InícioPortalFAQBuscarRegistrar-seMembrosGruposConectar-se

Compartilhe | 
 

 A Estrela do Espectáculo - cap 41 ( The End ! )

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7
AutorMensagem
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: A Estrela do Espectáculo - cap 41 ( The End ! )   Ter 12 Ago 2008, 12:18

Eles foram presos!!
E a Cátia está bem
quero mais e depressa!!
Beijinhos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: A Estrela do Espectáculo - cap 41 ( The End ! )   Qui 14 Ago 2008, 08:48

hoje deixo-vos 2 cap's! ^^
comentem!

37º Capítulo: Regresso a Portugal
5.6.2008 – Quinta-feira


Tom: moureh…acorda…já é tarde… – disse mexendo-me no cabelo.
Cátia: que horas são? – Perguntei ensonada.
Tom: são 11 e meia…
Cátia: estou com tanto sono!
Tom: eu não te queria acordar, mas tem de ser…temos que ir para Portugal…sabes, há alguém lá em Portugal que tem muitas, muitas, muitas saudades tuas e que te quer dar um abraço bem forte!
Cátia: acredito que sim…
Tom: dormiste bem?
Cátia: dormi a noite toda! E ainda dormia mais!
Tom: quando formos no avião podes dormir…agora levanta-te e vamos comer.
Cátia: sim, também já tenho fome!
Levanto-me. Apanho uma roupa da mala e visto-a. Batem á porta do nosso quarto e Tom vai abrir.
Tom: bom dia!
Bill: bom dia mano! Olá Cátia!
Cátia: bom dia Bill!
Bill: já estão prontos?
Cátia: já.
Bill: é para vos levarem as malas para a nossa carrinha.
Tom: ok…já podem vir buscá-las.
Bill: está bem eu vou avisar.
Saiu e seguidamente saímos eu e o Tom. Descemos para comer qualquer coisa e quando acabámos estávamos prontos para partir de regresso a Portugal. Fizemos o check-in e esperámos mais ou menos duas horas até á hora do nosso voo. Chegou. Embarcámos e partimos com destino a Portugal. Com o cansaço que ainda tinha acabei mesmo por me deixar dormir. As horas passaram a correr e depressa chegámos a Portugal.
Cátia: home sweet home!
Tom: tenho uma melhor: Sweet home ala bama!
Começámos todos a rir. Fomos buscar as nossas malas e os meus pais e o pessoal da banda já estavam á nossa espera. Assim que vi os meus pais e o meu irmão corri logo para eles e dei-lhes um abraço bem forte!
Pai: causaste-nos cá um susto rapariga!
Cátia: desculpem!
Mãe: não actuaste?
Cátia: infelizmente não…
Mãe: maldita gente!
Cátia: tiveram o que mereceram, deixa lá mãe…
Fui dar um abraço aos rapazes e á Path e á Susana. Também têm estado muito preocupadas!
Susana: então, partiste o braço?
Cátia: foi um estúpido de um brutamontes que mo partiu! O homem tinha tanta força…
Passou-se um momento de matar as saudades.
Tom: não vamos ficar aqui a ocupar espaço no aeroporto, pois não?
Todos concordaram que não e fomos embora para casa. Os meus pais foram no carro deles eu fui no carro do Tom mais o Bill e a Maria e o Gustav e a Path e o Georg e a Susana foram no carro do Georg. Concentramo-nos todos na minha casa. Contei-lhes tudo o que tinha acontecido em Marrocos e a minha mãe deu a ideia de fazer um jantar para o pessoal todo. Hoje iria ser dia de casa cheia! Os rapazes foram até casa para tomar um banho e depois eu e o Tom fomos para o jardim da casa da banda. Deitámo-nos na relva fria. Àquela hora já não havia sol.
Tom: nem imaginas aquilo que eu passei quando tu desapareceste…
Cátia: imagino…pensei que nunca mais te iria ver… - levanto-me e abraço o Tom – tive tanto medo! – disse a chorar.
Tom: até parece um sonho que tu estás aqui…mas agora vejo que é verdade! – disse e beijou-me.
Levantámo-nos e entrámos para dentro. Estava na hora de ir para minha casa para o jantar. Para não dar muito nas vistas, levámos só dois carros. Chegámos lá e sentamo-nos logo á mesa, pois a minha mãe tinha já o jantar pronto. Quando foi para começarmos a jantar, estava com um enorme problema! Não conseguia pegar na colher!
Cátia: oh men! Agora não consigo pegar na colher! Bem…lá tenho que me habituar á mão esquerda… - pego na colher com a mão esquerda, o que não dava muito jeito não é? – agora… - lá começo a comer com a esquerda. Até não era muito difícil…mas vou ter mesmo que me habituar a fazer tudo com a mão esquerda enquanto tiver o gesso! O jantar foi bastante animado. Depois de ter-mos jantado, decidimos ir dar todos uma volta. Os meus pais foram mais cedo para casa, nós ainda ficámos na rua a dar mais umas voltas pela zona. Para ser franca, não me queria separar do Tom. Ainda por cima estava um pouco triste, porque os rapazes partem para a Alemanha na próxima segunda-feira.
Tom: o que tens moureh? – Disse dando-me um beijo leve nos lábios.
Cátia: Tom…promete-me que vens a Portugal assim que acabares a digressão! – Disse quase a chorar.
Tom: ham? O que é que tu estás para aí a dizer? É claro que venho para Portugal assim que acabar a digressão! A não ser que… - calou-se.
Cátia: a não ser o quê?
Tom: nada…é melhor descansares…
Cátia: diz lá o que ias a dizer!
Tom: que viesses comigo na digressão…mas só depois do concerto cá em Portugal. Para descansares e para esperares pelas analises…
Bloqueei. O Tom estava a convidar-me para ir na digressão com ele! Iria de certeza!
Cátia: quero ir! Muito! – Beijo-o.
Tom: só se me prometeres que vais descansar e depois me dares muitos beijinhos!
Cátia: prometido! - Beijo-o.
Já estava a ficar tarde e fomos cada um para sua casa. Entro em casa acompanhada da Susana.
Susana: vamos deitar-nos? Estou cheia de sono…
Cátia: vamos eu também já tenho sono…
Subimos para cima e enfiamo-nos na cama. Rapidamente nos deixámos dormir.

38º Capítulo: A Despedida
9.6.2008 – Segunda-feira


Eu e a Susana saímos de casa a correr e vamos até á casa dos rapazes. Batemos á porta e o Tom abre. Dá-me um beijo.
Cátia: desculpa o atraso…
Tom: não faz mal…
Entramos para a sala. Já estavam muitas malas no hall e os rapazes estavam prontos para partir para a Alemanha. Agora que estávamos todos na sala e prontos para ir-mos para o aeroporto, carregaram as malas e partimos para o aeroporto. Chegaram lá, fizeram o check-in e esperaram pelo avião. Enquanto isso, fizemos as despedidas.
Cátia: vou ter tantas saudades! – Disse abraçando o Tom.
Tom: também eu… - beijou-me a testa.
Cátia: acho que não vou aguentar com tantas saudades…acho que pego num avião e vou ter contigo…
Tom: no dia 29 vais comigo…tens de ficar cá por causa das analises…
Cátia: se não fosse isso, juro que ia contigo!
Tom: eu sei…
Voz: chamada para o voo 242, destino a Alemanha.
Tom: chegou o nosso voo. Tenho de ir…
Cátia: parece que sim… - beija-me calorosamente.
Tom: eu venho buscar-te!
Cátia: fico á espera… - dou-lhe um ultimo beijo.
Partem.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: A Estrela do Espectáculo - cap 41 ( The End ! )   Qui 14 Ago 2008, 14:04

O Tom foi-se embora



Mais!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: A Estrela do Espectáculo - cap 41 ( The End ! )   Seg 18 Ago 2008, 11:11

39º Capítulo: Notícias e... Notícias
20.6.2008 – Quinta-feira


Já passaram 11 dias desde que o Tom partiu para a Alemanha. Tenho tantas saudades! Hoje vou ao médico buscar as análises, estou com tanto medo! Não sei que resultados me esperam daquelas análises. Mas espero que não tenha nada de grave.
Susana: Cátia, Cátia, anda cá abaixo os Tokio Hotel estão na televisão! – Disse a gritar da sala.
Corro para baixo e lá estavam eles na televisão! O meu coração ficou cheio de alegria ao ver o Tom na televisão.
Cátia: ai que saudades! Nunca mais chega o dia 29!
Susana: pois é…deixa lá, faltam apenas 9 dias! Não é muito e passam depressa! – disse pondo a sua mão no meu ombro e sorrindo.
Cátia: espero que sim… - Tinha acabado a entrevista – Susana, vens comigo ao hospital buscar as análises?
Susana: claro que sim!
Subi para cima para vestir uma roupa mais adequada para sair de casa e fui almoçar acompanhada da Susana, dos meus pais e o meu irmão. Tinha hora marcada para as 16:30h no médico e já estava a tremer que nem varas verdes! Estava muito nervosa mesmo. Para me abstrair do assunto “análises” ocupei-me a ler uma revista que a Susana tinha comprado ontem. Tinha Tokio Hotel na capa, por isso ela comprou. Pelo que estou a ler aqui na revista, já todos sabem que os rapazes andam “ocupados”. O que eu me ri com aquilo que escreveram! Mas pronto. Olho para o relógio. Como o tempo passou! Já são 16: 20h!
Cátia: Susana! Vamos embora! Está quase na hora! – Chamei.
Susana: ok! Vou já!
No fim de um minuto, estávamos prontas para ir ao hospital. Precisava de andar um pouco por isso decidimos ir a pá para p hospital. Ao fim de uns quarteirões, lá estávamos nós no hospital, e eu cada vez mais nervosa! uma médica mandou-me entrar.
Susana: boa sorte prima… - deu-me um beijo na testa.
Cátia: só espero não ter nada de grave…
Entrei dentro do consultório da médica. A médica cumprimentou-me e eu sentei-me na cadeira.
Médica: então como se sente?
Cátia: …nervosa!
Médica: acredito que sim.
Cátia: então Sra. Doutora, tenho alguma coisa de grave?
Médica: preciso de lhe fazer umas perguntas…
Cátia: está bem…
Médica: diga-me uma coisa, tem tido muito apetite nas últimas semanas?
Cátia: tenho e muito!
Médica: a menstruação já veio este mês?
Cátia: hum…não…
Médica: sente enjoos?
Cátia: alguns…ai Sra. Doutora diga logo aquilo que eu tenho!
Médica: eu vou-lhe dizer…eu tenho aqui as análises e deram-me um resultado muito positivo. Não tem doença nenhuma mas…
Cátia: sim, mas…
Médica: o facto de você estar com esses enjoos, o atraso na menstruação e esse enorme apetite…
Cátia: sim…
Médica: é que você está grávida de um mês…
Entrei em estado de choque. Eu, grávida de um mês, e o pai era o Tom.
Cátia: ham… - estava pálida e não conseguia respirar em condições.
Médica: eu vou-lhe buscar um copo de água é melhor.
Cátia: sim é melhor…
A médica lá me trouxe um copo de água e eu bebi um pouco.
Médica: sente-se melhor?
Cátia: um pouco…
Médica: nunca deu por estes sintomas?
Cátia: não! Eu nunca pensei que…fosse ficar grávida…eu…eu…nem sei o que vou dizer aos meus pais e ao meu namorado…
Médica: se os seus pais forem compreensíveis, vão ajudá-la de certeza! E o seu namorado também vai compreender!
Cátia: espero que sim…
Médica: agora, temos que marcar uma consulta para ver o desenvolvimento do bebe. Mas só quando estiver nos 3 meses!
Cátia: ok…
Médica: aqui tem as análises – entrega-me um envelope – agora vá para casa e descanse um pouco, é melhor para si e para o bebé.
Cátia: está bem…
Médica: e quando é que vem tirar o gesso?
Cátia: daqui a duas semanas…
Médica: cá estarei á espera…
Cátia: tudo bem.
Médica: bom, não a vou prender mais. Vá para casa e descanse.
Cátia: ok, adeus…
Médica: adeus…^^
Saio do consultório da médica ainda um pouco em choque. A Susana ao ver a minha cara corre logo para mim.
Susana: então? Tens alguma coisa de grave?
Cátia: mais ou menos…
Susana: mais ou menos?
Cátia: tenho um problema que vai nascer daqui a nove meses…só isso.
Susana: wow, wow! Espera aí! Deixa ver se eu percebi. Tu…estás grávida!?
Cátia: estou…de um mês.
Susana: AI MAS COISA MAIS FOFA! – Disse abraçando-me com felicidade.
Cátia: calma, calma! Não me afogues! Ainda morro aqui! – Disse desapertando-me dos braços da Susana
Susana: o Tom vai ficar tão contente! Ai meu deus!
Cátia: é! Estou para ver como vou dizer isto aos meus pais!
Susana: ai…pois isso…eles vão aceitar! Não é um filho sem pai!
Cátia: pois não…mas não sei se vão gostar muito da ideia…
Susana: vá! Não penses mais nisso!
Saímos do hospital e fomos para casa. Cheguei lá e os meus pais estavam na sala. Fiquei branca ao vê-los ali.
Mãe: então, as analises!?
Cátia: nada de mal…apenas uma coisinha pequenina que vai nascer daqui a uns meses…
Mãe/pai: Shocked
Cátia: não me olhem assim!
Mãe: tu…tu…tu…tu…estás grávida Cátia!?
Cátia: estou…
Pai: VOU SER AVÔ!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Mãe: e eu vou ser avó! Ai, mas assim fazem-me mais velha! -.-‘’
Todos: -.-‘
Mãe: estás de quanto tempo?
Cátia: um mês!
A minha mãe começou a fazer as contas.
Mãe: VAI NASCER NO MÊS DE FEVEREIRO! Com sorte ainda nasce no teu dia de anos! Ia ser tão giro! ^^
Cátia: só faltava mesmo isso! Bom, agora vou descansar que estou cansada. Xau.
Todos: xau.
Subi para cima e deitei-me na cama pondo a minha mãe esquerda na barriga. Um bebé. Como é que será? Se sair igual ao Tom tenho de ter cuidado! Ri-me baixinho e deixei-me dormir.

***


As horas passaram e chegou a hora de jantar. A Susana, que está comigo no quarto, acordou-me.
Susana: oh sua dorminhoca, está na hora de acordar!
Cátia: está bem…-.-‘
Susana: vais ter muito tempo para descansar durante a noite…o jantar está na mesa.
Cátia: está bem…
Desci para baixo e devorei o jantar todo! A fome apertava! E tinha de me alimentar! Acabei de jantar e fui-me sentar para a varanda apanhar o ar fresco daquela noite. Fiquei a observar o seu estrelado e tinha o telemóvel na mão. O telemóvel toca. “Tom”. É o Tom. Atendo.
Cátia: estou?
Tom: moureh! Então, as análises?
Cátia: depois falamos sobre as análises, agora quero matar saudades!
Tom: TU DIZ-ME QUE NÃO TENS NENHUMA DOENÇA TERMINAL!
Cátia: ham? Não! Não tenho doença grave!
Tom: então tens o quê? Diz lá
Cátia: é uma coisa que quero falar contigo cara a cara…percebes?
Tom: claro que sim
Cátia: obrigada. Bom, matando um pouco as saudades, ai moureh! Nunca mais chega o dia 29! Tenho tantas saudades!
Tom: pois eu também tenho saudades tuas! Muitas, muitas, muitas!
Cátia: és um amor… - só espero que depois do que ele ouvir não se separe de mim…
Ficámos ao telemóvel a matar um pouco as saudades. Quando desliguei, fui buscar um caderno para escrever um pouco. Comecei a escrever uma história infantil, estava com imaginação para essas coisas. O tema era sobre um rapaz famoso que se apaixona por uma rapariga pobre. Escrevi e quando dei por mim já eram 2 da manhã! Fechei o caderno e subi para o quarto onde estava a Susana. Ainda estava acordada.
Susana: então ‘mamã’ já te conformas-te com a notícia?
Cátia: já…
Susana: sempre que precisares de alguma coisa durante a noite ou até mesmo durante o dia, estou aqui, sim?
Cátia: obrigada – abraço-a.
Susana: Cátia…
Cátia: sim?
Susana: oh men! Não aguento mais! Tenho de te contar!
Cátia: contar o quê? Suspect
Susana: eu também estou grávida…
Cátia: Shocked
Susana: é verdade…mas o Georg também ainda não sabe. Vou-lhe contar quando vierem cá a Portugal.
Cátia: mas que noticia maravilhosa Susana! – Abraço-a – estás de quanto tempo?
Susana: soube ontem…estou á menos tempo que tu. Só de umas semaninhas…Rolling Eyes
Cátia: ok…bom, vou-me deitar que preciso de carregar pilhas. E tu também devias dormir!
Susana: estava á tua espera!
Deitámo-nos e dormi-mos como dois anjinhos! tongue
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: A Estrela do Espectáculo - cap 41 ( The End ! )   Ter 19 Ago 2008, 12:03

40º Capítulo: Momentos Passados…
29.6.2008 – Domingo


29 DE JUNHO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Finalmente! Ainda é bastante cedo, a Susana ainda dorme e eu levanto-me e tomo um duche de banheira cheia! No fim de quase uma hora no banho, ao abrir a porta, está a Susana especada em frente da porta.
Cátia: olá! Bom dia! ^^,
Susana: estava a ver que nunca mais saias daí!
Cátia: desculpa, entusiasmei-me…^^’
Susana: bom, vou mas é tomar um belo banho!
Passa por mim, entra na casa de banho e fecha a porta. Eu entro no quarto e visto uma roupa confortável. Hoje está calor! Visto um vestido fresquinho com cores alegre e umas sabrinas nos tons do vestido. Olhei-me ao espelho. Meti as mãos na cintura e observei a minha barriga. A barriga não cresce! Continuei a observar a minha barriga e a imaginar-me com uma enorme barriga! 8 da manhã. A Susana já tinha acabado de tomar banho e estava-se a vestir.
Cátia: Susana Maria, despacha-te temos que ir ter com eles ao aeroporto!
Susana: estou quase!
Acaba de se arranjar e estávamos prontas. Saímos de casa e fomos de táxi para o aeroporto. Chegámos lá e sentamo-nos nos bancos á espera. Pouco depois a Maria e a Path também chegam. Já havia montes de fãs no aeroporto, mas nós estávamos num sítio onde não havia fãs. Esperámos mais um pouco e lá chegaram eles! O meu coração apertou ao ver o Tom. Comecei a pôr-me nervosa, mas não me podia enervar por causa do bebé! A Susana reparou que eu estava nervosa e deu-me a mão apertando-a. Sorri-lhe. Tom ao ver-me de longe, sorri-me abertamente. Os outros ao verem as respectivas namoradas também lhe mandaram um sorriso! Deu-me um pouco de alegria ao ver o sorriso do Tom. Deram alguns autógrafos e nós fomos seguindo-os até ao TourBus. Entrámos todos para lá ás escondidas das fãs. Seguiu-se um momento de “matar saudades”. Eu agarrei-me ao Tom e nunca o larguei até chegar-mos ao hotel. O mesmo se passou com as outras raparigas. Eu e o Tom dávamos beijos e abraçamo-nos a matar as enormes saudades que tínhamos um do outro! Ele fazia festas no cabelo e eu mexia-lhe nas rastas.
Tom: então e as análises?
Cátia: falamos no hotel…
Tom: como queiras… – beija-me.
Passados mais uns minutos de viagem, chegamos ao hotel.
Cátia: espera, deixa-me adivinhar! Vamos para os mesmos quartos como no dia em que nos conhecemos!?
Tom: bingo!
Cátia: ai! Eu vou santificar aquele quarto!
Tom: ^^
Subimos para os respectivos quartos, e lá estávamos nós no quarto em que tínhamos ficado no dia em que nos conhecemos. Recordei-me de tudo passado naquele quarto!
Tom: quarto nº 20, cá estamos nós! – Disse sorrindo para mim.
Cátia: é verdade… – olho para o guarda-roupa – será que ainda… - abro-o e olho lá para dentro – olha ainda cá está o pijama que eu usei! ^^
Tom: ja. – Agarra-me pela cintura.
Cátia: e foi justamente o que me fizeste quando eu estava aqui naquela noite! Lembras-te? – Disse sorrindo-lhe.
Tom: como me poderia esquecer? – Dá-me um beijo leve.
Saio do abraço dele e sento-me na cama. Ele segue-me e faz o mesmo.
Tom: então e as análises? – Disse com um pouco de nervosismo na voz.
Cátia: pois as análises…Tom…as noticias que tenho…nem sei como te dizer isto…é complicado… - não lhe conseguia dizer!
Tom: é grave? – Disse ao mesmo que me agarrava nas mãos.
Cátia: Tom eu…eu…eu… - as lágrimas começaram a correr pela cara – eu… - estava difícil contar-lhe.
Tom: é alguma coisa de grave? – Estava a ficar assustado.
Cátia: depende do teu ponto de vista…
Tom: diz-me lá, vá lá moureh… - disse encorajando-me.
Cátia: eu…estou…estou…grávida! – disse começando a chorar cada vez mais.
Tom ficou estático a olhar-me. Teve a mesma reacção que eu tive quando recebi a notícia da médica.
Tom: eu vou ser pai!? O.O
Cátia: sim…
Tom: eu…eu…eu… – Tom não sabia o que dizer.
Cátia: queres um copo de água?
Tom: sim , traz-me um copo de água é melhor!
Levanto-me com o rosto encharcado em lágrimas e vou buscar o copo com água. Ao voltar-me para lhe levar o copo de água, o Tom abraça-me fortemente.
Cátia: Tom…? – Tom chorava com um sorriso na cara!
Tom: tu…tu nem sabes a alegria que tenho! – disse abraçando-me.
Cátia: Tom! – comecei a chorar também acabando por chorar-mos ali no meio do quarto abraçados. Beija-me apaixonadamente. Estávamos ambos felizes com a noticia! Eu ia ser mãe, o Tom ia ser pai e os meus pais passariam a chamar-se de avós! O Tom mete-me a mão na barriga, na esperança de sentir alguma coisa. Mas o feto ainda era muito pequenino! Deitamo-nos na cama. O Tom encostou-se ás almofadas e eu deito-me nas suas pernas. Seguiu-se um momento de harmonia. O Tom faz-me festas no cabelo e olha-me com ternura. Eu olho para ele.
Cátia: hum…e se for menina?
Tom: e se for menino?
Cátia: como é que se vai chamar se for menina?
Tom: hum…não sei…
Cátia: e se for rapaz?
Tom: se for rapaz…vai-se chamar…Tomás! Cool
Cátia: Rolling Eyes se for menina vai se chamar Alicia! Gosto deste nome!
Tom: Alicia? Hum, ok…e se forem gémeos!? O.O
Cátia: ficam os dois! xD
Tom: é uma boa ideia!
Ri-mos os dois. O nosso momento de harmonia é interrompido por alguém que bate á porta do nosso quarto. Vou abrir. Era a Susana e o Georg. Vinham cá com uma carinha…
Cátia: então o que fazem por aqui? – Eu já sabia o que me esperava mas não disse nada.
Susana: viemos chamar-vos para virem até ao nosso quarto, queremos falar com vocês…o resto do pessoal já lá está. Venham!
Tom: vamos lá! ^^
Saímos os 4 do quarto e fomos para o quarto da Susana e do Georg. Estávamos todos prontos para ouvir o que aqueles dois estavam para dizer, apesar de eu já saber o que era!
Susana: bom…eu e o Georg chamamos vos para vos dar uma noticia…
Todos a olhávamos atentos e eu sorri-lhe. Ela também me sorriu.
Susana: eu e o Georg…nós vamos ser pais.
Todos menos eu, a olhavam com os olhos bem abertos.
Tom: nós também devíamos contar, não? – disse-me ao ouvido.
Acenei com a cabeça em sinal de afirmação. O Tom optou por se pôr de pé.
Tom: mas há mais! – ele estica-me a mão e eu agarro-a levantando-me. – eu e a Cátia…nós…
Bill: ainda mais!?
Tom: não me interrompas! Eu e a Cátia…também vamos ser pais!
Ficou tudo de boca aberta a olhar para nós. A Susana já sabia. A Maria levanta-se do sofá e corre a abraçar-me e a dar os parabéns. Depois vieram todos dar os parabéns a mim e á Susana.

Foi um dia cheio de emoções. Os rapazes deram o concerto no Pavilhão Atlântico, e levaram as fãs ao rubro! Nós assistimos por detrás do palco. No fim estavam todos cansados e foram todos para o hotel. Iriam passar uns dias em Portugal até a um concerto no dia 5 de Julho. Vou acabar por não ir devido á gravidez.
Tom: não tenho sono… - disse mexendo-me nos cabelos.
Cátia: eu também não… - disse sorrindo-lhe.
Tom: já sei! Anda comigo. – puxou-me pela mão e levou-me até a um sitio com um vento fresco que me batia na cara e fazia esvoaçar os meus cabelos de chocolate – lembras-te?
Cátia: claro que sim! – estávamos no cimo do telhado, onde tudo começou.
Tom: foi ali… - disse apontando para uma pequena parte do telhado.

*flashback*

Subimos até ao quarto dele.
Tom: Fecha os olhos.
Cátia: Se é para eu não ver a desarrumação do teu quarto…
Tom: O meu quarto está arrumado…fecha os olhos!
Cátia: Está bem, está bem…*fecho os olhos* pronto já está.
Tom: Muito bem. Já venho.
Cátia: Está bem.
Ele entrou no quarto e foi buscar a tal coisa. Eu estava curiosa (e muito! xD).
Tom: Agora só abres os olhos quando eu disser!
Cátia: Ok.
Tom: *agarrou-me a mão* anda comigo.
Cátia: Impossível não ir! Estás-me a agarrar a mão…
Tom: Pois…esquece.
Levou-me até não sei onde. Só sei que tive de subir muitas escadas. Chegámos até a um sítio onde havia algum vento.
Tom: Já podes abrir.
Cátia: *abri os olhos lentamente* UAU!!!
Tom: Gostas?
Cátia: Sim…a vista para a cidade á noite é linda!
Tom: Ainda bem que gostas…senta-te.
Cátia: *sentei-me numas telhas que lá estavam* para que é que viemos para aqui?
Tom: Queria que visses a cidade daqui…eu costumo vir ás vezes para aqui para olhar para isto tudo á minha volta…faz-me lembrar a minha terra…
Cátia: Já tens saudades de casa?
Tom: Algumas…
Cátia: Acredito que sim…se eu andasse em digressão pelo mundo também iria sentir saudades de casa…
Tom: Por um lado é bom porque conhecemos novas cidades, mas pelo outro é difícil porque ao mesmo tempo temos saudades de casa…não achas?
Cátia: Sim…
Tom: Mas eu trouxe-te aqui também por outro motivo. Eu preciso de te dizer uma coisa…
Cátia: O que se passa?
Tom: Como é que eu hei-de explicar…
Cátia: Começa pelo principio…
Tom: Sim…está bem…ham…eu…ham…
Cátia: Desembucha rapaz!
Tom: Pronto está bem…não tenho coragem porque nunca o fiz…por isso torna-se difícil…
Cátia: Mas o que é que se passa? Fala!
Tom: *aproximou-se de mim* ham…eu…acho…que…
Cátia: Tu achas que…
Tom: Eu acho que estou apaixonado por ti! Pronto já disse…
Cátia: Tu o quê?
Tom: Foi isso que ouviste…
Cátia: Mas tu só me conheceste no Domingo…
Tom: Mas estou cada vez mais apaixonado por ti…e eu tinha que te dizer…
Cátia: Estou sem palavras…nem sei o que te hei-de dizer…foi tudo tão de repente…eu não estava á espera que tu te declarasses…
Tom: SHH! Não digas mais nada… *aproximou-se cada vez mais de mim* apenas sente… *e beijou-me*
Ficámos ali, no cimo do telhado do hotel a beijarmo-nos apaixonadamente. Parecia que o mundo não acabava nunca. Foi lindo para os dois…
Tom: Namoras comigo?
Cátia: Sim…claro que sim!
Tom: amo-te!


*End of flashback*

Tom: o primeiro amo-te…foi aqui! – Disse contemplando o pequeno canto do telhado.
Cátia: o primeiro beijo que trocámos… - disse também olhando para o pequeno canto do telhado.
Tom: vai fazer 3 meses! Como o tempo passa…
Cátia: é verdade…
Sentamo-nos nas mesmas telhas onde tínhamos sentado naquele dia e ficámos a observar a noite estrelada.

____

só falta uma capítulo para o fim! ^^
comentem rápido!
bjO*!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: A Estrela do Espectáculo - cap 41 ( The End ! )   Seg 25 Ago 2008, 05:12

só 1???
vou ter saudades desta fic Sad
mais!
beijinhos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
Bri

avatar

Número de Mensagens : 1544
Idade : 25
Localização : Portalegre
Tokio Hotel preferido : Tom
Data de inscrição : 19/02/2008

MensagemAssunto: Re: A Estrela do Espectáculo - cap 41 ( The End ! )   Seg 25 Ago 2008, 05:24

41º Capítulo: In The End…


Mãe: liga-me assim que lá chegares está bem?
Cátia: está bem mãe, eu vou ligar todos os dias! Fica descansada!
Pai: se tu não ligares ligamos nós!
Cátia: está bem…!
Voz: ultima chamada para o voo 438, com destino a Alemanha.
Cátia: tenho que ir, adeus!


Despedi-me dos meus pais e fui para o avião que me esperava. Entrei no avião. A Alemanha espera-me…mandaram apertar os cintos e o avião levantou voo. Adeus, até um dia Portugal! Tinha trazido o caderno que naquela noite tinha escrito um pequeno conto, hoje, já escrevi mais e aquilo está a transformar-se numa enorme história. Tirei o caderno da mala e escrevi mais um pouco. Passaram 2 horas desde que levantámos voo de Portugal. Faltava apenas meia hora para aterrar em Berlim. Mandaram apertar os cintos novamente e aterrámos em Berlim. O Tom estaria certamente no aeroporto á minha espera. Fui buscar as minhas malas e havia uns seguranças á minha espera.
Cátia: o Tom?
Voz: está aqui!
– Disse uma voz vinda de um carro preto, era o Tom. Saiu do carro, abraçou-me e beijou-me – entra!
Os seguranças pegaram nas minhas malas e meteram-nas no porta-bagagem do carro. Seguimos viagem para a casa dos Kaulitz. Chegámos lá e fui recebida com um enorme abraço da Siemone. Certamente já sabia da notícia da gravidez.
Siemone: o Tom contou-me…muitos parabéns! Ai vou ser avó! ^^
Tom: ponham as malas dentro de casa – ordenou aos seguranças – agora nós. Anda, preciso de te mostrar uma coisa.
Cátia: está bem, vamos lá…

Abraçou-me e entrámos no Cadillac dele. Saímos do seu bairro e andávamos por um outro bairro. Tinha imensas casas novas! Parámos numa bem grande. Saímos do carro e o Tom deu-me a mão. A casa era cercada com uns arbustos verdes e pareciam acabados de arranjar! Tira do bolso uma chave e abre a porta daquela enorme casa. Quando entrámos, a casa era enorme!
Cátia: Tom…tu não me digas que…
Tom: sim! Esta é a nossa casa! Welcome to your house! ^^
Cátia: estás a gozar! Nós vamos morar aqui os 3!? – Disse pondo a mão na barriga.
Tom: sim! Anda vem ver a casa!

Deu-me a mão e puxou-me até ás várias divisões da casa. Era uma casa de sonho. Era espaçosa, tal como eu queria.
Cátia: e quando é que vimos para cá?
Tom: ainda temos que escolher o mobiliário…não escolhi nada ainda porque queria escolher contigo.
Cátia: ok.

Saímos de casa e fomos para casa dos pais do Tom.
Simone: então gostas-te da surpresa?
Cátia: muito! ^^


6 Meses depois…



Noite de Natal.
Bill: é quase meia-noite! ^^
Maria: pois é! ^^

A Maria tinha também vindo de Portugal para viver com o Bill. Sim, o seu pai aceitou finalmente o namoro dos dois e agora estão mais felizes do que nunca. Mas não é só o Bill e a Maria, a Path e o Gustav também andam a pensar em comprar uma casa no mesmo bairro que o nosso! O Georg e a Susana também estão a viver juntos, e a Susana já tem uma linda barriguinha! Já sabe o sexo do bebé, vai ser um menino. E já têm nome! Vai-se chamar Miguel! Também estão connosco aqui na casa que eu e o Tom compramos. Estão tão felizes! Dá-me alegria vê-los assim. Só eles é que estão a viver fora do país, estão a morar em França! Mesmo na capital!
Tom: moureh, anda para aqui, deixa a escrita para depois… - disse aproximando-se de mim.
Cátia: está bem! – Fecho o caderno e sento-me ao lado do Tom.
Tom: então como está a minha filhota? – Disse pondo a sua mão direita na barriga. Sim, afinal é uma menina. Nasce daqui a dois meses! ^^
Bill: és mesmo um pai babado, Tom!
Tom: cala-te, que um dia hás-de ser tu!
Bill: Rolling Eyes
Maria: falta um minuto! ^^

Pegámos nos copos do champanhe, todos menos eu e a Susana! Nós bebemos sumo.
Todos: FELIZ NATAL!
Festejámos a noite de Natal dando e recebendo prendas!
Tom: começa o homem da casa! – Todos se riram – A primeira prenda, vai ser para o Georg e para a Susana. Aqui têm! – Deu-lhes um pequeno embrulho. Eram umas botinhas para o Miguel!
Susana/Georg: obrigada!
Tom: agora para o Bill e para a Maria! – Deu-lhes um embrulho. Era uma garrafa de champanhe
Bill/Maria: obrigada!
Tom: agora é para o GuGu e para a Path! – Deu-lhes também um embrulho. Era também uma garrafa de champanhe.
Tom: AGORA! A prenda mais especial de todas! A prenda do meu amori! – Eu sorrio – anda comigo lá acima…
– pegou na minha mão e levou-me até a um quarto. Mandou-me fechar os olhos. Abriu a porta de um quarto e mandou-me entrar no quarto – já podes abrir…
Abri os olhos.
Cátia: O.O – levo as mãos á boca.
Tom: gostas?
Cátia: Tom…o quarto da Alicia está lindo
! – Disse fascinada a olhar em volta do quarto.
Tom: tudo escolhido por mim! ^^
Cátia: Meu Deus!
– O quarto tinha uma cama em amarelo, o cortinado era também em tons de amarelo e a madeira da mobília era clara. Depois no chão tinha um tapete igualmente em amarelo mas num tom de amarelo um pouco mais escuro. Tinha um candeeiro também em amarelo e já havia alguns brinquedos numa pequena cesta – Tom…não sei o que dizer… – estava completamente de boca aberta.
Tom: espera ainda não acabei! – Puxou-me novamente pela mão e levou-me até ao nosso quarto – ainda é mais aquela prendinha que está em cima da cama…^^ - disse apontado para a cama.
Fui buscar a pequena prenda que estava em cima da cama e abri-a. Era um anel!
Cátia: é lindo!
Tom: também fui eu que escolhi! – Pega no anel e mete-me no dedo – Cátia…este anel…quero que seja a prova do nosso amor. Promete-me que ficarás comigo para sempre!
– Estava a ser muito sincero e os seus olhos transmitiam muita ternura.
Cátia: claro que sim Tom! Para sempre a teu lado! – Beijei-o.
Descemos para baixo e ia-mos ambos sorridentes e de mãos dadas.
Maria: depois também quero ver o quarto da Alicia!
Cátia: tu já sabias!?
Maria: já… -.-‘’
Cátia: se sabes tu, sabem todos!
Tom: é…eu contei-lhes! -.-‘

Sentamo-nos no sofá. Ainda recebemos roupa para a Alicia! Tudo em tamanhos tão pequeninos! Nada que se comparasse á roupa do pai! xD
Liguei aos meus pais a desejar um “Feliz Natal” e matei um pouco das saudades. Era tarde e fomo-nos deitar.
Todos: até amanhã! ^^
Tom: até amanhã! – fecha a porta de casa.
Cátia: bom…está na hora de alguém se deitar…
Tom: isso mesmo.

Subimos para o nosso quarto e deitámo-nos.

De manhã quando acordei, estava sozinha na cama. O Tom já se tinha levantado.
Tom: bom dia moureh! ^^
Cátia: bom dia…
Tom: trouxe aqui uma coisinha para ti! ^^
- disse pondo um tabuleiro á minha frente – quero isto tudo comido!
Cátia: ok…

Lá tive que comer aquilo tudo! Depois de comer, vesti-me e desci acompanhada do Tom. Ficámos um pouco na sala, eu a ver TV e o Tom a acariciar a minha barriga.
Tom: UM PONTAPÉ! Eu senti! La la la!
Cátia: e se fossemos dar um passeio até ao parque?
Tom: não achas que está frio demais para sair de casa?
Cátia: oh…estou farta de estar em casa…
Tom: então vamos lá…mas um passeio pequeno! Não quero te constipes, nem a minha pequenota!
– disse pondo novamente a mão na barriga.
Cátia: está bem!
Saímos á porta de casa, mas tivemos que voltar para trás. Tinha começado a nevar! Lá fomos nós para casa outra vez! -.-‘

Tinham passado vários meses e tínhamos voltado ao Verão. A Alicia e o Miguel já tinham nascido, os dois no mesmo mês mas em dias diferentes. Têm agora 4 meses! A Alicia era parecida tanto comigo como com o Tom. Têm o mesmo sinal na face que o Tom, a minha cor de cabelo e tinha os olhos grandes como os meus. O Miguel era tal e qual o Georg! A Path e o Gustav não tiveram filhos, por enquanto, e a Maria e o Bill estão a pensar em adoptar uma criança de 3 anos. Como os rapazes estão de férias, eu e o Tom aproveitámos e viemos passar umas semanas a França, para a Susana e o Georg conhecerem a Alicia. Ninguém da banda se casou. Somos todos muito novos para isso. Somos todos felizes e acreditamos que o seremos eternamente.

Os anos foram passando, e os Tokio Hotel continuaram a ter um enorme sucesso! Eu continuei a dançar e ainda fiz alguns espectáculos em quase todo o mundo. Quando eu e a banda achámos que estávamos um pouco cansados destas movimentações todas, abrimos uma escola juntos, de música e de dança. Eu e o Tom ainda tivemos mais um filho, desta vez um rapaz, chama-se Tomás, e a Susana e o Georg ainda tiveram mais 2 filhos! A Path e o Gustav tiveram uma menina! A Mariana. A Maria e o Bill ficaram-se apenas pelo Rodrigo. A Alicia, agora de 10 anos, tem as mesmas paixões que os seus pais: a dança oriental e a guitarra. Ambos lhe ensinámos o que ela gostava mais. O Tomás…bem…está com 6 anos e o pai já lhe anda a ensinar coisas que não deve! É um traquina! Mas também tem uma grande paixão: cantar. O Bill ficou muito contente quando um dia lhe perguntou o que gostava mais e lhe respondeu que gostava de cantar. Agora anda a aprender com o tio.

E pronto. Assim acaba com um final feliz! Beijinhos! ^^

FIM!
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://sayiitloud.blogspot.com
M@r!ana

avatar

Número de Mensagens : 647
Idade : 20
Localização : Algures por aí xD
Tokio Hotel preferido : Bill Kaulitz
Data de inscrição : 26/04/2008

MensagemAssunto: Re: A Estrela do Espectáculo - cap 41 ( The End ! )   Dom 31 Ago 2008, 14:35

Que bonito!!!!!!!
A filha do gustav e da Path chama-se Mariana como eu *.*
Vou ter saudades desta fic!!
beijinhos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://twilight-portuguese.twilight-vampire.com
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Estrela do Espectáculo - cap 41 ( The End ! )   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Estrela do Espectáculo - cap 41 ( The End ! )
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 7 de 7Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7
 Tópicos similares
-
» 25/26.03.2011 - MOITA METAL FEST 2011 - Sociedade Filarmónica Estrela Moitense
» Saiba quem ganhará uma estrela na Calçada da Fama em 2012
» Examiner.com - DSquared2: Um dos melhores espectáculos de moda em Milão
» Teatro A Comuna
» Chris Squire - Vetor

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fórum Português dos Tokio Hotel :: Acabadas-
Ir para: