim que a passámos vimos a Victória com a Lia e a Nat. Aproximámo-nos delas.

____

Ora bem como podem ter lido o Bill e a Anne não ficaram juntos, como talvez algumas de voces estivessem a pensar. Prontos eu explico, acho que não fazia muito sentido isso acontecer agora visto que a Anne andou a pregar aos sete ventos que não se ia deixar ir tão facilmente, porque precisava de o conhecer e porque já não tinha idade para amores de verão. Por isso, coiso.
Espero que tenham gostado na mesma ^^.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bia k.

avatar

Número de Mensagens : 4724
Idade : 22
Localização : no quarto do Bill
Tokio Hotel preferido : Bill kaulitz <3
Data de inscrição : 20/09/2008

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Qui 08 Jan 2009, 14:31

ta lindooooo
kero mais
posta mais
beijinhoo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.beatriz25595.hi5.com
Convidad
Convidado



MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Qui 08 Jan 2009, 16:23

Eu adorei nem sonhes em acabar com isto antes de tempo.
Mais!!

*__________*
Voltar ao Topo Ir em baixo
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Sex 09 Jan 2009, 12:16

A Anne e o Bill não ficam juntos...
Fica giro na mesma, olhaa :N
Ao menos quebras a monotomia das fics!

Quanto ao capítulo:

Deseijo o melhor para elas as quatroo +.+

Posta mais bitte
«3
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
x Danie' =) Lis' x

avatar

Número de Mensagens : 751
Idade : 24
Localização : Aveiro
Tokio Hotel preferido : Georg Listing
Data de inscrição : 03/03/2008

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Sex 09 Jan 2009, 13:44

Aiii
Como vai correr o casting??

Ai... tou a imaginar a cara da Anne na casa de banho xDD
haha

Mais...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://daniella.hi5.com
Líe
Moderadores
Moderadores
avatar

Número de Mensagens : 5265
Idade : 24
Localização : Loures,
Tokio Hotel preferido : Tommi
Data de inscrição : 04/01/2008

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Sab 10 Jan 2009, 07:07

Oq'eu quero meme é mais (:
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
amanda.gs.

avatar

Número de Mensagens : 4
Idade : 24
Localização : Brasil
Tokio Hotel preferido : Gustav Schäfer *-*
Data de inscrição : 01/03/2009

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Dom 01 Mar 2009, 14:52

Posta maia ;D
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
LeOaZiNhA_KaUlItZ

avatar

Número de Mensagens : 2678
Idade : 24
Localização : ao lado do TOM!
Tokio Hotel preferido : TOM!!!!!!
Data de inscrição : 28/05/2008

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Sex 20 Mar 2009, 12:42

já tenho a escrita em dia xDDD

tou a amar mesmo a fic!!! quero a continuacao please!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
MaRianinhA

avatar

Número de Mensagens : 759
Idade : 24
Localização : With Him
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 08/05/2008

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Dom 19 Abr 2009, 08:15

Boas. Ora bem, como eu prometi anteriormente, cá está o capitulo.
Eu tenho andado a adiantar, desde já agradeço à éssecapa que me deu algumas ideias para eu nao ficar encravada again.
Acho que é necessário esclarecer que a After Summer não vai ser uma fic tão comprida como as que ja tenho vindo a escrever, porque de certa forma eu ja a delimitei muito quando escrevi a Summer Love.
Não sei bem, porque ainda estou a pensar e a rezar para qe me apareçam ideias novas mas provavelmente nao deve chegar aos 50 capitulos. Mas isto e uma estimativa muito muito muito relativa. Não há certezas de nada ainda.
Como já disse, a partir deste fico mais uns quantos dias sem postar porque ando a adiantar e a aproveitar a minha subita onda de inspiração.
Btw este capitulo é incrivelmente estupido. Eu duvido que a Lil Mama saiba falar em alemao, mas nao quis submeter as minhas queridas personagens ao tremendo esforço que é falar ingles xD

13º Capítulo

- Então vocês já dançaram? – perguntei à Lia
- Já e olha não estejam nervosas, ela é super simpática e põe-vos bué à vontade. – respondeu a Nat. – Além disso fala o básico de alemão so, no problems.
- Pretty cool ahm?
– brinquei. – Vá, vamos lá Katrin.
A Victória levou-nos a uma sala, deixou-nos à porta e desejou boa sorte desaparecendo depois outra vez pelos corredores.
Batemos à porta e entrámos. Ao fundo da sala, ao lado de um espelho estava a Lil’Mama sentada numa cadeira.
- Vocês devem ser as estudantes. – saudou com um sorriso.
- Somos. – disse a Kat.
- Então vá, mostrem-me o que sabem fazer.
Eu meti o cd na aparelhagem que se encontrava junto a uma parede e voltei para ao pé da Katrin. Dançámos o mesmo que tínhamos dançado na discoteca porque não tivemos tempo para andar a inventar coisas novas. Desta vez a sensação foi diferente de quando dancei na discoteca. Eles não estavam lá, não estava à espera que eu acabasse para me virem felicitar.
Quando acabámos a nossa pequena demonstração aproximámo-nos da figura que nos observava.
- Então? – perguntei devido à falta de opinião.
- Os ensaios são ao fim de semana à tarde. Espero-vos cá. – avisou com um sorriso enquanto compunha o boné rosa.
- Em que é que vai consistir o espectáculo? – perguntou a Kat.
- Vamos apresentar mais ou menos um videoclip, por isso temos de aprender as coreografias, montar cenários, arranjar roupas. Temos muito trabalho mas acho que conseguimos despachar isto tudo em dois meses. – levantou-se da cadeira e acompanhou-nos à porta.
- Vai ser espectacular. – garanti.
- Espero que sim, vem muita gente importante ver este espectáculo, vai ser bom para mim e para vocês.
- Isso é bom. Vais ficar cá os dois meses?
- Vou andar a saltar dos EUA para aqui, tenho trabalho lá nos próximos dias mas depois devo vir e instalar-me até ao final do espectáculo.
– respondeu.
- Se precisares de alguma coisa já sabes. – olhei para o relógio. – Bem eu tenho de ir embora, queres boleia Kat?
- Sim, sim.
– respondeu. – Até ao fim de semana então.
- Até depois meninas.

Despedimo-nos de toda a gente e seguimos para o carro.
- Queres ir comigo até casa dos gémeos? – perguntei enquanto tirava o carro do estacionamento.
- Consegues garantir-me que o rasta não está lá? – perguntou.
- É a casa dele, queres que ele esteja onde?
- Com sorte na casa de uma das pegas dele.
– riu-se.
- Duvido. Aquilo é mais falar que outra coisa. – garanti.
- Mesmo assim, ele não me convidou por isso não vou para lado nenhum.
- Tu é que sabes.

A casa dos rapazes não ficava longe da casa da Kat por isso em 5 minutos cheguei lá. Subi as escadas do prédio e comecei a ouvir uma música super calma acompanhada por uma voz lindíssima. Ia jurar que vinha do apartamento deles.
Parei em frente à porta e fiquei a apreciar a música, não tive coragem de interromper. Assim que a musica cessou, toquei à campainha. Momentos depois, Georg aparece à porta.
- Olá Anne. – cumprimentou
- Olá. – entrei e reparei nos instrumentos. – Bem me pareceu que a música era daqui. És tu que cantas não és? – perguntei ao Bill, ele acenou. – Tens uma voz linda Bill. Toquem mais uma para eu ouvir.
Eles fizeram o que eu lhes pedi. Voltaram às posições ao pé dos seus instrumentos e começaram a tocar. Sentei-me no sofá a observá-los.
Assim que a voz do Bill soou novamente fui teletransportada para um universo paralelo onde só o ouvia a ele.
A voz dele estava mais grave e mais forte desde a ultima vez que a ouvira em Cuba.
Perdi-me no imenso castanho dos seus olhos e depois observei a maneira como cada um tocava no seu instrumento, em cada corda, em cada baqueta. Aquilo era mais que um dom, aquilo era mágico.
Quando acabaram de tocar, eles vieram ter comigo e sentaram-se ao meu lado no sofá.
- Uma banda han? E não me contavam nada. – disse amuada.
- Nunca perguntaste. – brincou o Bill. – E nós já a tínhamos na altura de Cuba. – eu corei.
- Nunca pensaram tocar num bar ou assim? – perguntei tentando fugir ao assunto.
- Nós estamos à espera da resposta de uma editora para começar a gravar. Um homem de lá viu-nos e falou connosco. Estamos só à espera da resposta. – disse Tom com um sorriso.
- Aposto que ele vai aceitar o projecto. Vocês são fantásticos e não vos estou a dizer isto porque sou vossa amiga, é porque acho mesmo.
- Obrigado Anne. Como deves imaginar, as opiniões têm muito valor para nós.
– disse Gustav.
- Vocês deviam arriscar tocar lá na escola. – tive uma ideia. – Ou então noutro sitio qualquer.
- Como por exemplo?
– perguntou o Georg.
- Ahm? Nada, nada. Só uma coisa que me passou. – sorri maliciosamente.
- Vais contar não vais Anny? – perguntou o Bill enquanto começava a passear os seus dedos na minha barriga, fazendo sinal aos outros para o fazerem também.
- Não, cócegas não. – tarde de mais, eles fizeram-me tantas, tantas, tantas cócegas que pensei que ia morrer. – Eu não posso contar. – disse depois de me largarem.
- Acho que ela quer mais. – disse o Tom ainda a rir.
Levantei-me e corri para a casa de banho onde me tranquei.
- Já não me apanham. – trocei. Devo ter estado uns 5 minutos na casa de banho, já não ouvia barulho por isso abri a porta devagarinho. – Rapazes?
Assim que meti um pé fora da casa de banho vi o Tom a olhar-me maliciosamente e mais à frente estava o Georg. Comecei a correr para fugir deles, e consegui desviá-los a todos e quando pensei que estava tudo bem, o Bill aparece por trás de mim e agarra-me pela cintura.
- Apanhei-a. – berrou.
Os outros apareceram e agarrara-me pelas pernas.
- Oh pshé, larguem-me. – eu já não conseguia parar de me rir.
- Vamos descalçar a Anne. – disse o Georg.
- Ui vamos ficar todos infestados com o cheiro. – avisei.
- Descalça na mesma. – concordou o Tom.
Georg e Tom tiravam-me as sapatilhas e o Gustav agarrava-me as pernas. Quando me tiraram as sapatilhas o Tom lembrou-se de as cheirar.
- Uhhh, cheira mal. – fingiu desmaiar e depois começou a rir-se.
- Parvos. Vou fazer queixinha ao Simon. – avisei. – E se eu agora cair, partir um pé e depois não posso ir aos ensaios da Lil’ Mama.
- Oww, espera, espera.
– disse o Bill acabando com a brincadeira. – Tu foste escolhida?
- Sim. E por este andar não chego a ir ao primeiro ensaio.
– respondi aliviada por me terem posto novamente no chão.
- A Anne merece um abraço. – disse o Gustav fazendo com que todos me abraçassem.
- E a Kat foi? – perguntou o Tom depois de nos largarmos.
- Claro que sim. Ela é uma excelente bailarina.
- Por acaso, a miúda até pode ter muito mau feitio, mas que dança bem, lá isso dança.
– admitiu o Tom.
- Ela não tem mau feitio Tommi. – insisti
- Não tem para ti que és rapariga. As raparigas tratam-se todas muito bem quando são amigas, mas quando é com os rapazes prontos, descamba tudo.
- Vocês andam sempre às turras.
– gozou o Georg.
- Pois é, cá para… - Bill ia começar uma frase quando Tom o interrompeu.
- Nós não estávamos a falar de mim, estávamos a falar da Anne. – lembrou fugindo ao assunto.
- A Anne tem é de ir embora que hoje ainda não viu o irmão. – disse eu.
- Andas a levantar-te tarde depois olha. – gozou o Tom.
- Pois é querido, não durmo de noite depois de manha ninguém me tira da cama. – entrei na brincadeira. Já imaginava o que ele me ia perguntar a seguir.
- O que é que andas a fazer à noite Anne Sanders? – provocou.
- O que tu não fazes, filho. – gozei. – Nunca.
- Uh, grande resposta Anne.
– claro que começou tudo a gozar com o Tom incluindo ele mesmo.
- Queres passar cá uma noite para experimentar? – perguntou enquanto brincava com o pircing.
- Não vais ter essa sorte, amor. – respondi fazendo-os rir novamente. – Vá vou embora, que o meu maninho está à espera.
Despedi-me de todos com os habituais dois beijinhos da praxe e com uma pequena palmadinha no Tom que insistia em mostrar-me que fazia muita coisa durante a noite.
____
Muito desiludidas?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Bia k.

avatar

Número de Mensagens : 4724
Idade : 22
Localização : no quarto do Bill
Tokio Hotel preferido : Bill kaulitz <3
Data de inscrição : 20/09/2008

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Dom 19 Abr 2009, 08:52

amei mesmo
kero o proximo capitulo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://www.beatriz25595.hi5.com
x Danie' =) Lis' x

avatar

Número de Mensagens : 751
Idade : 24
Localização : Aveiro
Tokio Hotel preferido : Georg Listing
Data de inscrição : 03/03/2008

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Dom 19 Abr 2009, 10:55

OMG
Vocês o 5 juntos são a comédia xDD
Quero maiiiis
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://daniella.hi5.com
LeOaZiNhA_KaUlItZ

avatar

Número de Mensagens : 2678
Idade : 24
Localização : ao lado do TOM!
Tokio Hotel preferido : TOM!!!!!!
Data de inscrição : 28/05/2008

MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   Dom 19 Abr 2009, 11:01

Citação :
Pois é querido, não durmo de noite depois de manha ninguém me tira da cama. – entrei na brincadeira. Já imaginava o que ele me ia perguntar a seguir.
- O que é que andas a fazer à noite Anne Sanders? – provocou.
- O que tu não fazes, filho. – gozei. – Nunca.
- Uh, grande resposta Anne. – claro que começou tudo a gozar com o Tom incluindo ele mesmo.
- Queres passar cá uma noite para experimentar? – perguntou enquanto brincava com o pircing.
- Não vais ter essa sorte, amor.

ahahahah esta parte partiu tudo xD ahahahah

mais!!!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: After Summer Everything Is Different *| 13 |*   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
After Summer Everything Is Different *| 13 |*
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 5Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5
 Tópicos similares
-
» Santa Maria Summer Fest 2012
» [Wassup] Hotter than a summer Teaser
» One Direction quer escrever músicas para 5 Seconds of Summer e Neon Jungle
» MILKorean Summer 2013
» 666 MusicFest X - "Feels like a Summer Breeze"

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Português dos Tokio Hotel :: Inacabadas-
Ir para: